Música às 11:28

Anitta lança polêmico clipe em que foge de zumbis

Anitta

Reprodução/Instagram @anitta

Na quinta-feira, dia 27 de janeiro, Anitta lançou seu tão esperado single “Boy Don’t Cry”. A primeira faixa de 2022 é uma aposta internacional da cantora, e apresenta uma sonoridade inovadora para a discografia da carioca. A música trata de destacar a independência feminina e falar da vulnerabilidade que homens podem sim ter.

A canção é produzida por Max Martin, responsável por clássicos da música pop como ‘Baby…One More Time’ de Britney Spears. Além de Britney, o produtor já trabalhou com grandes nomes como, Backstreet Boys, Taylor Swift e Adele. Segundo a revista ‘BillBoard’, ele é o maior produtor musical do século.

Dirigido por Anitta, em parceria com Chritian Breslauer, o clipe de “Boys Don’t Cry” traz referências de clássicos como “Beetlejuice”, “Madrugada dos Mortos” ,“Harry Potter” ,“Titanic”, “Meu Namorado é um Zumbi”, entre outros.

O clipe aborda a persistência de correr atrás dos sonhos, e conta com uma cena de abertura icônica. Nela, a cantora foge de zumbis, para que eles não a impeçam de realizar o que almeja. Em entrevista para a revista Glamour, Anitta explicou o significado da cena: “São os meus ex-namorados correndo atrás de mim desesperados”.

Momentos antes de divulgação no YouTube, a cantora deixou claro que esse é o “clipe da carreira”. Ela já havia falado anteriormente que essa música é sua favorita entre todas que já fez.

Confira o clipe:

SAIBA MAIS SOBRE ‘BOYS DON’T CRY’

Em entrevista para a revista Glamour, Anitta revelou diversas novidades sobre “Boys Don’t Cry”, como o processo criativo da canção e outras referências: “Eu sempre fui muito fã da banda Panic! At The Disco, e essa foi a minha referência. Mostrei o meu álbum favorito deles e nós fizemos a música em cima dessa minha paixão pelo grupo”.

“Eu queria algo que fosse bem pop, mas que ao mesmo tempo o discurso tivesse a ver comigo [nota da redação: pense em uma letra de empoderamento feminino nível hard]. Fizemos a música a dez mãos e chegamos neste resultado que eu amo de paixão”.

“Essa música é a minha preferida de todas que já fiz, acho que é a que mais engloba públicos diferentes”, contou Anitta, junto com sua inspiração em filmes de terror. “No dia que eu recebi a música com a minha voz e tudo direitinho, comecei a montar o clipe todo na minha cabeça com referências de filmes”.

“Todas as vezes que eu faço um clipe que eu roteirizo, geralmente as minhas referências vêm sempre de filmes, é onde eu busco inspirações para os meus trabalhos. Fui misturando diferentes cenas de filmes que eu gosto, tudo em um mood bem Tim Burton, assustador, mas divertido, com bom humor. Uma coisa bem cinematográfica”.

“Eu já tinha bem na minha cabeça cada corte, cada cena, cada roupa, cada cabelo, cada maquiagem, exatamente do jeito que eu queria. Então, eu precisava de um diretor que não tivesse ego, que escutasse exatamente o que eu falasse e fosse fazer exatamente do jeito que eu falei, e então conseguimos o Christian Breslauer”, finalizou Anitta.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!