Música às 00:43

Luísa Sonza lança clipe no “Fantástico” e fala sobre haters: ‘estou no processo de assumir as minhas fraquezas e transformá-las em forças’

Luísa Sonza no Fantástico

Reprodução “Fantástico”

Luísa Sonza comemora seus 22 anos transformando sua idade em letras que retratam dores sentidas na pele, intensamente. Neste domingo, 18 de julho, ela soltou a voz no palco virtual do “Fantástico” e falou sobre “Doce 22” seu novo álbum. Em conversa com Poliana Abritta a cantora abriu o coração falando sobre suas dores e suas conquistas, uma delas seu sucesso nas plataformas sociais onde sua música “Braba” já ultrapassou a marca de 140 milhões de visualizações no Youtube.

“Esse é o nosso termômetro e fico muito feliz em saber que minha música e meu sonho está chegando em tanta gente. É assustador mas é incrível. Porque me sinto 100% uma menina de 22 anos. A Luísa pessoa para de ser separada da Luísa artista, que é algo muito maior que só a Luísa da cidade de Tuparendi, de 6 mil habitantes. E o assustador passa a ser isso”, refletiu.

A cantora contou que o novo trabalho foi concebido em um momento de muita turbulência em sua vida.

“Esse álbum, ele foi muito diferente, porque tudo o que eu fiz nele. Veio tudo muito intenso, porque esse álbum é sobre meus 22 anos, é o “Doce 22”. E ele traz tudo o que eu estava vivendo com os meus 22 anos. É como se eu tivesse, com 22 anos, no melhor e no pior momento da minha vida, porque todos os meus sonhos estavam se realizando. E pessoalmente eu estava vivendo o caos”, revelou.

Veja +: A reação dos fãs a “Doce 22”, novo álbum de Luísa Sonza

VÍTIMA DE GENTE QUE SEMEIA ÓDIO NAS REDES SOCIAIS

A cantora de “Atenção” conversou ainda sobre a dor de ser algo de ataque de haters empenhados em semear o mal e a discórdia sem qualquer motivo ou critério e relembrou os dolorosos episódios vividos após a morte do filho de Whinderson Nunes, seu ex-marido.

“Eu não posso dizer que que eu me recuperei. Eu botei uma coisa na minha cabeça que eu não vou mais mentir, fingir que está tudo bem, porque eu fingi isso por muito tempo. E no “Doce 22” ,todas as músicas que surgiram foram porque assim: metade do álbum que é o lado B, que é o lado talvez o mais especial para mim, ele surgiu praticamente todas as músicas com eu chorando, escrevendo. E foi muito importante para mim porque eu encontrei muita força na vulnerabilidade. Eu sempre fui criada assim e me vi muito comum a brava, uma mulher forte, uma mulher que não sente nada e que sempre está tudo bem e que passa por cima de tudo. Eu estou no processo de assumir as minhas fraquezas e dessas fraquezas transformar elas em forças, assim”.

Sobre a nova  música “Melhor Sozinha”, Sonza explicou que a letra é um auto retrato traçado numa fase de mudanças, dores e aprendizados.

Veja+ O que fez Luísa Sonza se afastar das redes sociais

Linda, talentosa e idolatrada por uma legião de fãs, Luísa reafirmou que não tem medo de expor suas fragilidades. Enquanto sua vida vai passando na mira de uma multidão de admiradores, a jovem nascida na pequena cidade de Tuparendi, no Rio Grande do Sul, mostra que mesmo sendo sinônimo do empoderamento ela é capaz de revelar suas amarras sem medo.

“Eu sou fechada no geral… era fechada, prefiro falar assim. É uma história por traz da Luísa Sonza. O que a Luísa sente. E todo lado B é essa abertura de uma Luísa mais vulnerável.”

No programa, a cantora se apresentou com sua banda cantando “Braba”  e mostrou cenas dos videoclipes de “Melhor Sozinha :-)-:” e “VIP –”, esta última parceria com o rapper 6LACK. Os vídeos foram concebidos como partes de um filme e chegaram ao Youtube respectivamente às 23:50 e 23h55.

Veja +: Luísa Sonza e Vitão foram vítimas de ataques nas redes sociais
Em busca de paz Vitão e Luísa Sonza viajaram para Tulum, no México
Luísa Sonza sobre seu relacionamento com Vitão: “A base é fofoca”