Imprimir

Notícias

14/08/2020 | 10h00m - Publicado por: Michele Marreira | Foto: TV Globo/Divulgação/Montagem

Adriana Esteves em dose tripla com papeis marcantes na TV

Atriz é uma das mais reverenciadas artistas, pelo público e crítica

Adriana Esteves em dose tripla com papeis marcantes na TV - TV Globo/Divulgação/Montagem

Adriana Esteves é um daqueles talentos que dá gosto de vir seja na sétima arte, nos palcos ou na teledramaturgia. Admiradores do trabalho desta exímia artista já estão celebrando o fato de vê-la em dose tripla, em reprises especiais e numa produção inédita.  

A atriz retornou recentemente à tela da Rede Globo no papel da divertida Celinha, no humorístico vespertino Toma Lá, Dá Cá.

Em breve mais uma personagem que os fãs poderão revisitar: a espevitada Sandrinha da trama Torre de Babel, que será exibida no GloboPlay, plataforma de streaming.

E, finalmente, a dúbia Thelma de Amor de Mãe dará às caras novamente, no retorno das gravações do folhetim das 21h – que por causa da pandemia do novo coronavírus, teve de ser interrompida por quase cinco meses.

No auge de seus 50 anos, sendo 32 de carreira, celebremos a obra desta diva da atuação chamada Adriana Esteves!

O OFuxico fez um compilado de seus principais papeis na TV. Deleite-se no baú da nostalgia!

1.Tininha – Top Model (1989)

Primeira novela de Adriana Esteves, aos 19 anos. A jovem Tininha era namorada de Elvis. Típica gatinha de surfista, esportiva, bronzeada. É totalmente submissa ao amado.

1.Tininha – Top Model (1989)

2.Patrícia – Meu Bem, Meu Mal (1990)

Patrícia era filha de Felipe e irmã de João Manoel. Linda e vingativa. Não se conforma com o golpe sofrido pelo pai, arquitetado por Ricardo Miranda, e acaba despertando, de propósito, uma paixão desenfreada nele. Ambiciosa e calculista como o irmão, não esperava se apaixonar de verdade pelo seu inimigo.

2.Patrícia – Meu Bem, Meu Mal (1990)

3.Mariana – Renascer (1993)

Neta de Belarmino e Nena que se aproxima de José Inocêncio com sede de vingança, pois a avó sempre o acusou de ter sido o mandante da morte do marido. Mas a mocinha Mariana sucumbe ao charme do fazendeiro, aumentando o abismo que o separa do filho caçula, João Pedro, já que o rapaz também se apaixona por ela.

3.Mariana – Renascer (1993)

4.Lúcia Helena – A Indomada (1997)

Certo dia, o barco que trazia Lúcia Helena e seus pais naufraga e apenas a menina é achada. Ela será criada pelos tios, Pedro Afonso e Altiva.

4.Lúcia – A Indomada (1997)

5.Sandrinha – Torre de Babel (1998)

Filha mais velha de José Clementino, irmã de Shirley. Sandrinha é má, egoísta, sem caráter, mas bonita e cheia de encantos, usando seus atributos e o falso ar de inocência para tirar vantagem de tudo. Não mora no ferro-velho, prefere dividir um quarto com Bina em um cortiço. Vive pelos cantos com homens variados, que não passam de relações rápidas. Sandra quer vencer na vida de qualquer maneira. Trabalha como garçonete no shopping. Ao conhecer Alexandre, experiente na arte da sedução, conquista o rapaz, usando todos os artifícios.

5.Sandrinha – Torre de Babel (1998)

6.Catarina – O Cravo e a Rosa (2000)

Filha de Nicanor Batista, irmã de Bianca. Catarina é rebelde, irascível, mas fascinante. Jurou jamais se casar, pois não quer ser dominada por um homem. Cria situações divertidas para afastar pretendentes, e leva as pessoas a fazer o que ela quer. Moça de ideias modernas para a época. Quer dirigir um carro, escreve artigos sobre direitos femininos, participa de um movimento pró-mulher. Mas não é uma feminista de carteirinha. É voluntariosa, filha de pai rico, a quem as ideias sobre libertação feminina servem perfeitamente. São sua personalidade forte e língua ferina que predominam na trama. Quando fica furiosa, atira vasos e objetos contra os outros. Esse temperamento a faz se apaixonar por Petruchio, e faz com que ela viva em constante guerra com ele. Uma guerra levada para o lado do humor.

6.Catarina – O Cravo e a Rosa (2000)

7.Amelinha – Coração de Estudante (2002)

Amelinha é falsa, interesseira e sonha ter os dois homens que ela mais ama na vida próximos a ela. O que é praticamente uma missão impossível, já que pai e noivo têm valores e crenças muito diferentes. No decorrer da história, ela dá à luz Joãozinho, um bebê com síndrome de Down, filho de Nélio.

7.Amelinha – Coração de Estudante (2002)

8.Lola – Kubanacan (2003)

Lola é forte, decidida e bastante independente para uma mulher dos anos 1950. Como perdeu o pai cedo, logo percebeu que não podia depender de homem para viver e está sempre tentando se desvencilhar das ordens de sua mãe, Dolores. Lola sempre cantou muito bem, e sua mãe torcia para que a filha pudesse ter uma carreira internacional, o que lhes permitiria melhorar de vida. Infelizmente, isso não aconteceu. Lola tornou-se vendedora e conheceu Enrico, com quem vive uma grande paixão. Depois de um tempo, começa a cantar, à noite, no bar do Grande Hotel Cassino. Rubi, sua irmã, é apaixonada pelo cunhado.

8.Lola – Kubanacan (2003)

9.Celinha - Toma Lá, Dá Cá (2007)

Dona de casa exemplar e cozinheira de mão cheia, Celinha é obcecada com eletrodomésticos de última geração, que compra em programas de televenda. Tem uma personalidade centralizadora e dá palpite na criação dos filhos de Mário Jorge com a mesma desenvoltura com que se incumbe da criação de Adônis, seu filho com Arnaldo.

9.Celinha - Toma Lá, Dá Cá (2007)

10.Dalva – Dalva & Herivelto (2010)

Dalva de Oliveira, batizada Vicentina, nasceu em Rio Claro, no interior de São Paulo, e, após a morte do pai, mudou-se para a capital do estado com a mãe, Alice, e as três irmãs menores. Mas foi no Rio de Janeiro que consolidou sua carreira, já ao lado de Herivelto Martins.

10.Dalva – Dalva & Herivelto (2010)

11.Carminha – Avenida Brasil (2012)

Carminha é a grande vilã da história, uma mulher fria e ambiciosa, filha de Santiago. No começo da novela, está casada com Genésio e mantém um caso com Max. Depois de viúva, manda sua enteada Rita para um lixão e se casa com Tufão, um famoso jogador de futebol. É mãe de Batata/Jorginho e Ágata, frutos de seu caso com Max. No decorrer da novela, enfrenta o plano de vingança de Rita, que agora se chama Nina. Termina a novela presa.

11.Carminha – Avenida Brasil (2012)

12.Laureta – Segundo Sol (2018)

Ao olhar de todos Laureta é uma figura extrovertida e enérgica, mas na intimidade é uma mulher solitária, amargurada e amoral, capaz de ir até as últimas consequências para conseguir o que quer. Laureta é “promoter” de eventos, figurinha carimbada da cena noturna da cidade de Salvador. Seu espectro de relacionamentos vai desde políticos, artistas famosos e empresários ricos até bandidos e figuras do submundo. A profissão de “promoter” é fachada para agenciar garotas e garotos de programa de luxo para clientes selecionados. A cafetina mantém uma parceria com Galdino, que descobre informações para que ela possa chantagear seus clientes, caso tenha uma informação valiosa sobre suas vidas. Mantém uma relação bastante complicada com Karola, a quem ajuda em troca de dinheiro.

12.Laureta – Segundo Sol (2018)

13.Thelma – Amor de Mãe (2019)

Thelma é viúva há mais de 20 anos e desde então vive exclusivamente para o filho, Danilo, mesmo ele já sendo adulto. Ela administra o restaurante português da família e preza por ser um lugar tradicional. Ao passar mal na rua e ser socorrida por Lurdes, que a leva a um hospital e se torna sua grande confidente, Thelma descobre que tem um aneurisma inoperável. Ela não conta da doença para o filho e resolve listar seus últimos desejos e correr contra o tempo para realizá-los.

13.Thelma – Amor de Mãe (2019)

Adriana Esteves é a rainha dos memes e nós podemos provar
Adriana Esteves é trollada por filho e fica congelada em filtro
Adriana Esteves sobre Thelma: ‘Distúrbios psicológicos’





Notícias Relacionadas

12/08/2020 | 08h00m - Flávia Almeida

Tony Ramos, Wagner Moura e outros famosos avessos às redes

31/07/2020 | 09h15m - Flavia Almeida

Filho de Adriana Esteves, Felipe Ricca lança novo single

31/07/2020 | 06h00m - Giovanna Prisco

Cinco motivos para ver a reprise de Toma Lá Dá Cá



Instagram

Instagram

OFuxico