Imprimir

Notícias

26/08/2020 | 08h30m - Publicado por: Marcelo Mendes Barroso | Foto: Reprodução Instagram

Alcione revela como ficaria sem suas unhas postiças: ‘Me sentiria despida’

Cantora conta que faria show particular para Denzel Washington

Alcione revela como ficaria sem suas unhas postiças: ‘Me sentiria despida’ - Reprodução Instagram

Alcione foi entrevistada para Joyce Pascowitch. A cantora, de 72 anos de vida e 50 de carreira, participou de um ping-pong e contou algumas curiosidades suas. Confira trechos da matéria!

Primeiro revelou como seria se não pudesse usar unhas postiças, sua marca registrada:

“Não seria Alcione, me sentiria despida. E não gosto de nudes”, brincou.

E para quem gostaria de fazer um show particular, ela não pensou duas vezes em dar um nome bem conhecido:

“Para um bofe bem lindo, tipo Denzel Washington.”

As lives que se tornaram uma marca registrada neste período de isolamento social. Sobre fazer um show sem plateia, a eterna Marrom disse que aprova:

“É uma forma de “encontrar” com as pessoas. Estou ávida por cantar e conversar com os fãs. Acho uma iniciativa saudável e uma solução para este momento”, disse.

Alcione também espera ansiosa a volta das apresentações ao vivo para mostrar seu mais recente trabalho Tijolo por Tijolo.

Sobre seus bem vividos anos, comentou o que poderia ter mudando no começo de sua jornada:

“Teria aderido mais cedo aos preceitos da espiritualidade. Ela me trouxe mais paciência e tranquilidade no trato com as pessoas e situações. Mas não tô fazendo vestibular pra santa não, tá?”, brincou. E emendou revelando como está sendo envelhecer: 

“A velhice não traz apenas cabelos brancos, mas a fundamental maturidade. O importante é estar ativa, ser saudável e ter qualidade de vida” e falou forma de morrer, se pudesse escolher: “em paz...”

Empoderamento

Alcione deu seu ponto de vista sobre o empoderamento feminino e que aprendeu, desde cedo a ser uma mulher livre:

“Fui educada para ser independente. Meus pais me ensinaram que não nascemos com chicotes nas costas, e não deveríamos depender de homem nenhum para sobreviver. Nós, mulheres, não queremos ser iguais aos homens. Queremos, sim, igualdade de direitos”, revelou.

Pandemia

E para finalizar, teceu seu ponto de vista sobre o momento de pandemia do coronavírus que vivemos:

“Tudo passa, e essa pandemia não será diferente. Tenho elevado meus pensamentos a Deus, rezado pelos meus e pelas famílias de todo o planeta, que está sendo assolado por esse vírus. Depois que anoitece, tudo tem que clarear. Não há mal que dure para sempre”, profetizou.

Alcione já foi expulsa de escola quando professora. Entenda!





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico