Imprimir

Notícias

29/04/2012 | 11h21m - Publicado por: O Fuxico | Foto: Ag.News

Alexandre Borges e Mr. Catra trocam confidências sobre infidelidade

Na ficção, Borges vive um mulherengo, papel que Catra adora afirmar que é seu na vida real

Alexandre Borges e Mr. Catra trocam confidências sobre infidelidade - Ag.News

Alexandre Borges, ator, 46 anos, casado há 19 com a também atriz Júlia Lemmertz, pai de Miguel, de 12 anos, e padrasto de Luiza, de 24. Wagner Domingues da Costa, o funkeiro Mr. Catra, 43 anos, casado há 17 com Silvia Regina, de 32, e há 4 com Sara, de 22, e pai de 21 filhos. A convite da revista Canal Extra, suplemento do jornal Extra, o intérprete do trígamo Cadinho, de Avenida Brasil, novela do horário nobre da Globo, se encontrou com o polígamo assumido, da vida real, para um bate-papo sobre casamento, mulheres, traição, amor e sexo.

Para Catra, os homens traem porque não se pode ir contra a natureza...

"Sobrenatural, só Deus. Nasce muito mais mulher, morre muito mais homem. Imagina se elas tivessem o mesmo apetite, a mesma necessidade de sexo que a gente? A ficção devia tratar esse assunto com um pouco mais de respeito... Não é safadeza. Se uma mulher ama um homem, ela quer o melhor para ele: a melhor posição, o melhor emprego... e tem que querer a melhor mulher pra ele também. De coração: ela sabe que ele vai ter outra na rua, isso é óbvio", disse o funkeiro.

 +ALEXANDRE BORGES VAI SE ENVOLVER COM 3 MULHERES EM NOVELA

 Alexandre saiu na defensiva.

"Não sei, mas geneticamente é comprovado que, desde a época das cavernas, o homem tem a necessidade de espalhar o sêmen, dar continuidade à espécie", destacou.

 Catra explicou ainda que são suas mulheres quem o escolhem...

"Eu não escolhi, foram elas que me escolheram. E o que faz delas oficiais é a atitude. Uma mais pela atitude com a família e a outra pela atitude consigo mesma, por ter se superado. Com uma (Silvia), eu tenho um relacionamento de 17 anos, morando junto. A outra (Sara) era minha amiga, conheço há uns quatro anos. Mulher não gosta de dinheiro, gosta é de segurança. Se você der segurança, ela come arroz, feijão e ovo, e dorme no papelão com você", diz.

Alexandre falou sobre sua visão do chamado casamento aberto.

"O que eu penso é que só a verdade liberta. E cada um tem que buscar a sua verdade, tem que ser sincero e corajoso pra isso. O homem não tem que ter a obrigação de ter várias mulheres. Se com apenas uma relação ele se satisfaz, ótimo. A felicidade não vai vir pelo número, mas de você ser sincero consigo mesmo e com a sua parceira. Sentiu que bateu algo diferente com outra? Chega e conversa. É muito mais correto. Ninguém é perfeito, o ciúme pode acontecer, mas o jogo está aberto. Eu estou feliz do meu jeito com a Júlia", disse.

O ator, contudo, não nega: sente-se atraído por outras mulheres.

"Sim, no sentido de me sentir bem ao lado delas, mais do que com amigos homens. Homem e mulher são opostos, e opostos naturalmente se atraem. Às vezes, você joga um charme inconscientemente, é genético. Você não pode se trancar no seu casamento, se policiar, e não mais conseguir olhar no olho de outra mulher, elogiar, sair pra conversar com elas", disse.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico