Imprimir

Notícias

12/04/2020 | 06h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Amber Heard pode parar atrás das grades por mentiras

A atriz fez uma campanha de difamação contra Johnny Depp

Amber Heard pode parar atrás das grades por mentiras - Reprodução/Instagram

Amber Heard poderia ser presa por apresentar falsas provas e testemunhos contra Johnny Depp, revelou o jornal International Business Times.

A atriz afirmou que tinha machucado os olhos na noite antes de aparecer no The Late Show with James Corden em 2015, supostamente por causa do ator. Porém, a estilista da atriz, Samantha McMillen, assegurou que nesse dia ela não tinha nenhum machucado.

"Durante o dia 16 de dezembro de 2015 pude ver claramente que Amber Heard não tinha marcas visíveis, contusões, cortes ou lesões no rosto ou em qualquer outra parte do seu corpo", disse McMillen.

Johnny Depp já tinha declarado anteriormente que sua ex havia 'pintado as marcas' no rosto para conseguir uma ordem de afastamento.

Johnny está processando Amber em US$ 50 milhões em danos morais e difamação.

Eles trocaram acusações amargas. Ele alegando que sua ex abusou dele, ao invés do contrário, e a atriz de Aquaman alegando que Johnny tem problemas com álcool e drogas.

Caso descubram que Heard apresentou algum testemunho ou prova falsa, ela pode enfrentar uma ação penal, justificam os advogados do ator.

Johnny Depp abriu um processo contra sua ex-mulher Amber Heard por difamação, já que ela escreveu um artigo para o jornal Washington Post, no qual ela falava sobre a violência doméstica que teria sofrido pelas mãos do ex-marido. O astro de Hollywood pede US$ 50 milhões (R$ 250 milhões).

Pensando em um contra-ataque, Amber Heard apresentou um recurso para que o processo de difamação contra ela fosse arquivado, mas o juiz negou e decidiu que o caso deve continuar.

De acordo com o portal Deadline, o juiz Bruce White, do estado da Virginia, nos EUA, enviou uma carta para os advogados de ambos os lados:

"O advogado Demurrer tem sua defesa mantida na quarta afirmação, mas teve as outras três negadas. Além disso, o recurso do advogado quanto ao estatuto de limitações foi negado. O conselho deve preparar uma Ordem refletindo a decisão do tribunal e encaminhar essa Ordem para o tribunal para constar".

Em resposta, o advogado de Amber declarou: "A decisão de hoje deixa para o júri decidir o significado da opinião da Sra. Heard e a verdade no que ela disse. Como dissemos desde sempre, os tribunais têm mecanismos fortes para determinar a verdade... Aqui, continuamos confiantes de que a Sra. Heard prevalecerá no julgamento quando o júri for apresentado a evidências na questão que o Tribunal identificou - ou seja, se a Sra. Heard foi abusada por Sr. Depp”.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico