Imprimir

Notícias

03/08/2020 | 08h00m - Publicado por: Miguel Arcanjo Prado | Foto: Divulgação

Ana Beatriz Nogueira faz 35 anos de carreira: 'Força imensa'

Reservada na Globo, atriz está em cartaz no teatro digital: 'Não desistir é a mensagem'

Ana Beatriz Nogueira faz 35 anos de carreira: 'Força imensa' - Divulgação

Atriz disputada por grandes autores por conta do talento que sempre imprime em suas personagens, Ana Beatriz Nogueira chega aos 35 anos de carreira com um espetáculo de teatro digital. Ela adaptou o solo Tudo o Que Eu Queria te Dizer, com texto da escritora Martha Medeiros e direção de Victor Garcia Peralta.

Na TV, Ana Beatriz já está reservada para fazer a novela das 21h da Globo, Em Seu Lugar, de Licia Manzo, com estreia prevista para 2021. Após ser um dos destaques da novela O Sétimo Guardião, de Aguinaldo Silva, na pele de Ondina, ela teve seu contrato renovado com a Globo por três anos.

Em quarentena, segue bastante cuidadosa devido à sua esclerose múltipla benigna, e espera as orientações da emissora sobre o futuro da trama para a qual está escalada.

Em conversa com o jornalista Miguel Arcanjo Prado, a atriz se define como “uma dinossaura”, quando o assunto são as novas tecnologias, mas revela que está “aprendendo muito” neste “momento extremamente delicado” que vivemos por conta da pandemia.

“Tenho a preocupação de que esta transmissão chegue às casas com uma qualidade, uma preocupação que eu jamais imaginei, então, até isso estou aprendendo. Eu acho que a gente está em movimento e acho que herdamos, vamos herdar, alguma coisa deste streaming pelo seu caráter inclusivo e democrático quando voltar o nosso público, se Deus quiser, não há de demorar tanto assim”, espera.

Ana Beatriz Nogueira vence o Urso de Prata de Melhor Atriz no Festival de Berlim em 1987

Sobre completar 35 anos de careira, a atriz que fez história ao vencer o Urso de Prata do Festival de Berlim em 1987 aos 20 anos por sua atuação no filme Vera, diz o seguinte:

“Estar completando 35 anos de carreira e fazendo teatro, ainda que através de uma telinha, telona, tablete, me deixa orgulhosa de que a gente tem uma força imensa. E nem que tenhamos que inventar a 9ª arte, como citou [o diretor teatral] Aderbal Freire Filho na Folha de S.Paulo, se precisar a gente inventa, mas o teatro não para”.

Questionada sobre quais personagens guarda carinho nesta longa trajetória, ela responde.

“É difícil responder, eu guardo muito carinho por tantas personagens, desde aquela que me apresentou às pessoas profissionalmente que é a Vera do filme ‘Vera’, que me deu tantas alegrias, tantos prêmios, inclusive o Urso de Prata no Festival de Berlim, até a última personagem que eu fiz no teatro, na peça Um Dia a Menos, que é a Margarida Flores, que a Clarice Lispector escreveu”, diz.

“É difícil para eu enumerar, então, fui a duas pontas aqui, numa ponta de cinema, noutra ponta a última peça que fiz, e no meio do caminho 35 anos de labuta, juro que é difícil eu escolher personagens”, confessa. 

Ana Beatriz Nogueira na peça Tudo Que Eu Queria Te Dizer, agora no teatro digital

A atriz vê no ambiente virtual uma forma de seguir “desenvolvendo seu ofício” e “afirmando sua vocação”. “É uma afirmação de que essa arte milenar não morre nunca e que, de fato, sou completamente apaixonada pelo que eu faço. Eu não desisto, eu sigo o exemplo do teatro, não desisto”, pontua.

Trabalhar neste novo projeto ajudou a atriz a superar “a apatia somada à perplexidade” que lhe tomou nos primeiros meses dessa pandemia, nos quais todos passamos a conviver com o medo do contágio pelo coronavírus. “Acho que fiquei nesse ‘modo assustada’ durante quase dois meses”, revela a artista carioca.

Mas, resolveu que era momento de se movimentar em algo novo. “Agora estou saindo pela primeira vez, apenas para ir até o teatro , entrar por trás, fazer a peça no palco e voltar para o meu carro; e isso é o que eu posso fazer agora”, fala.

Ela revela estar com a cabeça fervilhante em criação.

“Tem ainda os projetos que estou criando, que eu tenho criado, a me expor, dar a cara a tapa às novas experiências, começar a cobrar algo, ainda que sempre dirigindo parte, ou até tudo a algum lugar ou um grupo de pessoas que estejam precisando muito de ajuda, eu prefiro fazer isso do que aquela apatia que eu estava”, fala, antes de concluir. “Não desistir é a mensagem em si, então assistam à peça comigo todos os sábados de agosto, às 18h. Tenho certeza que mesmo de longe ouvirei os aplausos”.

TEATRO DIGITAL
Tudo Que Eu Queria Te Dizer, com Ana Beatriz Nogueira

Quando: Sábados 1, 8, 15 e 22 de agosto, às 18h
Ingressos: na plataforma Sympla
 

Globo pode estrear nova novela das nove só em 2021

Alinne Moraes e Ana Beatriz Nogueira recebem famosos em peça





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico