Imprimir

Notícias

30/05/2020 | 23h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Após escândalo, Olivia Jade volta a se reconectar com amigos

Agora que os pais aceitaram sua culpa na fraude de admissão da universidade, a youtuber se sente aliviada...

Após escândalo, Olivia Jade volta a se reconectar com amigos - Reprodução/Instagram

A youtuber Olivia Jade Giannulli, filha da atriz Lori Loughlin, está lentamente voltando a reconstruir seus relacionamentos após os pais mudarem seu pedido de inocentes para culpados, na fraude de admissão da Universidade do Sul da Califórnia (USC). E segundo a revista US Weekly, a ex-estudante voltou  se reconectar com seus colegas da faculdade agora que se sente 'mais aliviada' de ver que finalmente a situação está sendo enfrentada pelos pais.

Uma fonte contou à publicação: "Durante toda essa provação, Olivia estava distante de suas amigas da irmandade e de certas pessoas com quem estava próxima antes da notícia. Seus ex-amigos não tinham certeza se isso se baseava em aconselhamento jurídico ou no fato de ela se sentir envergonhada demais para enfrentar seus velhos amigos. Agora, Olivia está mais aberta a se comunicar com eles e a reavivar essas amizades", justifica o informante.

Aparentemente sua relação com a mãe e o pai Mossimo Giannulli também melhorou quando eles resolveram assumir sua responsabilidade. O casal foi acusado de pagar propinas para garantir que Olivia Jade e sua irmã, Bella Rose Giannulli, fossem admitidas na Universidade do Sul da Califórnia.

"Olivia Jade está realmente orgulhosa de sua mãe por se declarar culpada", diz a fonte. "Isso tirou um peso de seus ombros, sabendo que seus pais terão que enfrentar as consequências de suas ações e ela também.".

Olivia Jade, que tem quase 2 milhões de inscritos no YouTube, ficou em silêncio nas mídias sociais após a prisão de seus pais em março de 2019. Nove meses depois, ela fez um breve retorno ao YouTube, mas parou de postar pela segunda vez depois de fazer dois vídeos em dezembro.

Acordo e prisão

Segundo a revista US Weekly, Lori Loughlin aceitou o acordo do juiz que cuida de seu caso de fraude à universidade, e outras acusações como lavagem de dinheiro. Lori e o marido Mossimo Giannulli finalmente concordaram em se declarar culpados por seu papel no escândalo de admissão na faculdade, e devem passar dois meses na prisão.

As filhas do casal, Isabella Rose Giannulli, de 21, e sua irmã influencer, de 20 anos, Olivia Jade Giannulli, ficaram devastadas com a decisão e temem pela segurança e saúde mental da mãe. Uma fonte declarou à revista que elas se sentem culpadas pelo que está acontecendo porque sabem que os pais participaram da fraude por amor a elas:

"Olivia e Bella ficaram arrasadas quando Lori e Mossimo disseram que se declarariam culpados (...) As meninas estão passando muito mais tempo na casa dos pais recentemente e estão se tornando uma família muito mais próxima agora", justifica a fonte.

A estrela de 'Full House' e seu marido designer de moda, deveriam ser julgados em outubro sob a acusação de que pagaram US$ 500 mil (R$ 2,7 milhões) para que as filhas fossem admitidas na prestigiada USC - Universidade do Sul da Califórnia - como recrutas de equipes de remo, apesar do fato de que nenhuma das meninas havia competido no esporte.

Se condenados, cada um tinha que enfrentar até 40 anos de prisão, por isso decidiram aceitar a culpabilidade e passar alguns meses atrás das grades e cumprir uma série de regras. No caso de Lori, dois meses presa, além de 100 horas de serviço comunitário e pagar uma multa de US$ 150 mil (R$ 832 mil), e seu marido cinco meses de prisão, uma multa de US$ 250 mil (R$ 1,3 milhão) e 250 horas de serviço comunitário, de acordo com documentos judiciais.

Apesar do casal estar ansioso para colocar um ponto final no processo para seguir com sua vida, o juiz ainda não aceitou o acordo.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico