Imprimir

Notícias

14/09/2020 | 14h00m - Publicado por: Flávia Almeida | Foto: Divulgação/Netflix

Ator acusa estúdio de racismo e deixa série

Jeremy Tardy estava em Cara Gente Branca desde a sua estreia

Ator acusa estúdio de racismo e deixa série - Divulgação/Netflix

Baixa no elenco da série Cara Gente Branca (Dear White People). O ator Jeremy Tardy deixou a atração e não retornará para a quarta e última temporada. Em suas redes sociais, o artista contou que foi vítima de discriminação racial na Lionsgate, estúdio que produz a atração. Ele, que estava desde a primeira temporada, disse que teve todas as suas propostas durante as negociações de reajuste salarial.

“Essa notícia foi perturbadora porque um dos meus colegas brancos – um verdadeiro aliado – revelou que ele também recebeu a mesma proposta salarial, mas conseguiu uma contraproposta. Meu time falou isso para a Lionsgate e os produtores mantiveram a decisão”, escreveu.

Jeremy contou que seis colegas do elenco se solidarizaram e rejeitaram, como um grupo, a proposta salarial, a fim de negociarem melhores acordos.

“No entanto, nosso poder de barganha coletivo foi prejudicado com ofertas de acordos paralelos e falta de transparência. Essas táticas levaram alguns indivíduos a aceitarem reajustes antes do grupo conseguir termos de negociação justos e equiparados.”

Críticas à Netflix e a Lionsgate

O ator expressou sua insatisfação não apenas com a Lionsgate, mas também com a Netflix.

“Tiveram posturas vergonhosas de discriminação racial, com histórico de desvalorizarem e menosprezarem pessoas de cor. O fato de isso ter acontecido nos bastidores de um show que propõe falar sobre os problemas sistêmicos do racismo mostra a epítome da hipocrisia”, disse.

Ao final do desabafo, ele deu indícios de que vai acionar a justiça.

Confira cinco documentários sobre cantoras Pop em produção

“Lionsgate. Netflix. Eu vejo vocês. Nós vemos vocês.”

Representantes da Netflix afirmaram à publicação que as questões envolvendo o assunto são de responsabilidade da Lionsgate. Ao Entertainment Weekly, a Lionsgate afirmou que tudo não se passou de uma negociação contratual rotineira.

“A Lionsgate está comprometida a dar tratamento igual a todos os seus talentos, independentemente de raça, gênero, idade ou orientação sexual. Estamos muito orgulhosos de Cara Gente Branca e seu lugar no debate nacional sobre igualdade racial e justiça social. Estamos ansiosos para iniciar a produção em sua quarta temporada.

Netflix vai produzir minissérie sobre Ayrton Senna

Príncipe Harry e Meghan vão produzir conteúdo para a Netflix







Instagram

Instagram

OFuxico