Imprimir

Notícias

10/04/2020 | 07h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Billie Eilish comenta sobre o dia a dia na quarentena

A cantora confessou que gosta de estar sozinha

Billie Eilish comenta sobre o dia a dia na quarentena - Reprodução/Instagram

Billie Eilish está curtindo a quarentena com a família e, aparentemente, está 'emocionada' por estar em isolamento social dessa maneira.

A cantora confessou ao podcast 'Telekom Electronic Beats' que não teve problemas em aceitar medidas de distanciamento social para ajudar a conter a disseminação do coronavírus.

A artista de 18 anos assegura que está 'muito feliz' por ficar em casa com seus pais Maggie Baird e Patrick O'Connell, nesses momentos duvidosos.

"Gosto muito de ficar sozinha. Sinto que todos na Internet estão no FaceTime o dia todo com seus amigos. Amo meus amigos, mal posso esperar para vê-los, sinto muita falta deles, mas, ao mesmo tempo, estou bem. Estou bem por estar sozinha. Gosto de estar sozinha", justifica.

Mas Eilish revelou que recentemente adotou dois filhotes de pit bull - Miss Mardy e Jim - para lhe fazer companhia, e ela afirmou que durante essa quarentena, os cãezinhos a mantêm 'muito ocupada'.

Billie Eilish comemora vitória no Grammy com colar luxuoso
Billie Eilish abre show com vídeo poderoso sobre aparência

Coronavírus no Brasil

 

O coronavírus teve uma disseminação bastante rápida. No Brasil, muita gente já foi infectada e há muitos registros de mortes.

No país foi decretado estado de emergência e ocorreu a recomendação do fechamento de lojas, shoppings, clubes e academias, além da conscientização e proibição do uso de praias, parques, teatros, shows, etc.

Em São Paulo, o governo do Estado recomendou o cancelamento de eventos de lazer, culturais e esportivos, com mais de 500 participantes. Também determinou a suspensão imediata das aulas em universidades públicas e em escolas da rede pública e privada.

 

China e Coreia do Sul

 

A China afirmou ter uma queda na quantidade diária de casos novos de coronavírus. Em Pequim, capital do país, foram reforçadas as medidas para combater a quantidade de infectados vindos do exterior. A Comissão Nacional de Saúde informou que os casos da China envolveram viajantes vindos do exterior, muitos deles estudantes chineses que voltavam para casa.

A Coreia do Sul também teve uma queda em relação a novos casos, desde o pico, que aconteceu no dia 29 de fevereiro. Tal queda levou mais esperança de que, o maior surto asiático fora da China, esteja recuando. Por lá, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia (KCDC) seguem acompanhando todos os casos.

Leia mais sobre o coronavírus no mundo clicando aqui

 

O que é o Coronavírus

 

O Sars-Cov-2 é o mais novo integrante de uma família já conhecida. Ela é formada por vírus que tiveram origem em animais silvestres. Alguns deles infectaram humanos e já causaram outras epidemias. Coronavírus é o nome de uma família desses vírus. O nome vem por conta dos mesmos terem suas estruturas em formato de coroa. Eles costumam circular entre animais, como roedores e morcegos. Mas a doença começou a afetar humanos também. O vírus causador sofre mutações espontâneas e aleatórias, por isso ainda não há uma medicação certeira para combater a doença.

São eles os responsáveis por infecções respiratórias e já provocaram outras doenças.

 

Como o coronavírus começou a circular

 

O novo coronavírus começou a circular na China em 2019, ganhando um nome temporário de 2019 n-Cov. Depois, ocorreu o “batismo” oficial: SARS-CoV-2, sigla do nome completo em inglês: Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2 (em tradução livre: Síndrome Respiratória Aguda Grave Coronavírus).

De acordo com uma pesquisa, 80% dos infectados são leves e a taxa de mortalidade está entre pessoas idosas. Isso além de portadores de outras doenças, principalmente as cardiovasculares, que podem contrair a versão crítica da Covid-19.

Saiba mais sobre o coronavírus clicando aqui.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico