Imprimir

Notícias

03/05/2020 | 13h36m - Publicado por: Julia Teixeira | Foto: Reprodução/YouTube/ABC

Brad Pitt assina petição para proteger indígenas do coronavírus

Outras grandes estrelas, como Meryl Streep, também estão apoiando iniciativa do renomado fotógrafo Sebastião Salgado

Brad Pitt assina petição para proteger indígenas do coronavírus - Reprodução/YouTube/ABC

Vários artistas fizeram questão de assinar um manifesto criado pelo renomado fotógrafo Sebastião Salgado, para que os poderes Legislativo, Judiciário e Executivo intervenham e evitem um extermínio indígena, por conta da pandemia do novo coronavírus.

A progressão da Covid-19 nas regiões ocupadas pelos índios, principalmente na Amazônia, tem chamado a atenção de diversas entidades e do Ministério Público Federal.

Além de grandes nomes nacionais, como Chico Buarque e até Gisele Bundchen, artistas internacionais estão participando de tal movimento.

Richard Gere, Brad Pitt, Meryl Streep, Paul McCartney, Glenn Close e Madonna já assinaram tal importante petição, que, aliás, deve ser disponibilizada online, por meio do site Avaaz, para novas adesões.

“A situação é muito grave. Se o coronavírus chegar às comunidades indígenas, será um genocídio, porque elas não têm os mesmos anticorpos que possuímos para as doenças europeias, de brancos. A responsabilidade do Brasil será muito grande se isso ocorrer, e o país será levado às cortes internacionais por não ter tomado posição em relação a populações em perigo, julgado e condenado”, afirmou Sebastião Salgado, sobre o assunto, segundo o site da Época Negócios.

“Fernando Meirelles produziu um curto vídeo, com cerca de 20 fotografias de índios, para ser usado nas redes sociais. Gisele Bündchen vai ajudar também a divulgar entre seus seguidores. Vamos lançar em vários países. Tenho grande esperança de que isso possa viralizar e que leve a uma real e séria preocupação nacional”, complementou ele.

 

Coronavírus: como a doença afetou o mundo dos famosos
 

  • Ao redor do mundo a cada dia aumenta o número de casos de celebridades afetadas pelo Covid-19
  • Preta Gil contraiu o vírus depois de cantar no casamento de Marcela Minelli, irmã de Gabriela Pugliesi.
  • Fernanda Paes Leme e a própria Gabriela e sua irmã Ornella Minelli. também foram infectadas no casamento.
  • Programações de TV, produção e estreias no cinema e várias turnês e grandes eventos já foram cancelados.
  • Famosos se mobilizam ao redor do mundo fazendo doações para combater a pandemia.

     

Nota do editor: essas informações eram precisas no momento desta publicação. Continuamos a atualizar nossa cobertura de coronavírus à medida que aprendemos mais. Navegue com frequência em nosso site para obter as informações mais atualizadas.

Estrelas de Hollywood, atletas e membros da realeza representam um pequeno número dos mais de 1.000.000 de casos de coronavírus registrados em todo o mundo até o momento. Dada a rapidez com que o novo vírus se espalhou, são muitos os famosos que se declararam infectados, incluindo Tom Hanks, que foi a primeira celebridade a divulgar seus resultados positivos nos testes, o Príncipe Charles, além dos brasileiros Di Ferrero, Preta Gil, Dinho Ouro Preto, Leandro Lehart, Felipe Simas, entre outros. O primeiro ministro britânico Boris Johnson foi o primeiro líder mundial a contrair o vírus. De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, “o coronavírus se espalha principalmente de pessoa para pessoa ”, com sintomas que variam de febre, tosse e falta de ar.

Lollapalooza é adiado por conta do coronavírus

O nome coronavírus tem sido bastante pronunciado ultimamente. Ele foi “batizado” dessa maneira porque tem sua estrutura em formato de coroa. O vírus causador sofre mutações espontâneas e aleatórias, por isso ainda não há uma medicação certeira para combater a doença.
 

Saiba tudo sobre o coronavírus

Uma das prevenções mais eficazes contra o COVID-19 é lavar bem as mãos, incluindo dorso, embaixo das unhas e antebraço, usar álcool gel nos mesmos lugares, imediatamente após a lavagem. O álcool gel forma uma camada protetora e o vírus não resiste a ele, portanto, não consegue se fixar na superfície do corpo. Assim, evita-se de levar o vírus à mucosas. 

Coronavírus atrapalha grandes estreias do cinema

O coronavírus teve uma disseminação bastante rápida em várias partes do mundo, onde além de muita gente infectada, ocorreram várias mortes. A pandemia (enfermidade epidêmica amplamente disseminada) agiu rapidamente no mundo dos famosos também, infectando nomes bem conhecidos por todos nós.

Saiba quais celebridades brasileiras foram infectadas pelo coronavírus clicando aqui
Saiba quais celebridades internacionais contraíram a COVID-19 clicando aqui





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico