Imprimir

Notícias

08/05/2020 | 09h29m - Publicado por: Luigi Civalli | Foto: Reprodução/Instagram

Bruno Gagliasso dispara: ‘Regina Duarte, que vergonha de você’

Ator foi apenas um dos artistas que reclamaram das atitudes da Secretária de Cultura em entrevista à CNN

Bruno Gagliasso dispara: ‘Regina Duarte, que vergonha de você’ - Reprodução/Instagram

Na tarde da última quinta-feira (7), Regina Duarte, Secretária de Cultura do governo Bolsonaro, deu uma entrevista exclusiva à CNN, mas o que tinha para ser uma conversa, terminou sendo uma entrevista sendo interrompida devido a um desentendimento entre Regina Duarte e os jornalistas do canal.

Bruno Gagliasso conta reação ao saber da gravidez de Ewbank

Durante a entrevista à CNN, a secretária minimizou a tortura durante o regime militar, cantarolou a canção Pra Frente Brasil, que foi hino da Copa do Mundo de 1970 e que virou campanha da ditadura na época e, por fim, se recusou a ouvir uma declaração dada por Maitê Proença, também atriz, criticando as posturas de Regina no cargo.

Gagliasso homenageia Gio Ewbank na semana do Dia das Mães

Um dos artistas que não gostaram nada do que viam foi Bruno Gagliasso. No Twitter, o ator revelou que sentia vergonha de Regina Duarte pelas atitudes.

Gio Ewbank sobre Titi: 'Primeiro encontro foi como o parto'

“Essa senhora está a serviço de quem? Tratando torturados e mortos na ditadura como vidas que se perdem em mortes naturais? A quem ela pensa representar além desse governo de monstros? Regina Duarte, que vergonha de você”, escreveu.

 

No Instagram, Bruno Gagliasso seguiu fazendo críticas para Regina Duarte, dizendo que “não dava para desculpar o deboche da secretária com os torturados pelo Estado” na época da Ditadura.

“Não dá para desculpar não, Regina. Não dá para desculpar o seu deboche com torturados pelo Estado, sua naturalização da barbárie. Não dá para desculpar sua arrogância ao dar de ombros às minorias, esquecendo-se que a senhora é parte do governo e tem a obrigação de trabalhar para todos, não apenas sua pretensa maioria. Não dá para desculpar seu silêncio, sua falta de projetos, a forma como você trata os trabalhadores do audiovisual brasileiro. Não dá para desculpar sua falta de diálogo com a categoria, a sua estupidez com jornalistas e ex-colegas de trabalho. Não dá para desculpar a preferência que a senhora tem por ditadores, genocidas, irresponsáveis, gente sem compromisso com a verdade e com a vida. Não dá para desculpar os 9.146 corpos que estão enterrados com uma pá de descaso do seu governo. Não dá para desculpar todos esses caixões que a senhora desenterra e carrega nas costas junto com seu governo e com sua ideologia monstruosa. Não dá para te desculpar, Regina. Não dá para desculpar”, criticou.

Giovanna Ewbank vai às lágrimas com Thelminha: ‘Inspiradora’





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico