Imprimir

Notícias

19/06/2020 | 11h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Caitlyn Jenner faz terapia para aceitar melhor o corpo

As mudanças com o passar do tempo não agradam muito a celebridade transgênero

Caitlyn Jenner faz terapia para aceitar melhor o corpo - Reprodução/Instagram

O corpo de Caitlyn Jenner está causando problemas para a celebridade transgênero. Segundo o tabloide The National Enquirer, o pai de Kendall e Kylie Jenner não está aceitando facilmente o envelhecimento.

Caitlyn Jenner comemora cinco anos de transição de sexo

Uma fonte comentou à publicação que a reality star 'está surtando' porque sente que seu novo corpo está 'decadente':

"Ela está horrorizada com a forma que está parecendo e como se sente (...) está horrorizada com sua aparência e a transição agora é um peso para ela", afirma o informante.

"Todas as cirurgias que Cait fez, todo o trabalho e dinheiro que ela gastou na mudança de sexo há cinco anos parecem estar falhando com ela", a fonte continua. "Seu corpo e suas juntas estão rígidos, resultado de seus anos como atleta", justifica.

"Caitlyn se arrepende um pouco de não ter se aberto antes, porque estaria mais jovem para afrontar os novos desafios", explica.

O tabloide também especula que a ex de Kris Jenner estaria sofrendo com os implantes de silicone 'malfeitos' e 'cancerígenos'.

Um médico especialista, que não cuida de Jenner, Dr. Gabe Mirkin, disse à revista: "Seus braços estão cobertos de manchas despigmentadas que mostram sinais de danos por causa do sol, e se isso crescer, pode virar câncer de pele", acredita.

Sophia Hutchins nega que ela e Caitlyn Jenner são um casal
Caitlyn Jenner quer participar de novo reality show

Cinco anos de transição de sexo

Caitlyn Jenner refletiu no aniversário de cinco anos de sua transição a mulher, após viver durante 65 anos na pele de Bruce Jenner, pai de Kylie e Kendall Jenner. Em entrevista à revista People, a celebridade transgênero foi sincera sobre como sua vida mudou, após assumir sua nova identidade.

"Eu pensei que era uma grande oportunidade de mudar o pensamento do mundo... 51% das pessoas trans tentam suicídio. A taxa de assassinatos... perdemos uma mulher trans negra a cada duas semanas", disse Caitlyn.

No entanto, ela afirma que não foi recebida da maneira que desejava na comunidade LGBTQ+ e não foi convidada para eventos caritativos para angariar fundos, para os quais havia doado antes, e isso a fez sentir-se mal.

"Eles disseram que sou muito controversa. E isso doeu", refletiu Caitlyn.

"Eu acho que estava usando óculos cor de rosa. Eu pensei que poderia mudar o mundo. Agora eu sei que só posso tentar mudar uma pessoa de cada vez", explicou.

Depois de ser republicana por toda a vida, ela acrescentou que isso mudou seu pensamento de várias maneiras, identificando-se como 'economicamente conservadora, socialmente progressista': "Precisamos de igualdade para todos, independentemente de quem esteja na Casa Branca", resumiu.

"Eu amo minha comunidade. Eu realmente quero ajudar", afirmou, acrescentando que tem contribuído doando bolsas de estudo para estudantes trans e tem se concentrado na juventude trans.

"Esta é a minha jornada. Sim, é diferente de outras pessoas trans. Entendi. Mas o ponto principal é o seguinte: quando acordo de manhã, fico feliz comigo mesma", justificou.







Instagram

Instagram

OFuxico