Imprimir

Notícias

30/05/2020 | 14h18m - Publicado por: Raphael Araujo | Foto: Reprodução/Instagram/@unidosdacachorra

Cantor Evaldo Gouveia morre por complicações do coronavírus

Artista de 91 anos é responsável por sucessos como Sentimental Demais e O Mundo Melhor de Pixinguinha

Cantor Evaldo Gouveia morre por complicações do coronavírus - Reprodução/Instagram/@unidosdacachorra

Uma triste notícia abalou o brasil na última sexta-feira (29): morreu o cantor e compositor Evaldo Gouveia, aos 91 anos de idade em Fortaleza, sendo ele vítima do novo coronavírus.

A informação foi confirmada por Ulysses Gaspar, biógrafo do artista responsável por Sentimental Demais e pelo samba-enredo O Mundo Melhor de Pixinguinha, além de várias outras canções de seu repertório bastante revisitado.

Cearense de Orós, no sul do estado nordestino, Gouveia foi alçado ao sucesso ainda na era de ouro do rádio, entre 1940 e 1950. Logo o artista se tornou uma referência da Música Popular Brasileira.

Alguns dos artistas que mais interpretaram as músicas de Evaldo foramAltemar Dutra, Nelson Gonçalves, Alaíde Costa e Maysa Monjardim.

Mais famosos morreram por causa da covid-19, causada pelo novo coronavírus. Relembre quem contraiu a doença e não resistiu.

A base para a consagração do cantor no estado do Rio de Janeiro, no final da década de 1940, teve raízes na sua reputação pelo circuito de bares de Fortaleza e pelos prêmios em programas de calouros da extinta Ceará Rádio Clube, com sede na capital cearense.

Após essa fase, Gouveia ajudou na fundação do Trio Nagô, grupo com o qual ele teve um amplo circuito de showscom Mário Alves e Epaminondas Souza, e o ápice de sua carreira veio da dupla com Altemar Dutra, que já foi aclamado como “o rei do bolero” no Brasil.

O cearense levou Dutra às boates de Copacabana, no Rio de Janeiro, e o sucesso do cantor mineiro, interpretando as composições de Evaldo, levou ambos ao auge.

Vale lembrar que Evaldo Gouveia já convivia há alguns anos com as consequências de um acidente vascular cerebral (AVC), sofrido por ele no ano de 2017, quando ainda morava no Rio de Janeiro antes de voltar ao Ceará.

Gouveia estava internado em um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital São Carlos, em Fortaleza. O enterro do artista ocorreu sem velório devido à pandemia.

Que Evaldo Gouveia descanse em paz!





Notícias Relacionadas

30/05/2020 | 11h29m - Flávia Almeida

Maria Melilo segue tratamento em casa



Instagram

Instagram

OFuxico