Imprimir

Notícias

10/06/2020 | 18h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Cara Delevingne vai falar de sexualidade na TV

O programa terá formato documentário e está sendo preparado pela BBC Three

Cara Delevingne vai falar de sexualidade na TV - Reprodução/Instagram

Cara Delevingne vai revelar detalhes íntimos de seus relacionamentos em um novo documentário da emissora BBC Three, revelou o jornal The Sun. A modelo e atriz - que recentemente terminou com Ashley Benson - supostamente vai discutir sua vida amorosa em um novo programa, que vai explorar a evolução das definições de sua sexualidade e gênero.

Uma fonte disse ao jornal que este é um dos primeiros projetos de Cara com a BBC:

"É uma maravilha terem conseguido Cara, que é tão famosa. Existem muitos rumores sobre seu documentário. Os produtores esperam lançar nos Estados Unidos. Eles estão satisfeitos por Cara estar ajudando bastante, embora obviamente a produção tenha sido paralisada por causa do coronavírus. A BBC Three espera que esse seja o primeiro de muitos projetos que poderão fazer com ela".

As especulações sobre a série surgiram após a modelo admitir que nunca pensou que precisaria se revelar como pansexual.

A estrela de Carnival Row falou abertamente sobre ser pansexual - quando se sente atraída pela pessoa, independente de seu gênero - após 'sair do armário' em 2018, mas não achou que precisaria rotular sua sexualidade, porque é parte de quem ela é.

"Eu nunca achei que precisaria falar disso. Foi tipo, 'É quem eu sou. Só para vocês saberem'", afirmou.

Pansexualidade

 

Cara Delevingne decidiu falar mais sobre sua identidade de gênero 'pansexual' em uma nova entrevista com a revista Variety. E disse que decidiu se assumir dessa maneira, após uma ligação estranha que recebeu do ex-produtor de Hollywood, hoje condenado como predador sexual, Harvey Weinstein.

A modelo e atriz, de 27 anos, acusou Harvey anteriormente, que recebeu uma sentença de 23 anos na prisão por abuso e estupro, de assediá-la em um quarto de hotel, e por dizer que ela deveria encontrar um 'namorado de aluguel', ou seja, um namorado de mentira para esconder que ela saía com mulheres.

Em conversa com a Variety, da qual é capa do mês, Cara revelou sobre a 'ligação horrível' que recebeu do predador sexual e que depois disso, ela decidiu que precisava ser mais aberta sobre a sua sexualidade, descrevendo-se agora como uma 'pansexual'.

A chamada 'pansexualidade' tem como definição uma 'orientação sexual humana, que pode ser uma atração romântica ou sexual sobre outras pessoas, independentemente do seu gênero ou sexo'.​​

Sobre a experiência que teve com Harvey, ela contou:

"Para mim, a ideia de ter um namorado falso... dizer que eu não podia ficar com uma mulher e ser atriz - eu ouvi falar sobre isso antes - eu fiquei tão desanimada com isso (...) Você fala com o cara e ele diz, 'Vou fingir estar com você, mas não te amo'?...  Eu percebi que quanto mais era empurrada em direção a isso, mais eu precisava ir para o outro lado", justifica.

Cara Delevingne confessa que não pode se catalogar de uma única maneira:

"A coisa está comigo, eu mudo muito. Eu me sinto diferente o tempo todo. Alguns dias me sinto mais feminina. Alguns dias me sinto mais como um homem. Eu sempre vou permanecer, eu acho, pansexual (...) Eu me apaixono pela pessoa e é isso. Sou atraída pela pessoa", explica.

Cara Delevingne e Ashley Benson terminam namoro, diz revista
Cara Delevingne defende a ex Ashley Benson de críticas
Robert Pattinson é declarado o 'Homem mais bonito do mundo'





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico