Imprimir

Notícias

07/05/2014 | 10h11m - Publicado por: O Fuxico | Foto: Ag.News

Carla Diaz interpreta uma mãe na telinha

Atriz está morena para viver personagem

Carla Diaz interpreta uma mãe na telinha - Ag.News

Carla Diaz garante que ainda hoje ouve o bordão “Eu quero muito ouro. Inshalá!”. E olha que já se vão 13 anos do papel mais marcante da carreira da atriz: a pequena Khadija, de O Clone, trama de Gloria Perez exibida com enorme sucesso na Globo.

Apesar de ter ficado marcada pela personagem, Carla, de 23 anos, afirma que se sente tranquila em relação a personagens mais maduros e reaparece na telinha em Milagres de Jesus, na Record.

“Não me dava medo (de não ser chamada). Tudo vem no seu tempo. Por conta do meu físico, posso interpretar tanto uma personagem mais velha quanto mais nova, explica a atriz em entrevista à coluna Controle Remoto, do jornal O Globo.

Assim como na época de O Clone, Carla pintou o cabelo louro de preto para participar da série.

"Foi pelo personagem. Eu me olho no espelho e vejo a Keila. Mas talvez até mantenha assim” .

No episódio que vai ar nesta quarta-feira (7), a nova morena se aproximará do viúvo Oséas (Bruno Padilha) e o ajudará a cuidar do filho dele, Auzate (Pablo Mothé), que está possuído. Dessa relação, nasce um amor verdadeiro.

“Esta é uma personagem à frente do seu tempo. Naquela época as mulheres eram submissas, mas Keila não é assim. Ela assume a função de madrasta nessa família”, conta a jovem, que também sonha ter filhos.

“Amo crianças”.

Na expectativa para voltar à tevê (sua última participação foi em Rebelde, em 2011), Carla brinca.

“As pessoas vão gostar de me ver um um papel mais maduro. A Keila vai dar certo. Inshalá!”.

Carla Diaz e Guilherme Leicam curtem show de Valesca Popozuda em São Paulo





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico