Imprimir

Notícias

26/01/2021 | 11h12m - Publicado por: Flavia Almeida | Foto: Reprodução/TV Globo

Carlos Vereza processa Mário Gomes: ‘Aprendeu rápido a fabricar notícias falsas’

Veterano de 81 anos teve seu nome envolvido em áudio que viralizou na web

Carlos Vereza processa Mário Gomes: ‘Aprendeu rápido a fabricar notícias falsas’ - Reprodução/TV Globo

Foi parar na justiça o vazamento de um áudio de uma conversa entre Mário Gomes e Carlos Vereza. Na última sexta-feira (22), o áudio em questão tomou conta dos aplicativos de mensagens. Nele, Mário Gomes diz que a falta de oxigênio nos hospitais de Manaus foi culpa de “inimigos de Bolsonaro”. Mário, então, cobra explicações de Vereza, que supostamente apoiaria Luciano Huck numa provável candidatura à presidência.

Logo que soube que o áudio havia vazado, mas que sua voz não era ouvida, Carlos Vereza cobrou uma retratação do colega, que se desculpou dizendo que só havia passado para cinco pessoas de confiança e não sabia o que aconteceu. Mas não houve retratação.

Na segunda-feira (25), Carlos Vereza deu entrada num processo por danos morais e materiais. O ator, de 81 anos, prestou queixa crime contra o colega.

“Acabo de entrar com um processo contra o ator Mário Gomes por danos morais e materiais. Espero que aprenda a não gravar um áudio, onde somente ele fala, dando a impressão que estava conversando comigo. E, depois, covardemente, jogar nas redes sociais, sem que eu soubesse do que se tratava. Pena. Aprendeu rápido com o gabinete do ódio a fabricar notícias falsas”, escreveu Vereza em seu perfil no Facebook.

A atriz Kátia D’Ângelo tentou apaziguar a situação.

“Vereza, perdoa, meu amor. Você é uma alma pura e evoluída. Esse sentimento só faz mal ao mundo. Ele já sofreu muito na vida e já deve ter caído em si. Dá para ver que ele está debilitado na razão”, sugeriu.

Adele e ex-marido usaram mediadores para dividir fortuna no divórcio
Felipe Castanhari sobre Marcius Melhem: ‘Não serei amendrotado’

Fake News clássica

Em 1976, Mario Gomes foi vítima de uma fake news que dizia que o ator teria dado entrada na emergência de um hospital com uma cenoura no ânus. Ele estava no auge de sua carreira como galã e se sentiu prejudicado pela notícia, que ele sempre afirmou que não era verdadeira.

A história é citada até hoje e é lembrada como uma das mais clássicas fake News.

O advogado de Carlos Vereza pede que não haja audiência de conciliação, que seja ouvido um membro do Ministério Público e indenização, entre outras reivindicações. Mario Gomes, de 68 anos, também está sendo processado pelo deputado federal Marcelo Freixo (PSOL/RJ) pelo mesmo conteúdo.

Polícia de Alagoas indicia empresários por agressão a Henri Castelli





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico