Imprimir

Notícias

04/06/2020 | 10h50m - Publicado por: Caroline Huertas | Foto: Reprodução / Instagram

Carol Nakamura tem dificuldade de ensinar filho em casa

Bailarina contou com a ajuda de internautas para resolver o problema

Carol Nakamura tem dificuldade de ensinar filho em casa - Reprodução  / Instagram

Carol Nakamura desabafou em seus stories do Instagram na madrugada desta quinta-feira (4) ao tentar ensinar matemática ao filho caçula, Wallace, de nove anos. 

O menino estava aprendendo a fazer as sequência numéricas e acabava errando no início das dezenas, mesmo quando a bailarina explicava como era para ser feito. 

A famosa admitiu a dificuldade em ensiná-lo e acabou se irritando ao ver que ele não conseguia perceber onde estava o erro. Ao ver que ele já tinha gastado um bloco inteiro de papel no exercício, a frustração aumentou ainda mais e ela alegou que a criança estava com preguiça. 

"Pelo amor de Deus, voltem as aulas! Vou falar uma coisa para vocês, do fundo do meu coração... Jesus, me ajuda. Não tenho condição psicológica para ensinar criança que não sabe ler e escrever. Não sei fazer isso", confessou. 

Depois de compartilhar esse momento na rede social, ela acabou recebendo muita ajuda dos internautas com dicas e conselhos, inclusive de professores, para ajudar nessa missão. 

Carol Nakamura, então, sentou com Wallace e explicou com mais paciência o exercício para o menino. Organizando melhor a folha, ficaria mais fácil para ele compreender. 

Mais tarde, a dançarina voltou aos stories para agradecer todas as mensagens de apoio e valorizou o trabalho dos profissionais da educação, pois viu que não é tarefa fácil. 

"Fiquei quatro horas para ensinar um exercício para ele e foi muito bom compartilhar aqui, porque recebi muitas dicas e conselhos de mães e professores, foi muito construtivo. Não me senti só e valorizo cada vez mais o trabalho do professor, que é dificílimo e que exige muito amor, acima de tudo. Pra mim, deveria ser o melhor salário do mundo porque educação é tudo e é muito difícil", afirmou. 

Carol também refletiu sobre seu próprio comportamento diante da situação e avaliou o método que estava usando com o garoto, que passou quatro horas seguidas estudando. 

"Ele conseguiu fazer e eu entendi que passar 4 horas estudando é muita coisa. Pensei: 'você está há 4 horas falando a mesma coisa, será que não é o momento de parar e deixar ele respirar um pouco, ir ao banheiro, beber uma água, qualquer coisa?'. Na minha cabeça, se eu ficasse com ele ali, ele ia ter um entendimento mais fácil e com melhor desempenho porque eu tinha acabado de explicar e se, de repente, ele fosse fazer alguma outra coisa, quando ele voltasse a estudar ele pudesse esquecer. Não sei", ponderou. 

No fim, ela pensou que pudesse ter sido muito rígida com Wallace e se resolveu com ele, dizendo que iriam mudar a forma de estudar. Ela também fez uma série de elogios ao garoto e comentou que aquele tempo com ele foi muito precioso. 

"Fiquei pensando: 'Será que fui rígida, será que exagerei?'. Fui conversar com ele e ele ficou meio calado. Brincamos e já voltou. Falei que ele foi muito bem, que ele é um menino ótimo e que agora a tia vai começar a fazer aos poucos. Agora pensando aqui, quando que fora da quarentena a gente ia conseguir ter esse tempo precioso? De dar atenção? de ficar quatro horas para fazer um exercício e de entender a necessidade e a dificuldade que ele está passando naquele momento?", concluiu. 

 

 

 

Carol Nakamura exibe bumbum bronzeado para delírio da web
Carol Nakamura deixa corpão à mostra com poderosa lingerie





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico