Imprimir

Notícias

29/07/2020 | 19h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Grosby Group

Causa da morte da irmã de George Michael é revelada

Melanie Panayiotou morreu no ano passado, no mesmo dia do falecimento do cantor...

Causa da morte da irmã de George Michael é revelada - Grosby Group

Sete meses depois da morte da irmã de George Michael, Melanie Panayiotou, as autoridades revelaram a causa da morte. Coincidentemente a mulher, que tinha 59 anos, morreu no mesmo dia do falecimento do cantor, só que três anos depois.

Ex-namorado afirma que George Michael era HIV positivo

Segundo a imprensa inglesa, Melanie morreu após entrar em um coma diabético. Ela foi encontrada morta no dia de natal do ano passado - três anos depois de seu famoso irmão falecer - e a causa da morte da cabeleireira foi revelada

Apesar das notícias de que Melanie - cujo corpo foi encontrado em sua casa a oeste de Londres, em uma casa que pertenceu a Michael -  tenha morrido de parada cardíaca, o jornal Daily Mirror disse que a autópsia feita em março concluiu que ela sofreu uma cetoacidose diabética, uma complicação pela falta de insulina e alta taxa de açúcar.

A polícia foi chamada à casa no momento em que os paramédicos disseram que a morte não era suspeita e um relatório foi levado ao médico legista.

Ela foi enterrada no Cemitério Highgate, ao lado do cantor de Faith e de sua mãe.

Ex de George Michael vai preso após destruir casa do cantor

Polêmicas

Recentemente, Fadi Fawaz, namorado de George Michael, contou em uma live no Facebook que tirou fotos do cantor morto. A transmissão foi apagada logo depois.

"Eu tirei fotos quando ele estava morto, após encontrá-lo gelado e azul”, teria afirmado Fawaz no vídeo, diz o Daily Star.

George e Fadi começaram a namorar em 2012. Foi ele que encontrou o corpo do músico no dia 25 de dezembro de 2016, na mansão do artista em Oxfordshire.

Na época, Fawaz afirmou que ele tinha cometido suicídio, mas depois foi provada que a morte de Michael foi por causas naturais.

Revelação

Fadi Fawaz acabou chamando a atenção de muita gente, ao usar o perfil oficial que possui, no Twitter, para falar de George Michael.

Entre outras coisas, o ex-namorado do renomado artista, que morreu em 2016, afirmou que o cantor internacional era HIV positivo.

“George Michael era HIV+. Descobrimos em Viena depois da sua doença. Ele nunca escreveu suas próprias músicas, pagava a outras pessoas para fazer a música para ele e fingia que era ele. Ele não era tão talentoso, afinal. No final, George Michael usava crack, usando uma garrafa de Evian”, chegou a escrever Fadi.

“Não fui hackeado. Sou eu”, também escreveu o ex-amado de George, ao compartilhar uma selfie que fez.

Ex de George Michael afirma viver como sem-teto





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico