Imprimir

Notícias

17/12/2018 | 13h29m - Publicado por: Emílio Faustino/Empoderadxs | Foto: Reprodução/Instagram/@missuniverse

Cinco momentos do Miss Universo 2018 que fizeram do evento um hino de empoderamento

66ª edição do Miss Universo aconteceu no domingo (16) na Tailândia e entrou para a história como uma das edições mais empoderadoras do concurso

Cinco momentos do Miss Universo 2018 que fizeram do evento um hino de empoderamento - Reprodução/Instagram/@missuniverse

Embora exista muito glamour envolvido no evento, é inegável  que o Miss Universo contribui diretamente para perpetuar padrões que apenas uma minoria consegue atingir em detrimento a grande maioria que por não se enquadrar acaba se sentindo desajustada.

A boa notícia é que  isso esta mudando aos poucos e o concurso esta abrindo mais espaço para a diversidade. Essa mudança não é fruto apenas de um amadurecimento, mas de uma resposta direta a queda acentuada de audiência que o evento registrou nos últimos anos. Afinal, a mulher de hoje não quer se sentir excluída e sim representada.

Confira os cinco momentos que tornaram o Miss Universo um hino de empoderamento:

1. Primeira Mulher  Trans da história do concurso

Angela Ponce concorre à coroa com outros 93 candidatasA Miss Espanha Angela Ponce fez história como a primeira mulher transgênero a participar da competição de Miss Universo. Embora ela não tenha chegado entre as finalistas, Ponce se considera uma vencedora.

“Eu não preciso ganhar a Miss Universo, eu só preciso estar aqui.”, disse ela durante um vídeo sobre sua jornada para encontrar sua verdadeira identidade.

Ponce subiu ao palco, sozinha recebendo um momento único e especial durante a premiação. Foi aplaudida em pé, por todas as participantes, juradas e plateia. Andando pela passarela, Ponce ergueu a faixa acima da cabeça enquanto segurava a outra mão sobre o coração.

Ponce, 27 anos, derrotou 22 competidores para alcançar o título de Miss Espanha em junho último. A Miss dedica seu trabalho “para o empoderamento de mulheres jovens e famílias para que se orgulharem de quem elas são”. Como Miss Espanha ela tem como objetivo espalhar tolerância e respeito para si e para os outros em todo o mundo.

O concurso de Miss Universo alterou sua política em 2012, que limitava a participação no concurso apenas a mulheres “nascidas naturalmente”. Ponce é a primeira a participar da competição desde a mudança das regras.

 

2. Pela  primeira vez o vestido de gala deu lugar a calça

Desde 1952, quando foi realizada a primeira edição da Miss Universo, ninguém se atreveu a desfilar em calças, agora, Miss Israel mudou a história, tornando-se o primeiro participante a fazê-lo.

A modelo de origem israelense, Nikol Reznikov desfilou pela passarela realizada na Tailândia em um terno branco com alguns detalhes em preto, apenas quando o resto dos concorrentes fez no vestido tradicional. A Miss Vietnã também aderiu as calças, mas sobre ela falaremos mais a frente…

 

3. Júri composto apenas por mulheres

Pela primeira vez na história do Miss Universo, o júri foi formado apenas por mulheres. A grande vencedora da noite foi a Miss Filipinas.

Nos anos anteriores os homens sempre lideraram em numero de jurados, Para este ano, sete mulheres empresarias, executivas e profissionais da beleza mulheres formaram o júri.

 

4. O shade de Miss Costa Rica

O apresentador Steve Harvey  foi surpreendido enquanto apresentava o top 20, Harvey perguntou à Miss Costa Rica Natalia Carvajal: “Se você tivesse que dar um conselho, qual conselho seria?”.

Quebrando  o protocolo  da “paz mundial”, a Miss brincou ao dar um conselho ao próprio apresentador: “Se lhe derem um envelope realmente importante, tente ler com cuidado”. O conselho certeiro retoma a gafe do apresentador em 2015 quando ele errou ao anunciar a vencedora do Miss Universo, causando um grande constrangimento para a Miss Colombia que após comemorar e vestir a coroa,  foi surpreendida com a  informação que a real vencedora do ano era a Miss Filipinas.

 

5. O cabelo curto de Miss Vietnã

A Miss Vietnã H’Hen Nie, 25, encantou a todos com seu corte de cabelo curtíssimo ficando entre as 5 finalistas do concurso. Um verdadeiro marco para a quebra dos padrões de gênero, afinal, mulher pode sim ter cabelo curto, bem como homens  também podem ter cabelos longos. Além do cabelo, a Miss ousou também na vestimenta, sendo uma das adeptas da calça!

A Miss Brasil, Mayara Dias que ficou conhecida na internet como o “Transformer da amazônia” por conta do seu traje típico que se transformava em um beija-flor, ficou no top 20.

Assim como as mulheres, o Miss Universo esta mudando aos poucos. Quem sabe um dia ainda não teremos uma Miss Universo Plus Size mostrando que a beleza esta presente nas mais diversas formas, não é mesmo?

 

Matéria original do site Empoderadxs, cedida gentilmente para OFuxico.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

  • E aí, #Danrley saiu do #BBB19. Se gostou do resultado digite 👍 não gostou manda um 👎 #ofuxico #paredaobbb19
  • #Xuxa #Ofuxico #veganosbrasil
  • Fique ligado nesta dica da #Aquasport...
#saude #debemcomavida #corpoemente
www.aquasport.com.br
  • @ronnievonoficial enviou uma mensagem carinhosa aos leitores do #OFuxico. Vem ver!
  • Nossa repórter @avictoriareal entrou no clima do filme Dumbo, da @disneystudiosbr , e se aventurou em umas acrobacias! Tem ainda mais coisas no Stories, corre lá!!!
  • Paula, Carol Peixinho e Danrley estão no Paredão. Quem você quer eliminar?
Foto: Divulgação
  • Ebaa! Já ouviram a nova música do @alok? #allthelies vem com tuuudoo

OFuxico