Imprimir

Notícias

09/04/2020 | 03h00m - Publicado por: Flávia Ávila | Foto: Reprodução/Instagram

Cindy Crawford revela que já quiseram remover sua pinta

A famosa marca da modelo foi muito criticada no início da carreira

Cindy Crawford revela que já quiseram remover sua pinta - Reprodução/Instagram

Ícone das passarelas mundias, Cindy Crawford passou boa parte da sua vida dedicando o seu tempo ao mundo fashion e, umas de suas marcas, é justamente uma pinta que possui logo acima do lábio, do lado esquerdo. No entanto, a característica que a faz ser lembrada também foi o que quase colocou um ponto final em sua trajetória.

Filho de Cindy Crawford deleta fotos após críticas

Quando começou a carreira de modelo, as agências pediam para que ela removesse a pinta do seu rosto. Em uma videochamada com a modelo Naomi Campbell, para a série No Filter, no canal de Naomi no YouTube, Cindy relatou o problema enfrentado.

“Eu fiz uma capa da Vogue britânica, acho que com David Bailey, antes de fazer uma capa da Vogue americana e, na capa da Vogue britânica, eles retocaram [a pinta]. Portanto, há uma capa minha lá fora sem a marquinha”, revelou Cindy, hoje com 54 anos.

Naomi, então, perguntou como a colega se sentiu após a situação e Crawford refletiu.

Após rumores, Kaia Gerber e Pete Davidson são clicados em ‘clima quente’

“Olha, quando criança, eu odiava ter essa pinta. Minha irmã chamava isso de 'marca feia'", contou. Campbell, por sua vez, relatou que desejava ter uma pinta igual e chegou a desenhar a marca no rosto. "Sinto que sempre queremos o que não temos. Como garotas com cabelos cacheados querem cabelos lisos, garotas com cabelos lisos sempre querem cabelos cacheados”, respondeu Cindy.

"Então, quando fui à minha primeira agência de modelos, eles disseram que eu deveria removê-la", explicou a convidada. “Foi em Chicago. Era uma agência minúscula, nem me lembro o nome dela. Eles disseram que eu deveria removê-la e minha mãe disse: 'Ok, você pode fazer isso, mas não sabe como será a cicatriz. Mas você já sabe como é a sua pinta.'”

Cindy Crawford admite: 'Não gostei de fazer 50 anos'

Cindy Crawford não desistiu, seguiu com a marquinha e também lembrou de outros momentos nos quais viu as tentativas de sumirem com ela.

“Então, comecei a fazer trabalhos de modelo em Chicago algumas pessoas tentaram encobrir isso. Mas [a pinta] não é 'achatada', você não pode encobrir minha pinta, caso contrário, parece uma espinha gigante. Chicago tinha aceitado, mas quando eu trabalhei no Japão, às vezes eles retocavam. E minha primeira capa da Vogue britânica..."

Entretanto, tudo mudou quando ela realizou o primeiro ensaio para a edição norte-americana na importante revista Vogue.

Kylie Cosmetics vai produzir sabonete desinfetante

“Então, quando eu fiz minha primeira capa da Vogue americana com Richard Avedon e Polly Melon, eu não sabia se eles deixariam ou não, e então eles deixaram e acho que, uma vez que estava na capa da Vogue americana, não era mais um problema. Se era bom o suficiente para a Vogue, tudo bem”, explicou. “Tornou-se a coisa que me diferenciava de uma maneira estranha. Muitas vezes, aquilo que vemos que nos diferencia, e pelo qual somos inseguros, torna-se exatamente aquilo que nos destaca. E acho que foi uma grande lição para mim", confessou.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico