Imprimir

Notícias

04/09/2006 | 09h36m - Publicado por: Carlos Ramos | Foto: Gabriela Andrade

Cléo Pires se esbalda em show de Orlando Morais, na praia

Cléo Pires se esbalda em show de Orlando Morais, na praia - Gabriela Andrade

Junto ao namorado Túlio Dek e a avó, Odícia, Cléo Pires prestigiou o Show Das Décadas Ponto Frio, produzido pela rede de lojas que existe há 60 anos nas maiores capitais brasileiras e da qual ela, ao lado de Glória Pires e Orlando Morais, atua como garota-propaganda. A multidão foi calculada em 20 mil pessoas pela Polícia Militar, ficando bem abaixo da estimativa divulgada que era de 100 mil.

Acotovelado nas pistas da Avenida Atlântica e nas areias da praia de Copacabana, na zona sul carioca, o público aplaudiu os encontros – a maioria inédita – de vários ídolos da MPB.

O palco com 18 metros de boca de cena, 14 metros de profundidade e nove metros de pé direito foi montado na areia em frente à Rua República do Peru. E depois da abertura do show, com a banda Afro Raggae, seguiram-se apresentações solos e duetos entre Orlando Morais e Fernanda Abreu, que se uniu na seqüência a Martinho da Vila.

A cantora Zélia Duncan foi a convidada de Martinho para o próximo dueto. No término de sua apresentação, Zélia chamou Toni Garrido, que encerrou chamando Daniela Mercury. Ao final do show, Daniela reuniu todos os artistas que cantaram um grande sucesso dos últimos 60 anos da MPB, com direito a bis. A direção musical ficou a cargo do maestro Wagner Tiso, presente no palco durante todo o espetáculo.

Cléo chegou ao evento antes da abertura. Na área VIP assistiu a apresentação solo de Orlando Moraes, além do dueto que ele fez com Fernanda Abreu, cantando o hit de Gilberto Gil intitulado Aquele Abraço. Ficou nesse local até o momento em que Martinho da Vila cantava a música Devagar, Devagarinho. Em seguida, levantou-se com a avó Olicia e o namorado Túlio, fazendo uma brincadeira com os fotógrafos que clicavam o trio.

“Gente, vou levar minha avó ao banheiro. Cadê a educação de vocês?”, disse, para conseguir abrir caminho e caminhar, sobre tapumes colocados na areia, da área VIP até os sanitários. Quando retornou, Cléo e seus acompanhantes foram direto para o local reservado aos camarins dos artistas responsáveis pelo show.

Lucielle Di Camargo estava feliz com o show, afirmando que é bastante eclética em termos de estilo musical.

“Não gosto só de sertanejo, que é um ritmo que está no meu sangue (ela é irmã da dupla Zezé Di Camargo e Luciano). Para ser franca, o único som que não curto é rock pauleira de grupos metaleiros”.
Isabel Fillardis compara esse tipo de evento a céu aberto com a cara do Rio, mas não esconde que apesar de comparecer a maioria desses shows, sempre tem um pouco de medo, por causa da multidão.

“Graças a Deus todos esses shows têm sempre muita segurança e a galera só quer mesmo é curtir o som. Nunca vi nenhum problema. Mesmo assim fico sempre temerosa. Mas quem agüenta ficar em casa, podendo assistir ao Martinho da Vila de graça. E ainda junto com esse pessoal jovem, mas do primeiro time, o evento se torna imperdível”.

Rodrigo Pavanello se esbalda ao som da baiana Daniela Mercury, por um motivo bastante especial.

“Desde que fui convidado por ela para ser um de seus maridos no Carnaval deste ano, em Salvador, que ficamos muito amigos. Sempre que ela vem ao Rio, nos encontramos. O Show das Décadas realmente reuniu uma turma que tem a cara do Rio e mais a Daniela que tem a cara do Brasil. Está de parabéns”.

Carla Diaz também se esbaldou na área VIP. Mas justamente durante a apresentação  solo de Daniela Mercury, a atriz teve de se ausentar do local.
“Estou amando o show. Vou rapidinho ao banheiro, para voltar com todo gás e curtir o final que vai reunir todos eles”.  
  





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico