Imprimir

Notícias

09/08/2020 | 10h00m - Publicado por: Raphael Araujo | Foto: Reprodução/Instagram/Montagem

Confira paizões que apoiam os filhos da comunidade LGBTQIA+

No Dia dos Pais, não podámos esquecer daqueles que quebram o preconceito por amor aos herdeiros

Confira paizões que apoiam os filhos da comunidade LGBTQIA+ - Reprodução/Instagram/Montagem

Neste domingo (09), o Brasil está comemorando o Dia dos Pais, e nós do OFuxico não deixaríamos esta data passar em branco, com diversos especiais para todos os papais e filhos se identificarem.

Por conta de muito preconceito, diversas pessoas da comunidade LGBTQIA+ não contam com o apoio da família, mas nós contaremos a você alguns dos paizões famosos que quebraram o preconceito e apoiam publicamente os filhos. Confira:

Solimões

Solimões, cantor sertanejo membro da dupla Rionegro e Solimões, sempre se mostrou um paizão extremamente fofo com o filho Gabeu (Gabriel Felizardo), inclusive divulgando os trabalhos dele, cujo estilo foi definido como “pocnejo”.

Em entrevista ao canal Guardei no Armário no Youtube, Gabeu revelou como foi se assumir homossexual aos 16 anos para família.

“Foi engraçado de certa forma porque meu pai começou a fazer perguntas para mim, e aí pareceu que eu comecei a dar uma aula para ele. O que eu admiro no meu pai é que muitos tratam o assunto como tabu e nem falam, mas ele chega para mim e pergunta as coisas descaradamente”, disse, falando também de como foi apoiado pelo patrarca sendo um jovem mais “afemiando”.

“Com 14 anos eu comecei a fazer teatro. Eu era super teatral, gostava de arte. E na cabeça do meu pai funcionava assim: ‘Ele não gosta de futebol, quer fazer teatro’… ele foi fazendo um ‘checklist’ e meu pai fala que ele assumiu que eu era gay antes de mim. No teatro eu fiz o meu maior círculo de amizade e tinha muito gay nesse grupo, estávamos passando pelo mesmo processo e nós saímos juntos do armário, mas cada um no seu tempo”, contou.

Marcelo Tas

Em 2018, Marcelo Tas comentou sobre sua relação com seu filho trans, Luc Athayde-Rizzaro, na sua coluna na Folha de S. Paulo, dizendo que já sentia indícios na infância do herdeiro.

“Ele já tinha uma identificação com o gênero masculino. Ele se fantasiava de soldado e não gostava de vestidos, por exemplo. Foi uma nova surpresa quando ele trouxe isso. Resolvi estudar para entender que não tem nada a ver com sexualidade e, sim, com identidade”, afirmou.

“Percebi o quanto essa questão é central, a fundamental importância que a identidade tem na maneira que a gente enxerga o mundo e o mundo nos enxerga”, completou ele.

Lembrando que, em 2014, eles já haviam sido entrevistados para a Revista Crescer, com Luc dizendo que não foi uma questão se assumir bissexual aos 15 anos e trans aos 22.

“Olha, eu sou muito sortudo. A realidade é que minha família sempre me apoiou em tudo. Eu contei que era bi quando ainda era muito novo, e eles nem piscaram. Quanto à eu ser trans, acredito que foi um pouco mais difícil, tanto para mim como para eles. Muitos pais têm a impressão de que estão “perdendo” um filho ou uma filha quando eles falam que se identificam com um gênero diferente ou têm um nome diferente do que os pais deram”, contou ele.

“Acho que, em muitos casos, demora um pouco para se acostumar e para entender que a sua criança é a mesma, que nada mudou. Que ela só está mais feliz. No meu caso, para os meus pais, foi bem rápido até, mesmo eu estando longe. Hoje em dia eles sempre usam os pronomes certos para se referir a mim (ele/dele etc.) e o meu nome (Luc)”, concluiu.

Marcelo Tas apoia abertamente o filho trans Luc Athayde-Rizzaro

Billy Ray Cyrus (Miley Cyrus)

Miley Cyrus pode até não gostar de rótilos, mas ela declaradamente compõe a comunidade LGBTQIA+, se identificando mais recentemente como pansexual.

Em entrevista ao site E! Enterteinment, seu pai, Billy Ray Cyrus, msotrou não enxergar nenhum problema na orientação sexual de sua filha,a firmando que sempre foi uma “pessoa de mente muito aberta”.

“Olha, o importante é o amor e a luz. Ela está se destacando e se divertindo. O que o mundo precisa é de amor. Há muito ódio. O mundo precisa de influências positivas”, declarou ele.

Maurício de Sousa

O responsável pela Turma da Mônica e um dos maiores quadrinistas do Brasil, Maurício de Souza também mostrou ser um grande homem ao apoiar publicamente o romance do filho Mauro (inspiração do personagem Nimbus) com o namorado, Rafael.

Em uma publicação de junho no Instagram, Maurício compartilhou uma foto do casal juntinho de um dos pets em meio a pandemia do novo coronavírus.

“Tem filho na vidraça. Hoje foi dia da visita do Mauro com o marido Rafael e o novo membro da família, o Azeitona (flash dog)”, disse na legenda.

Maurício de Souza é só amores para o casamento do filho Mauro com o marido Rafael

Confira a publicação no perfil do Instagram @mauricioaraujosousa.

Maurício Gentil (Fernanda Gentil)

Desde 2016, Fernanda Gentil está em um relacionamento com Priscila Montandom, e de acordo com declarações de Maurício Gentil, ele apoia totalmente o romance da filha hoje em dia.

Durante uma participação no programa Encontro, da TV Globo, ele revelou que a jornalista assumiu sua orientação sexual via Whatsapp e que se surpreendeu ao receber a mensagem "às 11h da noite".

A aceitação, porém, não veio de primeira. Maurício Gentil passou por uma "travessia", como disse, para entender a nova situação de sua filha. No Encontro, da Globo, ele fez questão de esclarecer a situação: ". Não fiquei contra ela. Pedi para a Fernanda esperar um pouco, porque passaria pelo processo de digestão. Não seria hipócrita (...), mas aconteceu e aprendi a ser pai hoje, amanhã e enquanto estiver vivo".

Fernanda Gentil fez uma bela declaração ao pai no último Dia dos Pais

Confira a publicação no perfil do Instagram @gentilfernanda.

Popó de Freitas

O ex-boxeador Popó de Freitas pode até ser uma fera inabalável no ringue, mas como o seu filho, Juan, ele mostra o que é amor.

O jovem é estudante de medicina e homossexual, mas isso não se torna um empecilho na relação dos dois, algo deixado bem claro em entrevista è Revista Veja.

“Sou tranquilo e tenho uma abertura grande com ele. Sei que há pessoas que sofrem com isso, principalmente na relação pai e filho. Falei no Dia dos Pais a um programa de TV e já havia postado na minha rede: “Meu filho é, e daí?”. Quero diminuir o preconceito”, garantiu.

“Achamos legal quando acontece na família dos outros. Quando é na nossa, não sabemos a reação que teremos. Graças a Deus, encarei com naturalidade. Percebi que o maior preconceito vem da própria família, na qual as pessoas deveriam procurar mais apoio e força”, completou.

José de Oliveira Campos (Nanda Costa)

No dia dos pais do ano passado, Nanda Costa fz uma bela homenagem ao seu avô, na qual considera como seu verdadeiro, afirmando que ele sempre a apoiou e amou independente de qualquer coisa e sempre a incentivou a ser quem é.

“José de Oliveira Campos foi o meu verdadeiro pai! Esse cara, aí do vídeo, ensinou para essa criança quase tudo o que eu sei. Ele dizia que a religião dele era o amor e me ensinou a sonhar! Meu avô era o cara mais legal do mundo. Ele dizia para mim: ‘Se você quer ser atriz, mira no Oscar’. Eu não sei se vai rolar o Oscar, mas Dolores Duran, sem dúvida, foi como se eu tivesse conquistado um para ele. Foi também o último trabalho meu que ele viu e ficou tão, mas tão orgulhoso, que comprou um gravador de DVD e saiu distribuindo cópias do programa por toda cidade!”, contou ela na legenda.

“Parecia que, se ele morresse naquele momento, ele morreria feliz. Meu avô, assim como Dolores, viveu e morreu do coração. Foi tudo tão de repente que eu nem consegui me despedir. Mas aprendi, com ele também, que saudade é o amor que fica. Com isso, ele segue aqui comigo, para sempre, todo dia! A ti, meu avô, toda minha saudade e gratidão. Já já a gente se encontra! FELIZ DIA DOS PAIS para quem quer que represente isso em sua vida! Com amor, Nanda”, concluiu Nanda Costa.

Em entrevista a Marie Claire, ela revelou que no choque inicial de se assumir, seu avô foi quem mais a aceitou de primeira.

“Quando contei para a família, foi difícil. Sempre é. Eles tinham medo de eu sofrer preconceito. Acabei contando pelo telefone. Tinha sido assaltada, roubaram a carteira, precisava fazer um B.O., ir ao hospital. Era sábado, estava sem o cartão do seguro saúde. Liguei para minha mãe. E ela: ‘Fê, você nunca fica doente. Está sozinha?’. E respondi que não estava. Ela quis saber com quem, e falei: ‘Com a Ana’. Perguntou quem era Ana, não quis mentir, disse que era minha namorada. Ela desligou. Meus avós quiseram saber o que houve, e ela contou. Minha avó reagiu de forma parecida, mas meu avô disse ‘graças a Deus ela está com alguém que a ama’. Hoje está tudo ótimo, elas super me apoiam, adoram a Lan”, revelou.

Nanda Costa fez uma bela declaração ao avô no Dia dos Pais de 2019

Confira a publicação no perfil do Instagram @nandacosta.





Notícias Relacionadas

26/10/2020 | 20h10m - Raphael Araujo

Maurício de Sousa ganham homenagem pelos seus 85 anos

25/10/2020 | 03h00m - Michele Marreira

Uau! Miley Cyrus confirma parceria musical com Dua Lipa

23/10/2020 | 18h31m - Larissa Mariano

Miley Cyrus anuncia novo álbum mais ‘rock n´roll’



Instagram

Instagram

OFuxico