Imprimir

Notícias

18/01/2021 | 08h00m - Publicado por: Flavia Almeida | Foto: Reprodução/Instagram

Daniel Rolim sonha em voltar ao BBB e quer se tornar influenciador digital

Terceiro colocado da 11ª edição, ele mantém o mesmo alto astral exibido no reality

Daniel Rolim sonha em voltar ao BBB e quer se tornar influenciador digital - Reprodução/Instagram

Parece que foi ontem que ligamos a TV e nos deparamos com Daniel Rolim dançando abraçado a um coqueiro, seu confidente no BBB11. Passados nove anos de sua marcante participação no reality, o advogado ainda lembra de cada detalhe, ri deles e alimenta o sonho de retornar ao confinamento. 

No ano passado, muita gente apostou que ele estaria de volta, quando boatos davam conta de que ex-participantes disputariam a Casa de Vidro. Mas não passou de especulação, para decepção do advogado. 

Aos 50 anos, morando em Recife, Daniel segue administrando a Casa do Amor, abrigo para idosos fundado por ele nos anos 1990, um dos motivos de ter entrado no jogo. Até hoje o ex-BBB luta aguerridamente para manter o local e, cansado de promessas por ajuda, uma vez que o abrigo não conta com amparo financeiro externo, prefere não mais "bater na mesma tecla" e não levar fama de pidão. Tudo o que ele quer, é fazer as pessoas felizes. 

Recentemente, ele estreou o monólogo online Se É Pra Rir Bora Gargalhar. O espetáculo foi idealizado antes da pandemia e os planos de subir aos palcos contando momentos da época em que morava em Arcoverde, no interior de Pernambuco, tiveram que passar para a tela de computadores e smartphones.  A estreia, ele conta, não foi das melhores pela falta de intimidade com a câmera. Mas Daniel não desanima! Ele pretende sair do virtual e viajar com o monólogo pelo país, quando tudo se normalizar. 

Cheio de planos, muito otimista, ele mantém a amizade com Maria Melilo, campeã de sua edição, e quer ampliar seu leque de amigos que tem feito através das redes sociais. Para o advogado, o carinho que recebe virtualmente tem sido um alento em dias difíceis de pandemia. 

Mas Daniel não gosta de baixar o astral. Ele acredita que fazer sorrir seja sua missão. E conta muito mais na entrevista a seguir. Confira!  

OFuxico: Ano passado a galera ficou enlouquecida acreditando que você estaria na Casa de Vidro. Você sumiu do mapa e enganou direitinho. O que aconteceu?
Daniel Rolim: 
 Fiquei enlouquecido e eufórico, acreditando nessa possibilidade. Todas as vezes que tem algum boato, um bla bla bla de que vai entrar um ex-participante, fico muito bem cotado. Graças a Deus as pessoas lembram de mim com muito carinho e eu adoro isso. Eu gostaria de entrar direto, não passar pela Casa de Vidro. 

OFuxico: O sentimento foi de frustração?
Daniel Rolim:
 Eu já estava com a piada pronta pra jogar no teto da Casa de Vidro, mas não deu certo, não foi dessa vez. Eu tinha esperança de ser um deles. 

OFuxico: Então, por que você sumiu? Pra atiçar a galera?
Daniel Rolim:
 Sumi do mapa porque as pessoas ficavam ligando muito. No começo eu até achava que era cobrança, depois fiquei realmente assustado com a repercussão que tomou conta da internet e resolvi me isolar. Só atendia DDD 21. Engrossava a voz e desligava quando via que não era nada do que eu esperava. 

OFuxico: Sair de cena foi estratégico?
Daniel Rolim:
O segredo do BBB é se calar. Silêncio total, boca de siri, sempre. As pessoas que têm ética não falam sobre o programa. Quem assistiu, é aquilo que passou na TV ou no pay per view. Ponto final. 

OFuxico: A possibilidade de você voltar ao BBB é real ou imaginária? Você toparia?
Daniel Rolim:
Quem não toparia? Todos que passaram pelo programa, topariam! Inclusive os que dizem que não. A possibilidade sempre é real e tudo depende da direção do programa. Acho que deveriam colocar pessoas que divirtam o público, um elenco que seja interessante para as pessoas de casa. Não adianta botar uma mosca morta ou um banana. Quando acontece isso, o público logo elimina. Não faz sentido...  

OFuxico: O apelido de Daniel Coqueiro ficou, não é?
Daniel Rolim:
 E eu amo! Tanto que tive um treco com a homenagem que recebi na edição passada. Não acreditei quando vi o Castigo do Monstro com Daniel de coqueiro e Pyong, como eu. Foi maravilhoso!  Eu pirei, me senti especial.  

Castigo do Monstro com Daniel de coqueiro e Pyong no BBB20

OFuxico: Voltar ao confinamento seria seu grande sonho?
Daniel Rolim:
 Hoje, além do surgimento do Instagram, que não existia em 2011, quando entrei, as pessoas não só desejam entrar pelo prêmio de R$ 1,5 milhão, mas também pelo número de seguidores que adquirem depois e os trabalhos que vêm em virtude disso. As pessoas que são eliminadas no início e as que não têm uma boa passagem, tem poucos seguidores. Na minha época, se houvesse, eu seria uma influenciadora maravilhosa!

Tem quem fature até mais do que quem recebe o prêmio do programa... 

OFuxico: Você ficou em terceiro lugar, quase lá! O que não repetiria no jogo?
Daniel Rolim:
 Eu viveria o momento, não adianta repetir atitudes e ações, pensando numa fórmula. Eu amadureci, sou outra pessoa. Não repetiria nada. A gente tem que ser o que é. Na minha vida, não tenho tempo pra usar máscara, só no carnaval. A verdadeira mágica da vida é ser quem você é para não se arrepender depois. Mesmo com seus erros e acertos. Se as pessoas gostam de você assim, ótimo, se não, não posso fazer nada. Nem Jesus Cristo agradou a todos. Da forma que fui no BBB, agradeço a milhares de pessoas. Até mesmo de máscara de proteção sou reconhecido, lembram da minha voz e isso me fascina. Sou muito agradecido ao programa por me transformar em uma pessoa muito feliz e bem quista no Brasil inteiro. 

OFuxico: Como você avalia a estrutura atual do BBB?
Daniel Rolim:
 É muito melhor do que em 2011, não havia Instagram. Hoje as pessoas que não saem com R$ 1,5 milhão têm a possibilidade de trabalhar. Eu estou três passos atrás dessa modernidade, mas estou procurando me atualizar. Infelizmente eu ainda engatinho nessa área, mas é o meu desejo de correr na frente, porque atrás, quem corre, está atrasado. Quero me atualizar e lucrar na internet. Hoje é essa a comunicação, é o que as pessoas têm que fazer e eu estou em busca disso, lapidando o meu espaço. 

OFuxico: Então a grande sacada é ser profissional de internet?
Daniel Rolim:
 Atualmente os melhores Youtubers se rendem ao BBB. Neste momento o programa consegue fazer com que influenciadores, mesmo os que já têm milhões de seguidores, se rendam. Todos estão sedentos por participar. Depois do BBB 20, tudo mudou. 

OFuxico: Você criou um canal no YouTube, está dando certo?
Daniel Rolim: 
A vida de YouTuber só dá certo quando você ganha o primeiro milhão de inscritos no Canal ou a um milhão de seguidores no Instagram. Eu não ganhei nem o sabugo. Mas esse ano vou aprender como se faz isso. Eu espero que dê certo, é esse meu projeto de vida. Quando conseguir, vou ensinar a todo mundo o caminho das pedras. Será a minha maior alegria. Por enquanto estou muito tímido, mas logo liberarei a flor do meu âmago! Meu Instagram (@danielrolimoficial) foi hackeado quando eu tinha quase 100 mil seguidores e estava começando a fluir. Perdi tudo e tive que recomeçar do zero. 

OFuxico: E seus projetos de teatro, serão retomados?
Daniel Rolim: 
Os meus sonhos e projetos nunca adormecem. Um dia vão acontecer, ainda estou procurando o caminho das pedras. A estreia do meu projeto de teatro foi uma tragédia grega, mas eu amei a experiência. Trouxe experiência para mim. Não rasgaria nada do que passou. Vou continuar com o espetáculo, desejando viajar pelo país para conhecer pessoas, levar boas gargalhadas. Eu amaria ver todas as pessoas que me escrevem com tanto carinho nas redes sociais. Isso é o que me motiva no momento. Quem não soma, coloco no quarto branco! 

OFuxico: Por que você acha que o público gosta tanto de acompanhar o BBB?
Daniel Rolim:
 Todo mundo quer curtir a vida do outro, saber quem é falso, quem é verdadeiro, quem presta ou não. Tem sido muito importante nessa época de pandemia em que ficamos ainda mais tempo diante da televisão. O BBB 21 será um complemento, como um circo chegando numa cidade do interior. Às vezes as pessoas decidem errado, às vezes acertam... teve vencedor muito sem noção! 

OFuxico: Então é certo que você será um telespectador voraz do programa...
Daniel Rolim:
 Sim, demais! Acabei de assinar o pay-per-view e dei de cara com a reprise do BBB 11... quero assistir todos! Acho que o 21 irá surpreender. Por mim, estaria em todas as edições, mas não pode, infelizmente. As pessoas que fazem o programa são excepcionais, nos deixam livres para acontecer e assim eu fiz. O BBB é um programa à frente de tudo! Eu amo o Big Brother Brasil pra sempre em minha vida!

Dança de Daniel Rolim deu o que falar no BBB





Notícias Relacionadas

15/01/2021 | 07h15m - Ester Jacopetti, colaboração para OFuxico

Sophia Abrahão encara personagem de última hora em Salve-se Quem Puder



Instagram

Instagram

OFuxico