Imprimir

Notícias

01/10/2020 | 08h40m - Publicado por: Flavia Almeida | Foto: Divulgação/Globo/João Miguel Jr.

De volta à TV, Angélica arrisca próprio conselho: ‘Ô loirinha da pinta na perna, não tenha medo de confiar’

Apresentadora ficou dois anos afastada e se dedicou integralmente à família

De volta à TV, Angélica arrisca próprio conselho: ‘Ô loirinha da pinta na perna, não tenha medo de confiar’ - Divulgação/Globo/João Miguel Jr.

Trabalhando desde os quatro anos de idade, Angélica ficou dois vivendo integralmente para a família. Neste período, ela conta, teve a oportunidade de rever conceitos, revisitar emoções e, acima de tudo, valorizar ainda mais a felicidade. E é exatamente a felicidade, que estará em destaque na volta da loira, nas tardes de sábado, a partir do dia 10 de outubro. 

“Tenho buscado, como todo mundo, o caminho da felicidade. E encontro em elementos como a yoga, a meditação e a leitura, em cada processo, vejo que a felicidade está em aproveitar o momento. Se estou agora, aqui, que seja intenso. Porque em cinco minutos virá outra situação, que deve igualmente ser intensamente aproveitada”, disse ela, em entrevista coletiva virtual, realizada na noite de quarta-feira (30), na qual a reportagem de OFuxico esteve presente. 

Aos 46 anos, a loura, destacou que a volta ao trabalho não poderia ter sido em melhor momento, uma vez que o programa, chamado Simples Assim, destaca que a vida é um eterno aprendizado. 

“Falaremos sobre questões simples da vida, questões relevantes que nos possibilitam aprender com as pessoas. São coisas que estou me perguntando neste momento. Foi uma ideia que nasceu antes da pandemia mas se tornou muito atual. Estou muito feliz". 

Sob redação final de Mariliz Pereira Jorge e Marcel Souto Maior e direção-geral de Geninho Simonetti, o Simples Assim terá, entre vários quadros, um deles destacará dilemas de desconhecidos. Eles expõem suas questões e, ao final, um deles terá que abrir mão dos sonhos para que o outro seja feliz. Angélica enfatiza que, por mais que se emocione com as histórias, não está ali para opinar. 

“A gente sempre se diverte bastante e também nos emocionamos. A ideia é chegar junto em um acordo", disse.

Angélica abriu o jogo a respeito do retorno aos estúdios


Dilema com os filhos na pandemia

Mãe de três filhos, ela destacou qual o seu dilema atual. 

"O meu dilema atual diz respeito às crianças voltarem ou não às aulas presenciais durante a pandemia. Eva está em fase de alfabetização e eu tenho sido a alfabetizadora, sem ser pedagoga, sem preparo para isso. Sou também a tia da cantina, a merendeira, a coordenadora, tudo. A escola dos meus filhos pediu a opinião dos responsáveis sobre o tema. A minha primeira decisão foi pedir pela volta ao colégio, na sequência eu já mudei de ideia. Vou levar essa questão para o programa para dividir com todos." 

Cristina Rocha chique

A apresentadora, ao ser questionada se o quadro seria uma releitura chique do Casos de Família, programa apresentado por Cristina Rocha no SBT, disse que não conhecia. Após ouvir uma síntese da atração, que destaca tretas de anônimos, resolvidas no palco, ela afirmou que iria pesquisar para conhecer melhor a atração. 

“É um pouco diferente. Tem dilemas sim, vou até dar uma olhada no programa da Cristina Rocha, mas não tem inspiração no programa dela. Eu só ouço, fico na minha”, disse. 

Programa contará com quadro que tratará dilemas da vida real

De volta à atuação

Com sorrisão no rosto, Angélica contou que vai atuar em esquetes, no Simples Assim, destacando uma vertente cômica da atração. Os jornalistas participantes da coletiva virtual puderam conferir uma cena divertidíssima dela com Paulo Gustavo. 

“Outro dia estava avaliando, em todos os meus trabalhos, atuei. Desde lá de trás, no Milk-Shake (na extinta Manchete), que era temático. Até no Video Show eu dava um jeito de atuar! Atuar é algo que gosto desde que tinha 15 anos. Não vou parar agora para fazer teatro ou novela, mas acabo matando a vontade dentro dos meus programas. As esquetes foram uma vontade minha."

Atração contará com esquetes que vão dar o que falar

De camarote

Nos dois anos longe da telinha, Angélica se deparou com todos os tipos de especulações sobre seu futuro profissional. E contou na coletiva virtual que optou por “assistir de camarote” e não se pronunciar. 

"Ficar em casa foi um presente para mim. Quando as pessoas falaram que eu estava na geladeira da Globo, me dava vontade de me pronunciar dizendo que estava tudo bem. Mas pensei bem e optei por ficar calada, assistindo de camarote. E até me diverti com algumas coisas que jamais imaginei. E me senti muito abraçada, acolhida, por uma grande maioria que sentia falta de mim”, disse. 

Em setembro de 2018, com o fim do Estrelas, Angélica iniciou seu hiato na carreira. Ela destacou que foi primordial para as relações em família. 

“Nunca havia ficado distante assim. Até me perguntei se era o momento certo, se deveria voltar. Esta pausa fez com que a minha relação com o meu marido e filhos melhorasse. Tive a oportunidade de estar mais próxima da minha família, o que foi um presente", aponta. 

A apresentadora assegurou que não teve, em nenhum momento, medo de não voltar. 

"O momento fora do ar foi muito bom para mim, não fiquei com medo de não voltar, nem tampouco tive ansiedade. À medida em que o programa foi nascendo, foi me dando vontade de voltar. O programa é um reflexo desse meu tempo reflexivo." 

Privilégios

Com a simplicidade como tônica do programa, Angélica destacou que ao longo da sólida carreira já sabe lidar com naturalidade às críticas. E reconheceu que seus privilégios a colocam num outro lugar. 

"Identifico este meu lugar de privilegiada e de uma pessoa que trabalhou muito para conquistar isso, mas posso fazer algo a mais. Isso não pode me paralisar, ficar só aqui neste lugar de conforto. Enxergar o outro é muito importante. A proposta do talk show é não julgar, fora que são assuntos mais relevantes. Não estamos falando de bens materiais, é mais profundo", disparou a artista. 

Loirinha da pinta 

Afirmando estar ainda mais madura, ouvinte e consciente – principalmente após o acidente que sua família sofreu, em 2015, quando o avião em que estavam caiu, a apresentadora disse que daria um conselho a si mesma. 

"Ô lorinha da pinta, não tenha medo de se arriscar, de se relacionar com as pessoas. Acredite, se solte. Gente vale a pena. Você terá mais amor e apoio do que imagina." 

Vibrador polêmico

Angélica destacou ainda que as novas tecnologias, que permitem que a própria pessoa dê suas versões sobre os assuntos, a deixam ainda mais segura. E citou a repercussão de sua declaração sobre uso de vibrador. 

"A maturidade vai trazendo segurança, além do mais hoje temos a internet que nos dá espaço para falarmos abertamente, expormos a nossa verdade. Eu venho de uma época que tinha medo de me colocar, de influenciar o meu público, composto de crianças e adolescentes. Tinha muito cuidado com o que falava. Hoje me sinto mais à vontade. Confesso que fiquei espantada com a repercussão da minha fala sobre o uso do vibrador, mas entendo que são as pessoas que me viram crescer."

 Luciano Huck e Angélica escrevem mensagem para caçula
Angélica sobre Huck presidente: ‘Fazer pelo outro’
Angélica emociona ao falar das queimadas no Pantanal





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico