Imprimir

Notícias

06/12/2019 | 14h00m - Publicado por: Flávia Almeida | Foto: Reprodução/Instagram

Deborah Secco sobre novo trabalho: 'Precisava desse frescor'

Atriz será uma das protagonistas de Salve-se Quem Puder

Deborah Secco sobre novo trabalho: 'Precisava desse frescor' - Reprodução/Instagram

Alexia (Deborah Secco), Luna (Juliana Paiva) e Kyra (Vitória Strada) não se conhecem. Mas passam a conviver como melhores e inseparáveis amigas após terem suas vidas viradas do avesso. Isso porque elas testemunham um assassinato em Cancún, no México. Condenadas a viver sob a custódia do Programa de Proteção à Testemunha e à sombra de novas identidades, as três iniciam uma outra vida na fictícia Judas do Norte, no interior de São Paulo, após serem dadas como mortas.

Alexia é uma atriz em ascensão prestes a viver a melhor fase da carreira. Luna, uma jovem estudante de fisioterapia, que está perto de conquistar o tão sonhado diploma. Já Kyra se prepara para o casamento planejado por anos.

Deborah Secco é a veterana do trio de protagonistas de Salve-se Quem Puder, novela de Daniel Ortiz que estreia na Globo no final de janeiro, substituindo Bom Sucesso na faixa das 19h. Ao lado das demais protagonistas, Vitoria Strada e Juliana Paiva, além do autor Daniel Ortiz e do diretor Fred Mayrink, Deborah conversou com jornalistas esta semana, nos Estúdios Globo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, e destacou sua alegria em voltar a fazer comédia. A trama será repleta de aventura e suspense.

''Eu precisava muito fazer humor. Foi o maior atrativo quando me convidaram para esse trabalho. Vim de uma novela muito densa (Segundo Sol), que me desgastava muito. Tive grandes personagens de humor e sou muito grata a eles. A Darlene, de Celebridade, por exemplo, foi um papel que me fez dar  muitas risadas, muitas alegrias e talvez tenha sido um dos meus grandes trabalhos. Saio da comédia louca para voltar para o drama e vice-versa'', disse ela à reportagem de OFuxico.

O autor enfatizou que a trama vai resgatar o clima do horário.

"Salve-se Quem Puder tem o DNA das novelas das 19h dos anos 80. É uma comédia romântica, minha característica, com pitadas de aventura".

Acostumada a doar-se por inteira aos papéis, Deborah destaca que Alexia é a personagem que mais se parece com ela: expansiva, comilona, namoradeira.

''Eu falava que a Karola era o meu extremo oposto. Já a Alexia é a personagem que mais se parece comigo. Sou uma pessoa um pouco intensa, como ela. Vocês conhecem meu passado... assim como ela, fui namoradeira. Ela gosta muito de comer e tenho também essa obsessão por comida. Pela primeira vez estou aceitando fazer um pouco eu. Alexia tem coisas tão minhas...''.  

A partir do assassinato que testemunham, as três protagonistas trocam de identidades e passam ater uma vida simples.

''Tirando a coisa de ter que viver sem a minha filha e a minha família, que talvez fosse a única coisa hoje que fosse me fazer sofrer, ia amar uma nova proposta. Talvez optasse por algo que nunca pensei. Porque talvez fosse de fato o que realmente me faria feliz. Fiquei pensando em morar na Austrália e viver sem dinheiro. Outro dia vi no YouTube um cara que vive na Austrália sem dinheiro. Ele faz as refeições no shopping: senta e fica esperando largarem comida. Ele dá uma dica: as crianças e os velhinhos sempre largam mais".

Veterana entre as protagonistas de Salve-se Quem Puder, Deborah se considera a mãezona das colegas.

''Tenho as duas quase como minhas filhas. Eu me sinto na obrigação de cuidar delas, de ajudá-las, como fizeram comigo muitos anos atrás. Eu nunca tinha trabalhado nem com a Ju nem com a Vitória, foi um encontro genuíno, uma simpatia imediata. Fico encantada com a Ju, que menina profissional, dedicada, concentradíssima. A Vitória veio com uma energia tão louca para fazer que ela virou a própria personagem. Ela é intensa. Estou muito encantada! Tenho muito orgulho de ter essas pequenininhas comigo''. 

Deborah Secco revela ter sido amante: 'Estava muito, muito infeliz'





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico