Imprimir

Notícias

07/09/2020 | 10h36m - Publicado por: Marcelo Mendes Barroso | Foto: Divulgação

Diretores da Globo arriscam palpites de quem poderá ser Juma no remake de Pantanal

Fantástico mostra novidades sobre Pantanal

Diretores da Globo arriscam palpites de quem poderá ser Juma no remake de Pantanal - Divulgação

A novela Pantanal vai ganhar uma nova versão na Rede Globo em 2021. A história, que fez enorme sucesso em 1990, na extinta TV Manchete terá a adaptação de Bruno Luperi, neto de Benedito Ruy Barbosa, escritor da trama.

Bruno, que tinha só 2 anos de idade quando o avô famoso escreveu a história, disse ao Fantástico desse domingo (6), o que esperava com a oportunidade:

“Estou encarando isso como um pós doutorado em teledramaturgia”, contou o autor, que está lendo e fazendo suas anotações nas mais de 7300 páginas do texto original.

Bruno Luperi revisa todo o texto escrito pelo avô

O programa dominical da Globo entrevistou Sergio Reis, um dos responsáveis por Benedito escrever a novela. Certa vez, ele levou o autor para conhecer o Pantanal:

“Quando ele sentou o pé lá ele falou: ‘Eu vou fazer uma novela que vou entrar no mundo todo’. E escreveu Pantanal”, disse.

Em outro momento, Sergião revelou que Almir Sater (que também participava do papo on line) não queria fazer a novela da Manchete. Ele contou como convenceu a amigo a mudar de ideia:

“Ele disse: ‘Vou tocar no Free Jazz’. Que Free Jazz rapaz? Você é do Pantanal. Vamos lá. Nós vamos pescar, trabalhar, e ainda vamos ganhar e beijar as moças bonitas e você não quer ir? Ele disse: ‘Ô grandão, aí eu vou’, brincou. Além de atuar eles ainda escreveram músicas para a trilha sonora na época.

Sergio Reis e Almir Sater falam sobre Pantanal

 

Nova Juma

E desde que surgiu a notícia de que a Globo faria o remake de Pantanal, começaram a surgir apostas de quem viveria o papel de Juma Marruá, um dos principais da história, e que foi brilhantemente interpretado por Cristiana Oliveira na primeira versão.

Para o diretor de produção Ricardo Waddington, a escolhida deve ser uma desconhecida:

“Eu apostaria em um rosto novo. Apostaria em um lançamento”, revelou.

Já o diretor de elenco Rogério Gomes diz que é preciso esperar um pouco:

“A gente depende quem será a família. Quem será o pai, quem será a mãe para a gente chegar nesse DNA e escolher a Juma depois.”

Para Benedito Ruy Barbosa o momento é de estudos:

“Eu fico vendo a televisão o tempo todo, procurando quem eu chamar para fazer a Juma”, disse.

Waddington, Gomes e Benedito palpitam sobre nova Juma

Era da Globo

Durante anos, a novela ficou engavetada na Central Globo de Produções, chegando a entrar em pré-produção no final de 1984. A ideia era que a trama fosse exibida na faixa das 18h e teria o título de Amor Pantaneiro.

Na época, a região do Pantanal estava em época de chuvas, o que inviabilizou a produção. A trama foi cancelada e em 1990, ao contratar Benedito Ruy Barbosa, a Manchete produziu a novela. O sucesso foi estrondoso e a audiência superou por inúmeras vezes a até então imbatível Rede Globo.

Vale destacar que, na Globo, Benedito teve como último trabalho a novela Velho Chico, em 2016, outro grande sucesso, escrito com a filha, Edmara Barbosa, e o neto.

 

Remake de Pantanal deve sair do papel em breve





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico