Imprimir

Notícias

13/07/2020 | 10h00m - Publicado por: Michele Marreira | Foto: TV Globo/Divulgação/Record TV/Montagem

Dudu Azevedo em dose dupla na TV: ‘Grande privilégio’

Ator bateu um papo exclusivo com OFuxico, sobre diversos assuntos

Dudu Azevedo em dose dupla na TV: ‘Grande privilégio’ - TV Globo/Divulgação/Record TV/Montagem

Dudu Azevedo é considerado aquele tipo de profissional talentoso, criterioso e, essencialmente consciente do ofício que escolheu. Ser ator para alguns pode significar, prioritariamente, fama, luxo e dinheiro.

Definitivamente, o artista que aceitou conversar com a reportagem de OFuxico, prefere ser reconhecido como um obstinado operário de sua arte – que tem o poder de fazer rir ou chorar, buscando tocar diferentes e as mais variadas emoções do expectador.

O carioca, de 41 anos, vive um momento especial na carreira: pode ser visto nas duas principais emissoras de teledramaturgia, Record e Globo, de forma simultânea!

Por conta da pandemia causada pelo novo coranavírus, as emissoras paralisaram as gravações das novelas exibidas até o mês de março, na grade de programação dos canais.

“Ter esses dois trabalhos transmitidos simultaneamente, no horário nobre da TV aberta, em um período como esse, em que a maioria das pessoas está em casa, é um grande privilégio”, descreveu o ator, na entrevista exclusiva para OFuxico.

Folhetim Jesus (Record TV)

Em 2018, Dudu recebeu o convite que mudaria sua vida, em diversos aspectos: interpretar Jesus, a figura sagrada que mudou a história da humanidade.

“Foi o trabalho mais desafiador e importante da minha vida, me realizou muito”, frisou ele, que aproveitou para falar do sucesso que a trama bíblica está fazendo atualmente na Argentina.  

“Fico muito feliz que o nosso trabalho seja visto e reconhecido em outros países. O sucesso lá fora é uma chancela importantíssima, a legitimação da qualidade do que temos feito. Me esforço bastante para entregar o melhor trabalho que posso, e sei que em nossa profissão, mais do que nunca, temos que batalhar muito para seguirmos reconhecidos e produtivos. A abertura do mercado internacional valoriza o que venho construindo faz tempo, a cada passo, me fortalece na direção e no caminho que quero seguir. O carinho dos argentinos tem sido muito especial”, comemorou.

Dudu Azevedo é Jesus na trama da Record TV

Novela Fina Estampa (TV Globo)

Já na obra escrita por Aguinaldo Silva, em 2011, o artista surge em outra faceta, na pele de Wallace Mu, um famoso lutador de MMA, que descobre uma grave doença no coração e para de competir.

“Revisitar um trabalho antigo, com um personagem empático como o Wallace Mu é divertido e interessante”, ressaltou ele, que faz questão de agradecer ao público, por tamanho prestígio.  

“Não tenho circulado nas ruas porque temos respeitado à risca o isolamento social, mas o retorno pela internet tem sido incrível, para os dois trabalhos. Um reconhecimento carinhoso e gratificante pelas redes sociais”, comentou ele, que estreou na telinha em 1994, na série juvenil Confissões de Adolescente.

Dudu Azevedo é Wallace Mu em Fina Estampa

Joaquim, a dádiva de ser pai

Se no trabalho vai tudo bem, obrigado, melhor ainda podemos descrever a fase pessoal do nosso entrevistado.

Casado com a médica Fernanda Mader - o sobrenome parece familiar? Sim, ela é sobrinha da atriz veterana Malu Mader -, Dudu experimenta esse amor eterno da paternidade, com o nascimento de Joaquim, em agosto de 2018.

“A paternidade sem dúvida alguma faz de mim alguém melhor, mais responsável, engajado e, sobretudo, consciente de que o mundo melhor que desejamos, depende do quão melhor podemos ser a cada dia, e dos filhos melhores que formamos para o mundo”, refletiu.  

A família é puro amor e sintonia

Quarentena do amor

Assim como a maioria das pessoas, o ator está passando o período de reclusão social ao lado da família. Ele destacou o aspecto positivo do momento.

“Venho compreendendo como uma benção, o tempo disponível para o meu filho nessa fase preciosa. Como sou muito otimista e tenho uma enorme fé, acredito que vamos passar por tudo isso, mesmo que com dificuldades, e assim busco evoluir no processo. Ao invés de lamentar o que não tenho podido fazer, prefiro celebrar aquilo que posso, e assim realizar da melhor forma”, contou.

Dudu Azevedo e a dádiva da paternidade

Por fim, perguntamos a Dudu Azevedo quais fatores o tiram do sério.

“O egoísmo, a injustiça, a falta de responsabilidade, de senso coletivo. A ambição que apodrece o ser humano e, sobretudo, o cinismo daqueles que vivem dizendo que desejam um mundo melhor, mas não compreendem que ele só é possível por meio dos nossos atos e escolhas. Muitas pessoas apontam o dedo pra todo lado, porém, são responsáveis diretos por muitos problemas que passamos no cotidiano. Acredito no mundo que eu quero construir. A esperança é o que mantém viva a minha luta”, concluiu o ator, demonstrando a serenidade e bom senso que lhe é peculiar.  

O ator explicou quais fatores o irritam na vida

Jesus: Messias anuncia a escolha de seus doze apóstolos
Fina Estampa: Teodora sente ciúmes de Wallace





Notícias Relacionadas

13/07/2020 | 09h30m - Flavia Almeida

Sem máscara, Renato Gaúcho é abordado por policiais

13/07/2020 | 09h15m - Giovanna Prisco

Pedro Scooby mostra momento fofo de filhos com Cintia Dicker



Instagram

Instagram

OFuxico