Imprimir

Notícias

01/10/2020 | 04h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Duques de Sussex se enfurecem após boatos de reality show

Meghan Markle e Harry negaram a notícia

Duques de Sussex se enfurecem após boatos de reality show - Reprodução/Instagram

Príncipe Harry e Meghan Markle ficaram enfurecidos a respeito de boatos de que iriam protagonizar um reality show. 

O jornal Daily Star foi um dos primeiros veículos da imprensa a publicarem tal notícia. De acordo com a publicação, o casal passaria três meses sendo observado por câmeras para um programa relacionado a um de seus projetos de caridade. Tudo faria parte de um acordo com a Netflix.

Porém, por meio de um comunicado, exibido pelo canal E!, Meghan e Harry informaram: “O duque e a duquesa não farão parte de um reality show.” 

A Netflix se recusou a confirmar ou negar se o casal real será visto na telinha em breve. 

Um representante da plataforma afirmou: "O casal ainda tem diversos projetos em desenvolvimento, incluindo uma série documental sobre a natureza e uma série animada que celebra mulheres inspiradoras. Mas não vamos discutir nada sobre os programas nesse momento", avisou. 

Duques ‘estão arriscando demais’

 

Para Eric Schiffer, presidente da Reputation Management Consultants, uma companhia que se dedica aos serviços de limpar e proteger contra difamação online, acredita que o príncipe Harry e Meghan Markle estão arriscando sua marca por causa de seus depoimentos políticos. 

Eric Schiffer disse em entrevista ao Yahoo UK que o casal está se arriscando ao falar das eleições nos Estados Unidos, mesmo que estejam tomando uma posição neutra. O duque e a duquesa de Sussex estão encorajando os americanos a votar, em um vídeo lançado esta semana pela lista Time 100, nomeando as 100 pessoas mais influentes do mundo. 

Meghan, de 39 anos, sempre falou de sua opinião política desde que o casal se mudou para os Estados Unidos, mas é a primeira vez que Harry, de 36 anos, falou em votar. 

Apesar de não apoiarem explicitamente Joe Biden, candidato democrata, a opinião de Meghan sobre Donald Trump, presidente republicano e candidato, é bem conhecida. Ela já o chamou de 'divisor' e 'misógeno' em 2016. 

Embora Harry não vote  naquele país, Meghan pode e pediu às pessoas que façam valer seus direitos de irem votar, já que o voto não é obrigatório. 

"Faltam apenas seis semanas para o dia da eleição e hoje é o Dia Nacional de Registro de Eleitores. A cada quatro anos, ouvimos a mesma coisa, que 'esta é a eleição mais importante de nossa vida'... Mas esta é. Quando votamos, nossos valores são colocados em prática e nossas vozes são ouvidas. Sua voz é um lembrete de que você é importante. Porque você faz. E você merece ser ouvido", disse a duquesa. 

Príncipe Harry lembrou às pessoas que, como membro da família real, ele nunca teve permissão para votar no Reino Unido: 

"Nesta eleição, não vou poder votar aqui nos Estados Unidos, mas muitos de vocês podem não saber que também nunca pude votar no Reino Unido durante toda a minha vida. À medida que nos aproximamos em novembro, é vital que rejeitemos o discurso de ódio, a desinformação e a negatividade online".

Meghan Markle e Príncipe Harry estão prontos para outro bebê
Príncipe Harry planeja pilotar helicópteros na Califórnia







Instagram

Instagram

OFuxico