Imprimir

Notícias

24/09/2020 | 13h00m - Publicado por: Flávia Almeida | Foto: Reprodução/Instagram @loracarola

Em live, Carolina Dieckmann comemora reprises: ‘Sou fascinada por esses personagens densos’

Atriz está há nove meses em quarentena em Miami

Em live, Carolina Dieckmann comemora reprises: ‘Sou fascinada por esses personagens densos’ - Reprodução/Instagram @loracarola

No ar na edição especial de Laços de Família, novela de Manoel Carlos que está sendo reprisada na faixa nobre da Globo, Carolina Dieckmann participou de uma live com a jornalista Joyce Pascowitch, no perfil do Instagram do Glamurama, na noite de quarta-feira (23).

A atriz carioca, que também pode ser vista no canal Viva na reprise de Mulheres Apaixonadas falou sobre sua quarentena em Miami, onde mora com o marido, Tiago Worcman, que é Vice-presidente Sênior e Executivo da MTV e da Paramount Channel para a América Latina, e o filho do casal José. Ela destacou que esta é a primeira vez que percebe que vive no exterior.

“Não sinto que eu moro aqui. É a primeira vez que passo uma longa temporada aqui, estou há nove meses. Nunca fiquei mais de um mês sem ir para o Brasil”.

Carolina Dieckmann celebra 70 anos da TV brasileira

Na transmissão ao vivo, a loura destacou as diferenças que observa entre os dois países, neste período.

“Tem duas coisas que apontaria como pontos diferentes. Uma é a injustiça social, que, embora exista, é muito menos do que no Brasil, e outra coisa que percebi de imediato é que o americano, em sua grande maioria, é habituado a fazer esse tipo de reclusão, ou por causa de furacão, tem algumas situações aqui que as pessoas estocam comida e agua e ficam trancadas em casa. No Brasil, isso nunca aconteceu, um evento da natureza de deixar todo mundo trancado em casa. Aqui está mais no DNA do americano. Não estou dizendo que se comportaram melhor, mas estavam habituados”, disse a atriz.

No início da pandemia, Carol estava prestes a viajar para o Brasil. E teve planos da carreira de cantora adiados.

“Quando começou a pandemia, eu estava indo para o Brasil continuar a turnê de Karolkê (show que mistura música e conversa, com interação da plateia), mas aí suspendemos tudo. É um projeto impossível de fazer online. Achamos que ia durar uma semana, um mês… Foi um presente de Deus estar aqui com a minha família”, afirmou.

Ela, que ainda está mantendo o distanciamento social e passa maior parte do tempo em casa, enfatizou a saudade que sente do Brasil.

“Sinto falta das pessoas! Antes falava que era da comida, coisas assim, mas o que realmente me faz falta são as pessoas. Hoje temos a possibilidade de fazer uma videochamada, que ajuda bastante a aliviar a saudade. Isso de poder falar ao vivo, olhar no olho, é uma mão na roda.”

Lei Carolina Dieckmann

Com as reprises de seus trabalhos, a artista tem observado a diferença entre as personagens Camila, de Laços de Família, e Teodora, de Mulheres Apaixonadas.

“As cenas da Teodora eram muito mais divertidas, tinha um corpo ativo em cena… já a Camila é o oposto. Mas sou alucinada por esses personagens densos, é o que você não diz, aquele sentimento trabalhado. A Camila é um presente de orixá, alguém que vem e te transforma profundamente, te dá um norte. Estou louca pra ver a reprise, porque quero enxergar quem está ali dentro, quero investigar aquilo ali. Já se passaram 20 anos. O tempo vai afastando dessa ebulição.”

'Camila era odiada quase como se fosse eu', diz Carolina Dieckmann sobre Camila de Laços de Família

Carolina conversou também sobre a criação da Lei Carolina Dieckmann, que ganhou seu nome pelo fato da atriz ter seu e-mail invadido por hackers, que passaram a extorquir a atriz por conta de nudes que haviam sido enviados por ela para o marido e tentativa de extorsão. Destemida, Carolina levou a investigação e o processo até o fim, e, depois disso, foi sancionada a lei que torna crime a invasão de aparelhos eletrônicos para obtenção de dados particulares.

“As fotos foram roubadas e tentaram me extorquir. Tratei como crime. Não fiz uso da lei porque ela foi sancionada após meu caso, mas a maneira como lidei com o caso pode ajudar outras pessoas”, relembrou.

Carolina Dieckmann no Dia da Fotografia: ‘Sejamos fotógrafos’





Notícias Relacionadas

18/09/2020 | 14h44m - Flávia Ávila

Carolina Dieckmann celebra 70 anos da TV brasileira

18/09/2020 | 12h50m - Leandro Lel Lima, colaboração para OFuxico

'Camila era odiada quase como se fosse eu', diz Carolina Dieckmann sobre Camila de Laços de Família

16/09/2020 | 19h20m - Michele Marreira

Carolina Dieckmann é celebrada por famosos em post festivo



Instagram

Instagram

OFuxico