Imprimir

Notícias

29/07/2020 | 00h00m - Publicado por: Caroline Huertas | Foto: Reprodução / Instagram

Entenda a briga entre Kanye West, Kim Kardashian e família

Está perdido nessa confusão toda? A gente te explica!

Entenda a briga entre Kanye West, Kim Kardashian e família - Reprodução / Instagram

Nas últimas semanas, Kanye West e Kim Kardashian atraíram todos os holofotes para si após declarações bastante polêmicas feitas pelo rapper, incluindo ofensas à socialite e sua mãe, Kris Jenner.

A briga foi bem feia entre eles, envolvendo toda a Família Kardashian-Jenner e até outros famosos, que comentaram a repercussão do caso. 

Toda a imagem de 'casal perfeito' que Kim e Kanye tinham construído com muito afinco - sempre juntos, felizes com os quatro filhos, protegendo e apoiando um ao outro em todas as ocasiões - acabou caindo por terra. 

E isso aconteceu apenas alguns dias depois do próprio rapper ter dado mais detalhes ao TMZ sobre a Wild Wild West, mansão luxuosa que planejava construir com a esposa e os herdeiros em Wyoming, e depois de Kim ter feito várias postagens amorosas com o marido e os filhos. 

Na 'treta' do casal, Kanye acabou revelando que já faz dois anos que tenta se separar de Kim, o que deixou os fãs bem confusos e sem entender nada do que estava rolando. 

Por isso, nós do OFuxico decidimos fazer um resumão de tudo o que aconteceu, para você se inteirar desse assunto que, com certeza, ainda vai dar muito o que falar. Vem com a gente!

 

Presidência

O início dessa briga toda aconteceu quando, este ano mesmo, Kanye West revelou que gostaria de concorrer à presidência dos Estados Unidos. 

O rapper já tinha demonstrado essa intenção desde 2015, mas todo mundo tinha encarado como uma brincadeira. Agora, ele anunciou em seu Twitter que isso é a mais pura verdade.  

"Agora devemos cumprir a promessa da América confiando em Deus, unificando nossa visão e construindo nosso futuro. Estou concorrendo à presidência dos Estados Unidos! #2020VISION", escreveu ele. 

Um informante declarou ao Entertainment Tonight que Kanye conversou com vários amigos poderosos ao longo dos anos, conseguindo apoio a portas fechadas, e afirmou que Kim Kardashian e sua família também defendiam totalmente esse sonho, pois acreditavam que ele tinha muito a acrescentar à sociedade, já que estava 'anos a frente de seu tempo', segundo a própria socialite. 

 

Declarações polêmicas

Porém, se Kanye West já tinha chamado a atenção e atraído muitas críticas quando apoiou Donald Trump nas últimas eleições, agora com sua própria candidatura esse 'hate' só aumentou ainda mais. 

Tudo porque o rapper é bastante polêmico em suas declarações e muita gente não apoia seu pensamento. Nos últimos tempos, ele já deu muitas opiniões controversas e até mesmo ofensivas, o que gerou muito burburinho nas redes sociais. 

Exemplo recente disso foi sua alegação à revista Forbes sobre o coronavírus. Ele, que afirmou ter tido a doença no início deste ano, afirmou que não confia na vacina e usou argumentos religiosos para defender seu posicionamento.

"Muitos de nossos filhos estão sendo vacinados e paralisados ​​... Então, quando eles dizem que vamos acabar com a Covid com uma vacina, sou extremamente cauteloso. Essa é a marca da besta (...) querem colocar chip dentro de nós, fazer todo tipo de coisa, para que não possamos atravessar os portões do Céu. Sinto muito quando digo que eles, os humanos, têm o diabo dentro deles. E o mais triste é que nem todos nós chegaremos ao céu, alguns de nós não conseguirão", comentou na ocasião, gerando muitas críticas. 

 

Desconforto

Entre todas as opiniões polêmicas de Kanye West, uma revoltou bastante Kim Kardashian. Isso porque ele expôs uma particularidade de sua vida, que a deixou em uma baita saia justa. 

Em seu primeiro discurso em Charleston, na Carolina do Sul, o rapper revelou que o casal quase optou por abortar a primeira filha, North West, hoje com sete anos, mas que teve uma 'intervenção divina para mostrar o quão errado era aquele caminho' e desistiram do feito. 

"Ela me ligou gritando e chorando, dizendo: ‘Estou grávida’. Deus me disse: 'Se você f***r com a minha visão, eu vou f***r com a sua'. Liguei para minha esposa e ela disse: ‘Nós vamos ter esse bebê’ ", contou ele publicamente, mesmo sem a permissão anterior de Kim Kardashian. 

"Mesmo que minha esposa se divorcie de mim depois desse discurso, ela trouxe a North para este mundo quando eu não quis. Ela tinha as pílulas na mão. Eu quase matei minha filha", declarou, indo às lágrimas durante sua fala. 

Além da esposa de Kanye não ter gostado da exposição feita pelo marido, a imprensa internacional ainda declarou que ela e suas irmãs, Khloe, Kendall, Kylie e Kourtney, estavam morrendo de medo de tomar boicote do público no programa Keeping Up With The Kardashians por conta da declaração sobre o quase-aborto.

 

Postagens estranhas

Um dia após o discurso polêmico, Kanye West ainda usou seu Twitter para fazer uma série de postagens estranhas no dia 20, incluindo algumas teorias da conspiração contra ele, o que deixou os fãs bastante preocupados. 

Ele contou que Kim Kardashian e sua sogra, Kris Jenner, estavam ignorando-o desde então, pois não gostaram do que ele expôs para o público. 

Com prints, Kanye mostrou que estava tentando ligar para as duas, mas sem sucesso. Depois, fez posts pedindo para que elas o atendessem e parassem de evitá-lo. 

"Kris e Kim, me liguem agora", tweetou. 

Na sequência, mostrou um print de uma tentativa de conversa com Kris, em que ela não responde. 

"Aqui é o Ye. Você está pronta para conversar agora? Ou ainda está evitando minhas ligações?", dizia a mensagem em questão.

Depois, Kanye afirmou que Kim queria interná-lo após o discurso e ele comparou isso ao filme Corra!, em que um jovem negro descobre um segredo sombrio da família branca de sua namorada.

"Kim estava tentando voar para Wyoming com um médico para me prender como no filme Corra!, porque eu chorei sobre ter salvado a vida da minha filha ontem", escreveu.

Logo em seguida, o rapper falou que esse filme é sobre ele e que ele estava com medo de ser preso como Nelson Mandela, líder da luta contra a segregação racial. 

"Se eu for preso como Mandela, todos vocês sabem o porquê", postou ele e depois comentou: "Todo mundo sabe que o filme Corra! é sobre mim". 

Na ocasião, ele ainda alfinetou Kris Jenner, que é acusada em rumores de ter filmado a famosa sex tape que vazou da filha Kim Kardashian. Kanye falou que 'jurava por Deus' que a esposa não faria o mesmo com North. 

"Eu coloco minha vida nas mãos de Deus que a mãe de North nunca fotografaria ela fazendo Playboy" e "Eu juro pelas minhas crianças que a mãe delas nunca venderia sua sex tape" foram alguns dos tweets. 

"Eu estou no rancho, venha me pegar", concluiu ele, em meio a outros posts sobre o assunto em que garantiu que nenhum de seus filhos posaria nu.

Kanye ainda falou para Kris não 'brincar com ele' e que ela não tinha permissão de ficar perto dele. Pouco depois de postado, tudo foi apagado. 

Confira os tais tweets: 

 

Kanye West faz série de tweets sobre Kim Kardashian, a família e teorias da conspiração contra ele

 

Kanye West alfineta Kris Jenner

Kanye West diz que filhos jamais posarão nus

Kanye West mostra tentativa de falar com Kris Jenner, sem sucesso

 

Mais postagens polêmicas

Mas você achou que a série de tweets polêmicos de Kanye West tinha acabado após ele ter apagado tudo? Achou que ele tivesse se arrependido? Que nada!

No dia 22, tudo só piorou e o rapper voltou a colocar a boca no trombone. Em seu Twitter, ele detonou a sogra, Kris Jenner, e a esposa, Kim Kardashian, mais uma vez. 

Em uma série de novos posts bem estranhos, ele as chamou de 'supremacistas brancas', comparou a matriarca das Kardashian-Jenner ao ditador norte-coreano Kim Jong-Un - chamando-a de Kris Jong-Un - e até falou em se divorciar. 

Primeiro, Kanye voltou a falar que as duas tentaram interná-lo e contou que está tentando se separar da esposa há quase dois anos. 

"Elas tentaram voar com dois médicos para mim. Estou tentando me divorciar desde que Kim se encontrou com Meek Waldorf por causa da 'reforma penitenciária'. Eu tenho mais 200 para levar. Este é o meu tweet da noite... Kris Jong-Un. Lil Baby é meu rapper favorito, mas não fará uma música comigo", escreveu ele. 

Na sequência, mostrou mais um print com Kris Jenner, em que tenta novamente falar com ela, mas sem sucesso.

"Aqui é o Ye. Você quer conversar? Ou ir para a guerra?", questionou ele nas mensagens. Ele também legendou a imagem como "superamacia branca em seu grau mais alto". 

Para finalizar, Kanye West afirmou que Kim Kardashian e sua sogra deram declarações sem consultá-lo antes e ele não acha que isso seja a atitude de uma boa esposa. 

Neste tweet, ele se refere a elas mais uma vez como 'supremacistas brancas'. 

"Kris e Kim deram uma declaração sem meu consentimento... isso não é o que uma esposa deveria fazer. Supremacia branca", declarou. 

Pouco depois, os tweets foram apagados, assim como os primeiros feitos pelo rapper. 

Confira o que ele tinha escrito: 

 

 

Amante

Além de todo esse falatório, Kanye West ainda fez uma acusação chocante, alegando que Kim Kardashian o tinha traído há dois anos. 

O suposto amante é o rapper Meek Mill, que teria dormido com a socialite após se encontrarem em um evento em um hotel em 2018 e esse seria o motivo pelo qual Kanye West queria se divorciar da esposa. 

Diante da revelação, o acusado rebateu o que o marido de Kim Kardashian falou e o chamou de mentiroso no Twitter, negando que tenha rolado algo entre ele e a famosa. 

Segundo o site TMZ, na época Kim reuniu pessoas para falar sobre reforma da justiça criminal dos Estados Unidos, junto com a ativista e filantropa Clara Wu Tsai, e nunca foi um encontro individual com Meek.

De acordo com testemunhas, depois da reunião, Kim saiu imediatamente do hotel, desmentindo a alegação de Kanye West. 

Meek Mill é apontado como amante de Kim Kardashian

 

Crise em KUWTK

Kim Kardashian não quer deixar aparecer toda essa crise na série Keeping Up With The Kardashians.

Segundo o site TMZ, a socialite ordenou que a produção do reality show fique de fora da polêmica e não use no programa o que tem acontecido nas últimas semanas.

 

Bipolaridade

Kim Kardashian também usou seu Instagram para quebrar o silêncio sobre o ocorrido e pedir empatia por parte do público, avisando que Kanye West tem transtorno bipolar. 

"Como muitos de vocês sabem, Kanye tem um distúrbio bipolar. Quem tem isso ou tem um ente querido em sua vida sabe o quão incrivelmente complicado e doloroso é entender. Eu nunca falei publicamente de como isso nos afetou em casa, porque eu sou muito protetora dos nossos filhos e do direito de Kanye à privacidade quando se trata de sua saúde. Mas hoje, sinto que devo comentar sua saúde por causa do estigma e equívocos sobre saúde mental", começou ela.

As mensagens que ele postou e os 'surtos' fazem parte da condição psicológica de quem tem o distúrbio e a socialite explicou isso aos seguidores, que vinham atacando o rapper com mensagens ofensivas. 

Em seguida, ela também falou que quem tem esse distúrbio precisa querer se tratar, desmentindo a acusação de que ela e a mãe tentaram interná-lo à força.

"Aqueles que entendem sobre doença mental ou mesmo comportamento compulsivo sabem que a família não tem poder sobre a pessoa, a menos que o membro seja menor de idade. As pessoas que desconhecem ou estão distantes dessa experiência podem julgar e não entender que o próprio indivíduo precisa se engajar no processo de obter ajuda, por mais que a família e os amigos tentem", comentou. 

A empresária também fez questão de elogiar o marido e afirmou que o que ele diz nem sempre corresponde às suas intenções.

"Eu entendo que Kanye está sujeito a críticas, porque ele é uma figura pública e suas ações às vezes podem causar opiniões e emoções fortes. Ele é uma pessoa brilhante, mas complicada, que, além das pressões de ser artista e negro, experimentou a dolorosa perda de sua mãe e precisa lidar com a pressão e o isolamento que é o seu distúrbio bipolar. Aqueles que são próximos a Kanye conhecem seu coração e entendem que suas palavras algumas vezes não se alinham com suas intenções".

Para finalizar, Kim pediu compreensão e empatia neste momento.

"Viver com desordem bipolar não diminui ou invalida seus sonhos e suas idéias criativas, por maiores ou impossíveis de serem alcançados por alguns. Isso faz parte de seu gênio e, como todos testemunhamos, muitos de seus grandes sonhos se tornaram realidade. Nós, como sociedade, falamos em dar graça à questão da saúde mental como um todo, mas também devemos dar às pessoas que vivem com ela nos momentos em que mais precisam. Peço gentilmente que a mídia e o público nos dêem a compaixão e empatia necessárias para que possamos superar isso. Obrigada a aqueles que expressaram preocupação pelo bem-estar de Kanye e por sua compreensão. Com amor e gratidão, Kim Kardashian West", concluiu.

 

Paranóia

Vale destacar que Kanye já tinha comentado sobre sua condição no ano passado, em uma longa entrevista para um episódio da série My Next Guest Needs No Introduction With David Letterman, da Netflix. 

"Se você não toma medicação todos os dias para se manter em um certo estado, você tem um potencial para estourar e isso pode levá-lo a um ponto em que você pode até acabar no hospital", disse West. 

"Esta é a minha experiência específica que eu tive nos últimos dois anos, porque eu só fui diagnosticado há dois anos. Quando você está nesse estado, você é hiper-paranóico sobre tudo. Todo mundo - esta é a minha experiência, outras pessoas têm experiências diferentes - são atores. Tudo é uma conspiração. Você sente que o governo está colocando chips na sua cabeça. Você sente que está sendo gravado. Você sente todas essas coisas. Você tem esse momento [em que] sente que todo mundo quer te matar. Você praticamente não confia em ninguém", acrescentou, falando da sua crise em particular.

 

Khloe Kardashian

Khloe Kardashian, irmã de Kim Kardashian, postou uma série de mensagens enigmáticas, apenas algumas horas depois que os fãs compartilharam suas preocupações com Kanye West e o atual estado de sua saúde mental.

"Uma vida bonita começa com uma mente bonita", "Não há nada mais bonito do que alguém que se esforça para tornar a vida bonita para os outros" e "Nosso maior medo não deve ser o fracasso, mas sim o sucesso em coisas que não importam na vida" foram as 'citações inspiradoras' publicadas pela socialite. 

Alguns seguidores suspeitam que Khloe estava mirando em Kanye com suas mensagens, mas nada foi confirmado. 

 

Kim e Kanye vão se separar? 

Após as alegações de Kanye West sobre querer há dois anos se separar de Kim Kardashian, a maior preocupação dos fãs é saber se isso realmente vai acontecer, mas nada ainda está 100% certo.  

O Entertainment Tonight, por exemplo, divulgou a informação de uma suposta fonte próxima ao casal que alegou que a socialite não deseja se divorciar, embora o rapper esteja firme nessa decisão. 

"Kanye estava lá por Kim durante o assalto em Paris, ele largou tudo para ficar ao seu lado. Esse é o cara que Kanye é e esse é o cara que Kim ama. Kim estará lá por Kanye e, embora agora ele não a queira ao seu lado, ela está pronta para deixar tudo por ele quando ele estiver pronto”, disse o informante.

Ao jornal The Sun, uma pessoa próxima também garantiu que Kim quer fazer o casamento dar certo por causa de seus filhos e que acredita ser a única salvação de Kanye em seu estado mental atual. 

"Ela queria que seu casamento funcionasse por causa de seus filhos e acredita que ela é a única pessoa que pode salvar Kanye. Depois de tudo o que aconteceu nesta semana, ela sabe que não pode salvar seu casamento, mas ela não vai se separar dele durante seu ponto mais baixo. Ela deve isso aos filhos, ficar ao seu lado até ele conseguir ajuda", informaram. 

Ainda assim, a fonte revelou que ela entrou em contato com advogados, pedindo auxílio jurídico a eles, já que o rapper deseja o divórcio. 

Já para a revista People, uma outra fonte próxima dos dois declarou que eles já estão considerando a separação há várias semanas, antes mesmo do assunto ser divulgado por Kanye West, e que esse é um desejo mútuo, inclusive estando em processo há tempos.  

O informante também contou que rapper e a socialite já não se conversam há dias e moram em lados opostos da casa, não querendo contato algum um com o outro.  

Uma segunda fonte confirmou essa versão. "Houve comunicação suficiente, tanto nos últimos dias como nas semanas anteriores, para estabelecer que ambos os lados acham que o casamento acabou", disse. 

O que falta é apenas finalizar a estrutura da separação, para que fique algo saudável principalmente para os quatro filhos do casal, mas que Kanye West já está seguindo seu próprio caminho, como é o caso de sua candidatura à presidência. 

"Eles precisam avançar em termos de estruturar uma separação que possa ser amigável e saudável para eles e, principalmente, para seus quatro filhos", declarou a fonte. 

Embora especulações apontem para o fim, nenhum dos dois comentou sobre o assunto. 

Kanye West, Kim Kardashian e família

 

Pedido de desculpas

Apesar de não confirmarem de uma vez se vão seguir caminhos diferentes ou não, o rapper decidiu pedir desculpas à esposa por tudo o que falou nos últimos dias. 

Após a grande polêmica que suas postagens no Twitter causaram, agora Kanye decidiu usar a plataforma 'para o bem' e se mostrou arrependido do que fez. 

"Gostaria de pedir desculpas à minha esposa, Kim, por ir a público com algo que era assunto particular. Eu não a protegi como ela me protegeu. Para Kim, eu quero dizer que sei que te machuquei. Por favor, me perdoe. Obrigado por sempre estar ao meu lado quando preciso", escreveu. 

A postagem logo reacendeu as esperanças dos fãs sobre uma reconciliação do casal, uma desistência da separação e uma nova fase de paz. 

 

Justin Bieber

Esse rolo foi tão grande, que até celebridades se viram envolvidas no caso. Segundo a revista OK!, Justin Bieber também participou da confusão toda. 

Mas o cantor teve uma boa influência na briga, porque foi ele que fez com que Kanye West pedisse desculpas a Kim Kardashian por discutir seus problemas pessoais em público.

A publicação afirmou que Bieber e sua esposa, Hailey, encontraram o rapper em Wyoming no dia 24 e o incentivaram a fazer as pazes com a esposa, além de refletir sobre as pessoas que possivelmente machucou com todas as declarações ofensivas. 

Kanye West foi incentivado por Justin Bieber a se desculpar com Kim Kardashian

 

Demi Lovato

Demi Lovato também deu seu parecer sobre a repercussão do caso. A cantora, que já sofreu com distúrbios psicológicos, partiu em defesa de Kanye West após o rapper ser atacado por internautas na web após toda a polêmica. 

Ela usou seu Twitter para criticar a maneira como as pessoas tratam a saúde mental e mostrar compaixão por ele ter tido um episódio de crise bipolar. 

"Seria legal se pelo menos uma vez as pessoas pudessem deixar de lado os aplicativos para fazer memes e orassem por alguém que está lutando com doença mental. O que aconteceu com a empatia?", questionou a cantora, que lida com depressão e a dependência química desde a adolescência.

"Também é incrível para mim que as pessoas realmente acham que sabem de verdade sobre o que celebridades estão passando. Talvez dê um passo para trás e lembre-se que você não sabe de tudo sobre alguém, mesmo que você os veja na televisão", completou. 

Para finalizar, a cantora mandou um recado:

"Não finjam que sabem sobre a doença mental de alguém se você não o conhece pessoalmente. Se toque."

Confira: 

Demi Lovato sai em defesa de Kanye West

A cantora criticou o modo como as pessoas tratam as questões de saúde mental

Ela pediu mais respeito sobre o caso

 

Defendido pelo amigo

Damon Dash, amigo de Kanye West e co-fundador da gravadora Roc-A-Fella Records (junto a Jay Z e Kareem Burke),​ rejeitou as preocupações de Kim Kardashian e dos fãs sobre a saúde mental do rapper.

Ele alegou que esteve com o amigo em seu rancho em Wyoming e descreditou a declaração da socialite sobre o marido ter transtorno bipolar. 

Damon afirmou que Kanye está 'legal' e descartou a possibilidade de ele estar com algum problema, principalmente psicológico, partindo em defesa do colega. 

"Eu não dou a mínima para nada disso. Eu o vi. Ele está legal. Eu não dou a mínima sobre o que eles dizem. Ele está um pouco cansado, mas feliz. Por que você está falando sobre a saúde mental dele? Ele está em uma grande sala com 40 empresas diferentes. Desenvolvimento de ideias. É um laboratório acontecendo por aqui. Pense em Willy Wonka", disparou.

O produtor também defendeu o fato de Kanye West ter chorado ao falar do aborto em seu comício presidencial nos Estados Unidos e disse que as pessoas não o compreendem. 

"As pessoas pensam que ele perdeu a cabeça só porque chorou. O jeito que ele perdeu a cabeça e voou em seu jet direto para seu rancho de 40 mil acres? Sim, eu gostaria de perder minha mente assim. Definitivamente, há pessoas ao seu redor que o amam e ele vai ficar bem. Estamos rezando, trabalhando. As pessoas pensam como se estivéssemos em um asilo de loucos, mas lançamos um álbum. As pessoas assistiram à manifestação e acham que ele é louco, mas é assim que as pessoas comuns pensam. Todo mundo que o ouve e que pensa que ele é louco não é um bilionário. Mas, por alguma razão, Elon Musk não acha que ele é louco. Eu não acho que ele é louco. Bilionários não acham isso louco, porque ele fala isso. E a maioria das pessoas não fala sobre isso. Ele fala como um general para pessoas que geralmente são soldados", alfinetou Dash. 

 

Destruição do namoro

E finalizando a polêmica, pelo menos por enquanto, ao que tudo indica a repercussão negativa das postagens de Kanye não atingiram só a ele e sua família. 

A real é que Meek Mill se separou da namorada, Milan Harris, e, segundo o que se especula, isso aconteceu porque o marido de Kim Kardashian apontou o rapper como sendo o amante de sua mulher. 

Como além da socialite, ele também era comprometido, parece que o relacionamento desandou desde então, mesmo após Kanye West apagar as publicações feitas e pedir desculpas publicamente sobre tudo o que disse.

Mesmo com a negação de Meek Mill sobre o envolvimento com Kim Kardashian e até fontes próximas alegando que eles não ficaram mesmo juntos, agora os rumores ganharam forças novamente. 

Em seu próprio perfil no Twitter, o rapper anunciou o fim do relacionamento e muita gente começou a dizer que esse era um 'atestado de confirmação' de que era verdade o rolo extra-conjugal entre ele e a esposa de Kanye West.  

"Nós, eu e Milan, decidimos continuar amigos e criar nosso filho como pais separados. Ainda temos um amor louco um pelo outro, mas nós dois chegamos a um consenso!", escreveu ele primeiramente, mas logo depois dos diversos comentários sobre o assunto, o post foi deletado. 

Meek Mill termina namoro com Milan Harris por causa de Kanye West acusá-lo de amante da Kim Kardashian

 

E o que você acha que vai rolar nessa história toda? Será que Kim Kardashian e Kanye West vão mesmo se separar? Ele continuará firme em sua corrida pela Presidência dos Estados Unidos? Fará mais alguma declaração polêmica? Outro famoso será envolvido nessa confusão? Alguém mais do clã Kardashian-Jenner se manifestará? Kanye fará mais posts ofendendo a esposa e sua família? Aguardamos, ansiosos, as cenas dos próximos capítulos. 





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico