Imprimir

Notícias

02/12/2009 | 17h35m - Publicado por: Flavia Almeida | Foto: Divulgação

Ex-Chacretes entram com ação na Justiça contra filme do Chacrinha

Ex-Chacretes entram com ação na Justiça contra filme do Chacrinha

Ex-Chacretes entram com ação na Justiça contra filme do Chacrinha  - Divulgação
Toda a festa em torno do lançamento do documentário Alô, Alô Terezinha, que conta a carreira de Abelardo Barbosa, o maior fenômeno de comunicação da tevê brasileira, ganhou um balde de água fria. 

Algumas Chacretes entraram na Justiça do Rio contra o filme de Nelson Hoineff, lançado no Festival do Rio, em setembro.
De acordo com o advogado das ex-dançarinas, Sylvio Guerra, Sandra Pureza, Cleópata (Maria Aparecida), Arcia Saint Tropez e Edinha Rainha dos Palmares se sentiram ofendidas com citações e insinuações, através de depoimentos, de que elas seriam 'garotas de programa'.

“Pedi à 13ª Vara Cível que a empresa responsável apresentasse o DVD para instrução do processo principal, e a Juíza Ledir Dias de Araújo determinou que a emrpesa o fizesse. Eles não respeitaram a ordem e deixaram transcorrer o prazo para a resposta”, explica Sylvio Guerra a O Fuxico.

No dia 24 último, a empresa Comal, que responde pela exibição, foi condenada a exibir o DVD sob pena de serem admitidos como verdadeiros os fatos apresentados no processo.

As Chacretes querem que sejam inseridas tarjas de distorção ou tarjas pretas nas imagens delas, sob pena de multa diária. 

Nelson Hoineff se defende e diz que, das quarto ex-Chacretes que estão no processo, duas sequer estão no filme e outras duas aparecem rapidamente. 





Notícias Relacionadas

16/11/2020 | 14h14m - Flávia Almeida

Deusa! Thaila Ayala aproveita o dia em de cachoeira



Instagram

Instagram

OFuxico