Imprimir

Notícias

02/02/2021 | 09h10m - Publicado por: Juliana Picanço | Foto: Reprodução/Instagram/Youtuber

Ex de Nego do Borel diz que cantor era agressivo até com a mãe: 'Nesse nível'

Swellen Sauer falou mais uma vez sobre o seu relacionamento com o artista em entrevista ao canal de Bruno de Simone

Ex de Nego do Borel diz que cantor era agressivo até com a mãe: 'Nesse nível' - Reprodução/Instagram/Youtuber

Swellen Sauer, ex-namorada de Nego do Borel, comentou sobre o relacionamento que viveu com o cantor e afirmou, mais uma vez, que o artista é uma pessoa agressiva. Segundo ela, que já foi assessora de imprensa de Nego, o cantor era violento até com a própria mãe. 

Em entrevista ao canal de Bruno de Simone no YouTube, ela disse que resolveu falar para confirmar e dar força à acusação de Duda Reis, que afirma ter sido agredida física e psicologicamente pelo cantor. 

Duda Reis sobre Lisa Barcelos: 'Espero conversar um dia'
Nego do Borel deve depor sobre acusação de enforcamento

"Com tudo que aconteceu nas últimas semanas eu acabei me pronunciando novamente, na verdade para abraçar uma causa e corroborar com um discurso que as pessoas estavam duvidando", disse ela. "Que bom que isso se tornou público. Hoje eu entendo o quão importante é você falar sobre o assunto porque dói em mim, dói nela (Duda Reis) e dói em várias outras mulheres", afirmou Swellen. "É importante falar para que isso vá embora e outras mulheres se inspirem e possam sair dessa situação".

Durante o bate-papo, ela ainda comentou sobre como percebeu as atitudes agressivas do cantor e revelou que Nego era agressivo até com a própria mãe. 

"Quando eu comecei a perceber um comportamento agressivo, não era nem comigo, a princípio. Era com a mãe dentro de casa, a forma como se comportava. Era agressivo no tom de voz, por ser contrariado e bater e jogar as coisas longe e quebrar, agressivo de dar cabeçada em uma porta, era esse nível de agressividade", disse ela.

Nego do Borel nega acusações de transfobia de Karol Conká

Swellen foi questionada se o cantor tinha envolvimento com drogas. "Eu nunca presenciei nada, embora eu soubesse de algumas coisas. A minha relação com ele era muito profissional, enquanto assessora. Enquanto namorada, eu ficava muito dentro de casa. Eu não era aquela namorada que dá a mão atrás do palco. Nós não morávamos juntos", falou. "Algumas pessoas sempre me falavam: 'Suwellen, esse cara não tá puro'", continuou.

Ela também falou sobre machismo no relacionamento. "Ele sempre foi muito machista e eu não entendia isso. Eu era muito apaixonada por ele e achava tudo muito engraçado. Quando eu vejo um vídeo dele com a atual ex-namorada (Duda Reis), a menina dopada na cama e ele pegando o rosto dela com o olho esbugalhado e fazendo umas maluquices, aquilo me doeu tanto, porque eu entendi, naquele momento, que aquilo é ele".

Nego do Borel se pronuncia: ‘Vou provar que o dinheiro é lícito’
Polícia faz buscas contra Nego do Borel em São Paulo e Rio de Janeiro

Swellen já declarou em outras ocasiões que o cantor tentou enforcá-la com o carregador de um celular e também já deu soco em suas costelas. Os dois ficaram juntos por dois anos.

Confira a entrevista completa!

Nego do Borel deve depor sobre acusação de enforcamento 

De acordo com informações do Jornal Extra, a Polícia Civil do Rio de Janeiro deve ouvir a jornalista Swellen Sauer, ex-namorada de Nego do Borel, a respeito dos supostos episódios de agressão dos quais ela teria sido vítima enquanto estavam juntos.

Nego do Borel nega acusações de transfobia de Karol Conká

Por meio de assessores, a jornalista disse que o cantor, em 2013, tentou enforcá-la usando um cabo de carregador de celular. O caso está sob investigação pela Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá.

A notícia ainda apontou que uma outra ex-companheira do artista, que não quis ter a identidade revelada, também prestará depoimento. Nesse inquérito, Nego é investigado por injúria, lesão corporal e tentativa de feminicídio.

Na última quinta-feira (28), foi cumprida a ordem de busca e apreensão na casa de Nego do Borel no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste da capital carioca. Os Policiais civis encontraram, dentro de um cofre, R$ 473 mil. Ele terá que prestar depoimento sobre a origem do dinheiro. Ele não estava na residência durante as buscas.

Investigadores ainda confiscaram aparelhos eletrônicos e o passaporte do artista. No último dia 15, policiais da 42ª DP apreenderam na casa do cantor uma réplica de fuzil, usada para a prática de airsoft.

Nego tem sido alvo de um inquérito criminal no qual é acusado de ameaçar e agredir a ex-noiva, a atriz e influenciadora digital Duda Reis.

Duda Reis sobre amizade de Nego e Anitta: ‘Ele vivia falando mal dela’

Pronunciamento dele

Recentemente, o dia amanheceu com a notícia de que a polícia havia apreendido o passaporte de Nego do Borel e ainda encontrou em sua casa mais de R$ 470 mil em espécie. Contudo, no final da tarde, o cantor afirmou que quer provar que não há nada de errado com ele.

“Eu comecei a trabalhar desde muito cedo, para ajudar a minha mãe com as despesas da casa. Trabalhei, busquei e graças à Deus conquistei o reconhecimento na profissão que sempre sonhei em ter. Com meu trabalho no funk, consegui mudar de vida, ajudar minha mãe, minha avó e até mesmo muitos amigos, além da minha comunidade. Tudo sempre de forma muito honesta inclusive o dinheiro encontrado na minha casa, em minha ausência enquanto eu estava a trabalho em São Paulo para compromissos de agenda. Eu e minha equipe já estamos trabalhando para provarmos que o dinheiro é lícito”, disse.

Nego do Borel lança música em meio à polêmicas com Duda Reis

“Estou com a consciência tranquila e ciente de que não há problema algum em guardá-lo em casa. Além disso, estou à disposição das autoridades para qualquer esclarecimento”, finalizou em seu depoimento.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico