Imprimir

Notícias

01/12/2020 | 10h28m - Publicado por: Flávia Almeida | Foto: Reprodução/Instagram

Ex de Tom Veiga: ‘Sinto muita saudade e um pouco de arrependimento'

Alessandra Veiga afirma que jamais revelará o motivo da separação, um mês após sua morte

Ex de Tom Veiga: ‘Sinto muita saudade e um pouco de arrependimento' - Reprodução/Instagram

Nesta terça-feira (01) completa um mês da morte de Tom Veiga. Ex-mulher do intérprete do Louro José, Alessandra Veiga, mãe de dois dos quatro filhos do artista, abriu o coração ao jornal Extra e contou detalhes da reconciliação que estava prestes acontecer. Eles se separaram em 2018, após quase 15 anos casados, e em maio deste ano, Tom – que estava se separando de sua terceira mulher, Cybelle Costa, com quem ficou casado por oito meses – propôs que eles voltassem.

“Ele pediu meu telefone para o meu filho. A gente se falava pelo WhatsApp todos os dias, e eu tenho muitos áudios nossos. Falamos um pouco de sentimento e da falta que sentíamos um do outro, e ele queria vir para cá para me ver”, disse ela.

Alessandra, que mora nos Estados Unidos com os dois filhos contou ao Extra que trocou a última mensagem com Tom um dia antes da morte dele e falaram sobre coisas rotineiras. O companheiro de trabalho de Ana Maria Braga não conseguiu ir aos Estados Unidos e Alessandra se programou para vir ao Brasil um dia após a data marcada para o divórcio dele, 05 de novembro. Tom morreu quatro dias antes.

Ana Maria Braga encara o desafio do ovo e web lembra de Louro José
Ana Maria Braga emociona em vídeo de Tom Veiga

“Não fui antes porque fiquei com medo de não conseguir voltar, por conta do meu visto de estudante. Ele também não conseguiu vir. A gente chegou a fazer planos, e isso, para mim, é amor”, destacou.

“Sinto muito saudade e um pouco de arrependimento. Se eu fosse dar um conselho para alguém é: não deixe o ego tomar conta. O ego fez com que a gente ficasse afastado um ano e cinco meses, e, quando a gente ia se encontrar de novo, aconteceu isso. Não levei uma rasteira da vida: fui é empurrada do precipício, porque o fato de eu voltar a falar com ele, de a gente voltar, de ter, graças a Deus, se acertado, foi, para mim, um grande presente de Deus. Mas, ao mesmo tempo, não consigo entender por que aconteceu isso”.

Saudades

Alessandra destacou que se isolou e tem sofrido muito por sentir a ausência do seu grande amor.

“Os dias estão sendo muito difíceis. Ainda mais porque a gente ia realmente se encontrar e conversar, depois que ele resolvesse a vida dele. Não quero ver as pessoas nem conversar com ninguém. É uma tristeza mesmo, por não ter conseguido vê-lo de novo, tocar nele de novo, saber que a gente ia conversar para ver, e eu não sei o que seria o futuro”.

Ela afirmou que seus dois filhos e os outros dois de Tom mantém uma relação muito boa

“Agora, temos que viver um dia após o outro. As crianças, dentro do possível, estão bem. A Amanda, filha dele com a Cristina, a primeira mulher, me disse uma coisa muito bonita, que a mãe dela disse para ela: que agora nós somos uma família de duas mães e quatro filhos".

Ana Maria Braga sobre Tom Veiga: ‘Nunca conversei com ele sobre a morte’

Perfil em homenagem

Na última sexta-feira (27), Alessandra criou um perfil no Instagram, @tomveigamemory exclusivamente para registrar momentos inéditos da vida do ex-marido.

“Foi muito bom para mim, pois eu vi vídeos, fotos, áudios, essas coisas todas que vão ficar para sempre em nossa família, de tudo que a gente viveu e se divertiu. Não quero aparecer. O perfil é para homenagear o grande homem que ele foi. O marido amoroso, atencioso, parceiro, para matar um pouco a saudade e relembrar coisas boas”.

“Eu ri, chorei, tenho muito material. Foram 14 anos e meio juntos, agora, na reaproximação, ele me mandou vídeos, áudios e fotos. Tem tanta coisa inédita. Tanta coisa boa que a gente viveu, que ele fez, que eu tive vontade de compartilhar. Mais do que fazer bem para qualquer outra pessoa que esteja vendo, está fazendo bem para mim. Está amenizando um pouco a minha dor”.

André Marques desabafa sobre morte de Tom Veiga: 'Dói demais'

Separação

Ela prefere não comentar os motivos que levaram os dois a separação

"As pessoas que julgam só veem a ponta do iceberg. Na época, não falei o motivo da separação, não importa, e eu nunca faria nada para prejudicar ele, do mesmo jeito que ele não faria para me prejudicar, porque a gente tinha amor um pelo outro. Sei que tinha, porque a gente ficou sem se falar um ano e cinco meses, e ele voltou a falar comigo, a me procurar. Você ficar sem ver e nem falar com a pessoa, eu mudar de país e nem isso fez com que a gente se desligasse um do outro, nem ele casar com outra pessoa”.

"Não tenho que provar nada para ninguém. O que importa foi o que nós combinamos. Às vezes, o motivo da separação mágoa, chateia, mas como o amor é mais forte, e a gente estava muito ligado um ao outro, a gente decidiu que íamos tomar a pílula do esquecimento e não íamos tocar no assunto. O que importa é que a gente viveu uma coisa boa, tão boa que fez com a gente ficasse casado por quase 15 anos. Nunca vou dizer porque a gente se separou, não importa".

Ana Maria Braga: ‘A vida segue o barco e a gente tem que aprender a lidar’





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico