Imprimir

Notícias

25/10/2011 | 15h41m - Publicado por: Laura Agossini | Foto: Grosby Group

Ex diz que Amy Winehouse não consumia mais drogas

A cantora foi encontrada morta em sua casa, no dia 23 de julho deste ano

Ex diz que Amy Winehouse não consumia mais drogas - Grosby Group

Reg Traviss, ex-noivo de Amy Winehouse, insiste que a cantora não estava mais interessada em drogas quando morreu, em julho último, e que havia controlado totalmente o vício.

O cineasta acredita que a morte de Amy foi resultado dos danos que a cantora provocou em seu próprio corpo pelos anos de abuso de álcool e drogas, mas diz que, no fim,  ela não bebia excessivamente para sua idade e que estava limpa das drogas,.

Traviss disse ao Daily Mirror:

"Ela esteve envolvida com drogas muito antes de ficarmos juntos. Isso fazia parte de seu passado, não era parte de sua vida. Não era mais seu mundo. Não tinha mais nada a ver com drogas, não tinha mais nenhum interesse em drogas. Isso era passado. E ela não bebia mais do que as pessoas de sua idade. Conheço garotas de 27 anos que bebem mais do que ela bebia."

Reg acha que foi o abuso de drogas do passado que debilitou o corpo de Winehouse.

"Acredito que o colapso que teve foi uma consequência disso."

Sobre como está lidando com a morte da amada, Traviss disse:

"Tem sido duro, muito duro. Voltei a trabalhar e tenho me mantido ocupado, mas é difícil. Você começa a pensar, fica deprimido. Amy se foi. Isto é um tragédia."

O inquérito sobre a morte de Winehouse será reaberto nesta quarta-feira (26), já que a necropsia feita no dia de sua morte, se provou inconclusiva.

Os exames toxicológicos não apontaram drogas ilegais em seu sistema, no momento da morte.

O Fuxico: O site que é referência sobre famosos. Notícias apuradas, sempre em primeira mão. 





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico