Imprimir

Notícias

21/10/2019 | 01h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Família de Nicki Minaj quer reduzir sentença do irmão

Jelani Maraj enfrenta prisão perpétua por abuso sexual de uma menor

Família de Nicki Minaj quer reduzir sentença do irmão - Reprodução/Instagram

Um juiz do condado de Nassau, em Nova York, se negou a revogar a condenação do irmão de Nicki Minaj por agressão sexual.

Segundo a revista People, no dia 15 de outubro, o juiz Robert McDonald da Corte Suprema do estado, negou um pedido de Jelani Maraj para anular um veredito que o condenou por abusar de sua enteada.

Em novembro de 2017, Maraj foi condenado por abusar sexualmente de uma menina quando ela tinha apenas 11 anos. A vítima declarou que Maraj a chamava de 'seu fantoche' e abusou dela repetidamente entre abril e novembro de 2015 enquanto sua mãe estava trabalhando.

Naquele momento, a defesa afirmou que as acusações foram inventadas para extorquir US$ 25 milhões (R$ 104 milhões) da famosa irmã de Maraj.

O advogado da família, David Schwartz, disse que houve 'uma clara má conduta do jurado' que o condenou à prisão perpétua, já que eles foram influenciados por notícias em redes sociais e imprensa, e isso afetou o veredito de vários membros do jurado.

A mãe do acusado, Carol Maraj, disse que alguns membros do jurado admitiram que sua decisão foi influenciada depois de ler blogs e comentários sobre o escândalo, e qualificou a condenação de seu filho como injusta, depois de sair do tribunal.

Maraj enfrenta prisão perpétua. A nova audiência está programada para 18 de novembro.

Nicki Minaj evita fazer qualquer comentário a respeito, mas poderia testificar a favor do irmão na corte.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico