Imprimir

Notícias

25/04/2020 | 01h33m - Publicado por: Michele Marreira | Foto: Reprodução/Instagram

Famosas não se calam diante de relacionamentos abusivos

Independente da notoriedade da mulher, a violência nas relações amorosas traz dados alarmantes

Famosas não se calam diante de relacionamentos abusivos - Reprodução/Instagram

Violência contra a mulher é algo que desestabiliza qualquer sociedade, trazendo à tona toda desumanidade do algoz, que muitas vezes, não se intimida nem quando a lei é aplicada – ou mal aplicada, diga-se de passagem.

Geralmente, a ficção se baseia em fatos reais para construção de uma história. Não por acaso, já que o tema é atemporal, a atual novela das 21h, da Rede Globo, uma reprise especial de Fina Estampa, traz em seu enredo a personagem Celeste (Dira Paes), vítima de violência doméstica pelo marido Baltazar (Alexandre Nero).

A dona de casa surgiu, inclusive, com o olho roxo logo nos primeiros capítulos da trama escrita por Aguinaldo Silva, no ano de 2011.

O casal Celeste e Baltazar em cena na novela Fina estampa

Nesta semana, os fãs da atriz Isis de Oliveira, ficaram estarrecidos ao ser noticiado pela própria artista, agressões sofridas pelo marido, o egípcio Hazem Roshdi.

Segundo a irmã de Luma de Oliveira, os atos cometidos pelo companheiro se tornaram piores na quarentena, chegando a pensar que seria assassinada. Ela prestou queixa na noite de quarta-feira (22).

O debate está reaberto: até quando mulheres - famosas ou anônimas - sofrerão em relacionamentos abusivos? Separamos 12 celebridades nacionais e internacionais, que passaram por esta situação em algum momento de suas vidas.

 

Veja!

 

Poliana Bagatini

Victor Chaves (ex-dupla com Léo), foi condenado em primeira instância a 18 dias de prisão em regime aberto, pela agressão contra a ex-esposa, Polliana Bagatini. O sertanejo tornou-se réu em 2017, depois de ser indiciado pela Policia Civil de Minas Gerais. O Domingo Espetacular exibiu imagens do artista agredindo Polliana no elevador do prédio em que o casal morava.

O ex-casal Victor Chaves e Poliana Bagatini

Luiza Brunet

A modelo passou por maus bocados em 2015, pelo o ex-parceiro Lírio Parisotto, após sofrer agressão física. O empresário foi condenado a um ano de detenção em regime aberto. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), manteve a sentença em segunda instância. Depois do ocorrido, Luiza Brunet seguiu na luta pelo fim da violência doméstica.

Modelo Luiza Brunet

Cristiane Machado

Cristiane Machado, conhecida por atuar nas novelas Duas Caras (Globo) e a Terra Prometida (Record), saiu em todos os noticiários sendo brutalmente agredida pelo ex-marido, Sérgio Schiller Thompson-Flores, em 2018. Cansada dos abusos, a atriz instalou câmeras pela casa, e as imagens foram exibidas inicialmente pelo Fantástico. Após ficar sete meses na cadeia, o ex-diplomata foi solto e, condenado pela Justiça do Rio de Janeiro, por lesão corporal e cárcere privado a três anos de prisão em regime semiaberto.

Atriz Cristiane Machado

Luana Piovani

A atriz que atualmente mora e trabalha em Portugal, teve um relacionamento de dois anos com Dado Dolabella. Em 2008, Luana Piovani foi agredida pelo ator e, ano passado, deu a seguinte declaração ao Jornal Meia Hora. “Eu nunca tolerei violência, mas depois disso virou uma barreira. É uma causa que eu luto. Tenho certeza que os meus filhos jamais farão isso, mesmo se eu não tivesse passado por isso. Não tenho vergonha da minha história, meus filhos vão saber desse fato e isso vai criar uma consciência diferente neles”, declarou.

Atriz Luana Piovani

Glamour Garcia

Glamour Garcia, que fez a personagem Britney da novela A Dona do Pedaço, revelou por meio de vídeos em seu Instagram, neste sábado (11), que foi espancada pelo ex-marido Gustavo Dagnese. Diante disso, a atriz registrou um Boletim de Ocorrência contra o produtor de eventos, recebendo medida protetiva de urgência. Ele não poderá se aproximar da artista por menos de 10 metros.

Atriz Glamour Garcia

Letícia Colin

Em novembro de 2018, Letícia Colin declarou à Vogue Brasil ter sofrido em uma relação abusiva. Segundo a atriz, um ex-namorado queria que ela se comportasse da maneira dele, até na roupa que usava, entre outras coisas. Além das constantes humilhações, resultando em constrangimento. A artista falou que era muito nova e, por não ter um parâmetro, achava que devia ceder as vontades do ex.  

Atriz Letícia Colin

Deborah Secco

A atriz já passou por diversas histórias densas quando o assunto é relacionamento amoroso. Em entrevista à Veja de 2018, Deborah Secco contou que se relacionou com homens controladores que a oprimiam tanto, criando nela uma independência emocional. Segundo ela, alguns faziam chantagem pedindo para ela emagrecer, senão se separariam. Era agredida verbalmente, e que se faziam de bonzinhos no início do namoro, porém, mais para frente se revelavam inescrupulosos.

Atriz Deborah Secco

Mariana Rios

Ao canal da blogueira Julia Faria, Mariana Rios revelou que passou por um relacionamento abusivo, por pouco tempo. No seu caso, um antigo namorado tentava abalar sua autoestima. A atriz relatou um episódio em que estava se arrumando para um determinado evento, quando o ex viu seu penteado, sem meias palavras, falou que não estava bom, na tentativa de menosprezá-la.

Atriz Mariana Rios

Palmirinha Onofre

Dá para acreditar que a fofa da Palmirinha Onofre também já passou por esse tipo de relação, durante 20 anos? A vovó mais amada do Brasil, revelou à veja de 2017, que o ex-marido a maltratava bastante. Quase sempre aparecia com olho inchado, machucada, com roxos pelo corpo, além de sentir-se muito sozinha na relação. Ela só deu um basta na situação quando suas filhas se tornaram adultas, pedindo a separação.   

Chef Palmirinha Onofre

Xuxa Meneghel

Em sua coluna na Vogue Brasil, Xuxa Meneghel fez um imenso texto relatando os diversos abusos sexuais que sofreu na infância e pré-adolescência. Em um dos desabafos, ela relembrou: “Me lembro de um cheiro de álcool de alguém, uma barba que machucou o meu rosto e algo que foi colocado na minha boca. Acordei dizendo que alguém tinha feito xixi na minha boca e meus irmãos disseram que eu tinha sonhado”, disse.

Apresentadora Xuxa Meneghel

Rihanna

Um dos casos mais conhecidos internacionalmente, foi o da cantora Rihanna. A artista foi espancada em 2009 por Chris Brown. O rapper relatou que a briga começou na volta de uma festa: “Com o punho fechado, eu dei um soco, e isso rasgou o lábio dela”, comentou ele, em um trecho do documentário sobre sua vida, em meados de 2017.

Cantora Rihanna

Amber Heard 

A ex-esposa de Johnny Depp, Amber Heard, acusou o ator de ter atirado um celular em seu rosto, ferindo o olho, ficando extremamente machucado. Na época, em 2016, a famosa pediu socorro a polícia. Em seguida, a atriz abriu uma ordem de restrição contra Depp.

Modelo Amber Heard

Em 2017, a pesquisa do Datafolha publicou números alarmantes relacionados aos casos de lesão corporal doméstica: foram 184 mulheres a cada 100 mil mulheres, totalizando 193.482 casos, o que significa 22 casos por hora.

Mas, como identificar uma relação abusiva? Leia a dica de Ivana Cabral, terapeuta de casais, em entrevista ao OFuxico:

“Quando as relações, e aqui não tratam apenas as relações "amorosas" - mas qualquer tipo de relação: amizade, familiar, profissional - são abusivas sem sentido de não considerar a ponderação, mas trata de uma relação tóxica. A imposição seja pela liderança, vulnerabilidade de uma parte, piadas relacionadas a autoestima, moral, que inibem, coibem ou expõem uma das partes na relação, trata-se de um abuso”, falou ela, que completou dizendo o que fazer quando identifica-se tal abuso:

“O primeiro passo é reconhecer que está em uma relação abusiva e pedir ajuda. Cuidado na hora de consultar o "abusador" que pretende romper o relacionamento. É importante que você evite ficar no local sozinho e não correr riscos de uma nova agressão (física ou verbal). Esteja pronto para cortar esse relacionamento sem se sentir culpado. Se for preciso bloquear ele de qualquer contato, faça! Para que uma mulher consiga se livrar de um relacionamento abusivo, é preciso que ela esteja forte e segura de si. Sendo assim, ela deve batalhar primeiro pela recuperação da sua autoestima que foi minada pelos contínuos abusos neste relacionamento”, finalizou.

Lei Maria da Penha

Ainda que a lei de proteção às mulheres, (Lei Maria da Penha) seja um exemplo considerado modelo para o mundo, muitos discordam de que os órgãos brasileiros sejam suficientes para proteger as mulheres. E o problema não está no texto da lei em si, e, sim, na sua aplicação, que é extremamente falha. Contudo, é importante que a mulher, vítima de qualquer tipo de violência, registre o boletim e acione a Lei Maria da Penha.   

 

 

 

  





Notícias Relacionadas

26/04/2020 | 04h00m - Flávia Ávila

Ana Maria Braga: Sensação da TV para a Internet

25/04/2020 | 20h00m - Julia Teixeira

Novo Mundo: Leopoldina decide dormir longe de Dom Pedro



Instagram

Instagram

OFuxico