Imprimir

Notícias

29/03/2020 | 09h00m - Publicado por: Giovanna Prisco | Foto: Reprodução/Instagram

Famosos fazem doações para ajudar no combate ao coronavírus

Rihanna, Xuxa Meneghel e Justin Bieber fizeram sua parte

Famosos fazem doações para ajudar no combate ao coronavírus - Reprodução/Instagram

O mundo está vivendo uma grande crise com a pandemia do novo coronavírus, que começou em dezembro de 2019 na China, e atualmente já chegou a mais de 100 países, incluindo o Brasil.

Os hospitais estão com as UTIs lotadas e não há espaço para todos, visto que a doença tem uma transmissão muito rápida e fácil.

Cobertura completa: Saiba tudo do coronavírus no mundo dos famosos

A principal recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde) é a auto quarentena, ou seja, ficar em casa sem ter contato com outras pessoas.

Diversos famosos já aderiram ao isolamento social, mas algumas celebridades foram além e decidiram doar dinheiro para ajudar no combate ao covid-19.

Rihanna, Xuxa Meneghel, entre outros estão nessa lista.

Confira!

 

1. Rihanna

 

A cantora doou U$ 5 milhões (cerca de R$ 25, 6 milhões) por meio de sua fundação, a Clara Lionel Foundation.

O principal foco da doação de Rihanna é alimentar comunidades em risco. Além disso, parte do dinheiro foi destinado para a OMS e grupos de atendimento médico.

Rihanna doou U$ 5 milhões para combater o coronavírus

2. Justin Bieber

 

O cantor foi um dos primeiros a se mobilizar, quando o coronavírus ainda estava se espalhando pela China.

A doação foi feita por meio da ONG chinesa Beijing Chunmiao Children Aid Foundation, mas Justin não divulgou o valor da doação.

Justin Bieber também fez sua parte para ajudar a combater à pandemia

3. Xuxa Meneghel

 

Uma empresa da qual a apresentadora é sócia doou R$ 1 milhão ao Ministério da Saúde para ajudar no combate à doença.

Xuxa sempre se manteve ativa quando o assunto é ajudar pessoas.

A Rainha dos Baixinhos não ficou de fora e também fez sua boa ação

4. Ryan Reynolds e Blake Lively

 

Juntos, Ryan e Blake doaram U$ 1 milhão (aproximadamente R$ 5 milhões) para ajudar no combate do covid-19.

O dinheiro foi distribuído entre as organizações Feeding America e Food Banks Canada, que dão comida para pessoas em risco.

O casal queridinho de Hollywood fez uma grande doação

5. Justin Timberlake

 

Nas redes sociais, o cantor anunciou que fez uma doação para o Mid-South Food Bank, um centro de doação de comida no Tennessee, Estados Unidos.

Justin também não divulgou o valor doado.

O cantor também entrou na corrente de boas-ações

6. Kylie Jenner

 

A socialite doou U$ 1 milhão (R$ 5 milhões) para equipar hospitais norte-americanos com equipamentos de proteção para os profissionais da saúde.

O dinheiro de Kylie comprará máscaras, protetores faciais, entre outras coisas para médicos e enfermeiros.

Kylie Jenner fez uma doação de U$ 1 milhão

7. Angelina Jolie

 

Com o avanço da doença, diversas escolas ao redor do mundo suspenderam as aulas. Pensando nisso, Angelina doou U$ 1 milhão (R$ 5 milhões) para a No Kid Hungry.

A organização alimenta crianças de comunidades carentes que dependiam da merenda escolar para comer.

Angelina Jolie também fez sua parte no combate ao covid-19

O que é o Coronavírus

 

O Sars-Cov-2 é o mais novo integrante de uma família já conhecida. Ela é formada por vírus que tiveram origem em animais silvestres. Alguns deles infectaram humanos e já causaram outras epidemias. Coronavírus é o nome de uma família desses vírus. O nome vem por conta dos mesmos terem suas estruturas em formato de coroa. Eles costumam circular entre animais, como roedores e morcegos. Mas a doença começou a afetar humanos também. O vírus causador sofre mutações espontâneas e aleatórias, por isso ainda não há uma medicação certeira para combater a doença.

São eles os responsáveis por infecções respiratórias e já provocaram outras doenças.

Saiba mais sobre o coronavírus clicando aqui

Coronavírus no Brasil

 

Até esta quinta-feira (26), o coronavírus teve uma disseminação bastante rápida: já foram infectados até a data, mais de 400 mil pessoas em 164 nações, com um total de 22.020 mortes. Além disso, as Secretarias Estaduais de Saúde contabilizam 2.554 infectados em todos os estados do Brasil. Segundo o Ministério da Saúde, há, até a data, 59 mortes no país.

No país foi decretado estado de emergência na semana passada e ocorreu a recomendação do fechamento de lojas, shoppings, clubes e academias, além da conscientização e proibição do uso de praias, parques, teatros, shows, etc.

Em São Paulo, o governo do Estado recomendou o cancelamento de eventos de lazer, culturais e esportivos, com mais de 500 participantes. Também determinou a suspensão imediata das aulas em universidades públicas e em escolas da rede pública e privada.

China e Coréia do Sul

 

Na segunda-feira (23) a China afirmou ter uma queda na quantidade diária de casos novos de coronavírus. Há 4 dias foram revertidos os casos de aumento e em Pequim, capital do país, foram reforçadas as medidas para combater a quantidade de infectados vindos do exterior.

A China teve 39 casos novos confirmados no domingo (22), de acordo com a Comissão Nacional de Saúde, e estes envolveram viajantes vindos do exterior, muitos deles estudantes chineses que voltavam para casa.

A Coreia do Sul também informou que teve o menor número de casos novos, desde o pico, que aconteceu no dia 29 de fevereiro. Tal queda levou mais esperança de que, o maior surto asiático fora da China, esteja recuando. Por lá, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia (KCDC) disseram que ocorreram 64 casos novos na segunda-feira (23), o que elevou a cifra nacional para 9.241. O total de mortos por lá subiu de 110 para 131. O pico aconteceu no dia 29 de fevereiro, com 909 casos.

Saiba mais sobre o coronavírus no mundo clicando aqui







Instagram

Instagram

OFuxico