Imprimir

Notícias

03/08/2020 | 10h30m - Publicado por: Caroline Huertas | Foto: Reprodução / Instagram

Felipe Neto critica GloboNews em entrevista para a emissora

Youtuber também falou da CNN Brasil

Felipe Neto critica GloboNews em entrevista para a emissora - Reprodução / Instagram

No último domingo (2), Felipe Neto participou de uma entrevista sincerona na GloboNews. O youtuber falou do posicionamento de alguns jornalistas e da necessidade de rebater certas informações que são passadas pelos entrevistados, mas que não é isso que acontece atualmente. 

Ele disse que alguns canais de notícias, como a própria GloboNews e sua concorrente, a CNN Brasil, estavam contribuindo para divulgar a palavra dos 'negacionistas da pandemia e negacionistas da necessidade do isolamento social'. 

Felipe Neto deposita R$ 1200 ao governo federal. Entenda!

Isso porque eles convidavam pessoas com posicionamentos diferentes e não contestavam algumas informações falsas que eram transmitidas. 

Como exemplo, Felipe Neto citou o caso do deputado Omar Terra, do MDB-RS, que apareceu na emissora e em vários outros canais e já foi criticado pelo youtuber. 

"Toda semana ele fala que a próxima semana é o fim constatado da pandemia. Ele está falando isso desde março. Falou que iam morrer mil pessoas e continua até hoje arrotando que está certo em relação à pandemia", detonou.

Na ocasião, a jornalista Cristina Lôbo também perguntou se ele sentaria com personalidades que são pró-governo Bolsonaro para discutir alguns temas. Felipe Neto foi enfático em dizer que não e ainda falou da concorrente. 

"Eu não me sentaria, da mesma forma que eu não aceito aparecer na CNN Brasil pela mesma razão", explicou. 

Antonia Fontenelle ‘zomba’ de novo processo movido por Felipe Neto

Ele acredita que algumas pessoas e ideias são o 'esgoto da opinião pública' e que dar espaço para elas é validar seus pensamentos. 

"Estamos vivendo hoje, no Brasil, um momento de validação do negacionismo, do obscurantismo, de pessoas e ideias que sempre ficaram no esgoto da opinião pública. E que, de repente, saíram dos esgotos, como ratos pela cidade, de uma forma tão violenta e grotesca, que saíram contaminando todo mundo. E aqui não estou falando de opiniões divergentes, estou falando de negacionistas científicos, péssimos revisionistas históricos, pessoas que intencionalmente deturpam, manipulam e negam o que a ciência diz para tentar vender uma ideologia... Sentar com essas pessoas, para mim, é validá-las. Eu não posso fazer isso. Eu não me sentaria com esses indivíduos, principalmente desses blogs que fazem parte deste esquema de articulação da extrema direita, que ajudam a disseminar o tempo inteiro notícias mentirosas e estão sendo alvo de investigações", declarou. 

Diante disso, Felipe Neto opinou que era papel do jornalista rebater essas falsas notícias, principalmente se estão sendo passadas pelos entrevistados da emissora. 

Xuxa manda mensagem de apoio para Felipe Neto: 'Não se cale'

"É papel do jornalismo negar. Eu levanto essa necessidade, pedindo para os bons jornalistas, que vocês são, quando encontrarem essas pessoas, essas opiniões, que as neguem e que mostrem a verdade de imediato", pediu. 

Como exemplo bom disso, o youtuber relembrou um caso da âncora da CNN norte-americana, que interrompeu um assessor do Donald Trump quando ele defendeu o uso da hidroxicloroquina para o tratamento do coronavírus. 

"Você está prestando um desserviço real aos americanos", disse ela na ocasião. 





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico