Imprimir

Notícias

06/11/2020 | 08h00m - Publicado por: Ester Jacopetti, colaboração para OFuxico | Foto: Divulgação/Dêssa Pires

'Feminismo não é mimimi', afirma Flávia Alessandra

Determinada a fazer a diferença, a atriz falou ao OFuxico com exclusividade sobre este e outros assuntos

'Feminismo não é mimimi', afirma Flávia Alessandra - Divulgação/Dêssa Pires

Leitora assídua de mulheres feministas, a atriz Flávia Alessandra sabe da importância que o movimento vem ganhando ao longo dos anos. Mãe de duas meninas, Giulia e Olívia, ela tenta construir um futuro melhor, mas tem consciência que os benefícios só serão colhidos após alguns anos de luta. Em entrevista exclusiva ao OFuxico, ela falou também da renovação de contrato com a Rede Globo, notícias maldosas, pandemia, padrões de beleza e Lady Gaga. 

Feminismo em ação

“O feminismo é necessário! É um tema que eu tenho vontade de saber, de aprender cada vez mais, porque vejo que o discurso fica raso quando você não sabe sobre o que está falando e, pra mim é um movimento eficaz e muito importante. Feminismo não é mimimi. Só quem é mulher sabe o que nós passamos, não é? Vivemos numa sociedade extremamente machista e patriarcal. E não é fácil romper com padrões que vêm de séculos e séculos. Mudar esse cenário é fundamental para termos uma sociedade mais igualitária, mais justa. Quem vai usufruir desses resultados, dessa nossa luta de hoje, são os meus bisnetos, infelizmente. Estamos ainda num processo de educar, de conscientizar, mas eu tenho fé nas gerações futuras”, disse. 

“São etapas que a gente vive”, explicou Flávia sobre como os ideais feminista a ajudaram a ultrapassar barreiras. “Nós vamos ganhando mais consciência e essa transformação e percepção foram graduais na minha vida. Eu sou curiosa, gosto de aprender, de estudar, de conhecer o novo. O feminismo não é uma pauta recente na minha vida. Hoje eu não admito uma abordagem machista perto de mim. Ou uma piada, sabe? Eu sou aquela que fala mesmo! Se for preciso, eu explico o porquê da atitude ser tão errada. Eu acredito que uma mulher tem que dar a mão para a outra, somos mais fortes assim”, argumentou.  

Flávia Alessandra é uma das atrizes mais belas e talentosas do País

Contrato com a Globo

A história da atriz começou a ser escrita na dramaturgia quando ela pisou no palco pela primeira vez no “Domingão do Faustão”, em 1989. Desde então, foram inúmeros trabalhos na casa e mesmo em meio a demissões em massa, Flávia manteve o seu posto garantido. 

“Eu tenho uma história com a casa. São muitos anos de parceria. Fiz trabalhos dos quais eu me orgulho muito. Nós vivemos um novo momento no mercado, o canal está antenado, se preparando há algum tempo para continuar se inovando e surpreendendo. Eu fico feliz de fazer parte desse time. Eu vejo uma equipe com garra de querer fazer o melhor e isso faz toda diferença para o nosso resultado”, celebrou. 

Estudante de direito, Flávia se formou e tirou a carteirinha da OAB, mas foi durante a novela “A Indomada” (1997) que ela decidiu seguir carreira na televisão e percebeu que seria possível viver da profissão. 

“Essa novela de fato me fez ver que não teria como eu ser feliz fazendo outra coisa, que não fosse atuar. Eu fiz faculdade de direito como plano B porque é uma profissão estável. Sei que sou privilegiadíssima de viver do que eu amo, mas ali virou uma chavinha. Até então, eu sempre pensava que talvez teria que ter essa carta na manga. Com a “Indomada” eu entendi que não existia plano B que me faria feliz. Eu tive momentos marcantes e personagens especiais. Eu vou citar uma que também veio num momento decisivo: Cristina de “Alma Gêmea” (2005). Foi um grande presente do Walcyr Carrasco (Autor) e do Jorginho (Fernando, Diretor). Eu estava num momento de muita reflexão na época e ela renovou a minha força, o meu propósito. Foi um trabalho que me marcou dentro e fora de cena”, respondeu.

Notícias Maliciosas

Cercada por muitas notícias, e muitas delas maldosas, Flávia sabe como lidar com tudo que sai na imprensa. 

“A mídia mudou muito ao longo desses anos. São mais de 30 anos de televisão. Eu passei por todas essas fases. Eu sempre fui muito tranquila com a exposição. Nunca foi algo que me incomodou, até mesmo porque eu não sou de me expor gratuitamente. Até hoje, com as redes sociais, eu sei o que eu posto e quando posto. Agora as notícias maldosas, elas são ruins né? Não é legal você ler mentiras a seu respeito. Hoje, dependendo do que for, eu tomo as medidas cabíveis. Se é algo que eu posso esclarecer, eu faço isso, e se for só uma bobagem, deixo pra lá”, desabafou.

Quarentena em Família

Flávia Alessandra em momento família!

Desde o início em que foi decretado quarentena no Brasil e as gravações de “Salve-se Quem Puder” suspensas, Flávia viveu em completo isolamento com a família. Hoje é claro, a atriz já está de volta às gravações, com todos os cuidados possíveis, fazendo testes regularmente. Mas durante esse período, foi possível vê-la cozinhando em familia, assistindo filmes e séries, trocando convivência com suas filhas e o marido, Otaviano.

“Foi um período difícil, mas de muita gratidão. Somos muito privilegiados diante dessa massa em situação de vulnerabilidade. As desigualdades só se acirraram com a pandemia. E isso me preocupou muito. Sou embaixadora da “Brazil Foundation”, passei o isolamento todo em casa, com as meninas e o Otaviano. Nos adaptamos e encontramos uma nova dinâmica em casa e ao mesmo tempo, trabalhamos também. Gravamos campanhas eu e ele só com o celular, sem ninguém. Foi algo muito inusitado”, disse a atriz que, lançou o bazar-brechó virtual – @fa.forpeople – com mais de 500 peças do seu closet pessoal onde parte da renda será revertida para ONGs. 

Recentemente uma pesquisa revelou que muitos casais se divorciaram durante a pandemia, questionada sobre como foi conviver com Otaviano durante sete meses seguidos, Flávia parece ter tirado de letra. 

“Ficamos só nós em casa, eu, Ota e as meninas. Cada um fazendo uma função e cuidando de algo, um ajudando o outro. Se um cozinha, o outro lava a louça, o outro coloca a mesa. O Otaviano começou o ano gravando em São Paulo (Extreme Makeover, do GNT). Ficamos uns meses separados, um encontrando brecha na agenda do outro pra se ver. Acabou que esse tempo veio para matarmos a saudade, pra trazer a convivência diária. Nós gostamos da companhia um do outro”, concluiu.

Lady Gaga

Fã de Lady Gaga, Flávia Alessandra admite que gosta de ouvir o som, mas também é fã principalmente da personalidade, do estilo e do posicionamento político da cantora americana.

“Eu adoro tudo (risos). Sou fã mesmo! Amo as músicas, as referências dela, os visuais, os pensamentos. É uma artista que me instiga. E não é qualquer um que me causa esse impacto. As meninas adoram, já o Otaviano não tem opção (risos)”, brincou.

Padrões de Beleza

Flávia Alessandra é uma mulher vaidosa

Ela não é perfeita e nem tem a pretensão de ser, mas tem consciência que a profissão lhe impõe alguns padrões de beleza, mas hoje aos 46 anos de idade, Flávia Alessandra sabe muito bem como lidar com todas as cobranças impostas, é vaidosa e gosta de se cuidar, mas tudo tem um limite. 

“Não sou de fazer procedimentos radicais, gosto de fazer coisas sutis, de me tratar mesmo, cuidar da pele, usar meus creminhos, alguns aparelhos. Eu tenho minha dermatologista e sigo tudo que ela me indica. Eu acredito muito mais no tratamento preventivo mesmo. Eu sou vaidosa, porém na medida. Gosto de me cuidar, de me sentir bem, mas sem pressão, sem loucuras”, disse a atriz.

Flávia Alessandra exibe pernões em foto no barco
Flávia Alessandra lacra no corpão ao sair da academia
Flávia Alessandra posa nua para comemora 10 milhões de seguidores





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico