Imprimir

Notícias

13/12/2019 | 09h15m - Publicado por: Flavia Almeida | Foto: Manuela Scarpa/Brazil News​

Fernanda Montenegro anuncia pausa na carreira: ‘Já trabalhei muito’

Veterana só aceitará papéis que toquem seu coração

Fernanda Montenegro anuncia pausa na carreira: ‘Já trabalhei muito’ - Manuela Scarpa/Brazil News​

O ano que se aproxima deverá ser sabático para Fernanda Montenegro. E por opção total da atriz. Em entrevista ao TV Fama, a dama da TV brasileira contou que dará um tempo, pausando duas atividades profissionais.

"Espero descansar um pouco. Este ano eu trabalhei muito. Foi um dos anos em que eu mais trabalhei. Fiz três filmes (A Vida Invisível, O Juízo e Piedade), fiz novela (A Dona do Pedaço), documentário, lançamento do livro (Prólogo, Ato, Epílogo) e aí fiz 90 anos, houve festa. Fiz leituras do Nelson Rodrigues pelo Brasil", destacou.

Mas não pensem que Fernandona quer se aposentar. Nada disso! Ela afirmou que segue em atividade e vai aceitar atuar em personagens que considere importantes.

"Se aparecer algum trabalho que me toque, eu vou e faço".

Cauã Reymond e Fernanda Montenegro brilham no Festival do Rio

Liberdade de expressão

Sempre muito atuante na defesa da cultura nacional em suas mais variadas vertentes, Fernanda Montenegro condenou publicamente as recorrentes ações de censura do governo Bolsonaro na gestão da Ancine, chamando a atual diretoria da agência de "assassina".  Durante o Festival do Rio, evento de cinema que está sendo realizado no Rio de Janeiro, a atriz sobre o veto aos cartazes de filmes históricos do cinema nacional. Eles foram retirados das paredes pela nova direção.

"Nós somos imorredouros. Nós sobrevivemos uma vez. Desta vez, é uma forma assassina. Se eles pudessem estaríamos todos num paredão e eles atirando em nós com metralhadoras", rebate.

"Nenhum sistema vai nos calar"

Em outubro deste ano, Fernanda Montenegro foi ovacionada pela plateia do Theatro Municipal de São Paulo, durante o Festival Mário de Andrade - A Virada do Livro, onde ela lançou sua biografia, Prólogo, Ato, Epílogo, escrita com jornalista e biógrafa Marta Góes. Ela arrancou aplausos do público quando declarou que nenhum sistema de censura vai calar os artistas.

"Nenhum sistema vai nos calar. Este é um livro sobre uma mulher de teatro e, de repente, passou a ser um ato de resistência. Estamos unidos aqui, hoje, em torno da liberdade de expressão", afirmou.

Dias antes do ocorrido, ela havia sido chamada de "mentirosa" e "sórdida" pelo diretor do Centro de Artes Cênicas da Funarte, Roberto Alvim, um militante do atual governo. Isso porque Fernanda havia posado para uma revista, falando abertamente sobre a censura. 

Fernanda Montenegro não aceita trabalho em longa. Entenda!





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico