Imprimir

Notícias

28/10/2020 | 15h26m - Publicado por: Andreia Takano | Foto: Reprodução/Record TV

Filha de assassino de ator chora ao falar com Sônia Abrão

Isabela Tibcherani conversou com o A Tarde é Sua no momento em que acreditava na prisão de Paulo Cupertino

Filha de assassino de ator chora ao falar com Sônia Abrão - Reprodução/Record TV

O programa A Tarde é Sua, da RedeTV!, exibiu, na tarde desta quarta-feira (28), o depoimento de Isabela Tibcherani, filha de Paulo Cupertino, no momento em que acreditava na prisão do pai, que assassinou o ator Rafael Miguel e seus pais, em 2019.

Bastante nervosa, Isabela dizia que estava no cemitério, naquele momento.

“Neste exato momento eu estou na frente do túmulo dele (Rafael Miguel) e eu só quero agradecer as orações e torcer para que ele (Cupertino) fique preso”, disse a jovem para Bruno Tálamo.

Notícia da suposta prisão

Reviravolta no caso Paulo Cupertino. Segundo o delegado-geral de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, a PM do Paraná se confundiu e o assassino de Rafael Miguel e seus pais continua solto. Ruy Ferraz Fontes disse ainda que a Polícia Militar do Paraná irá anunciar que se confundiu e que Paulo Cupertino, assassino do ator Rafael Miguel e dos pais dele, não foi preso no norte paranaense.

No início da tarde desta quarta-feira (28), o programa Balanço Geral chegou a noticiar a prisão. Porém, horas depois, mesmo após a Polícia Militar do Paraná ter dito que se tratava de Paulo Cupertino, a Polícia Civil de São Paulo conversou com o Balanço Geral, da Record TV, e negou a informação. Alegando que a 'caçada por ele continuaria'.

Usando o nome falso de Manoel Machado da Silva, Paulo Cupertino Matias, de 49 anos, seguia impune e foragido da Justiça, no interior do Paraná. Ele conseguiu tirar um novo RG e, sob o nome falso, segue escondido. Paulo é acusado de ter assassinado a tiros o ator Rafael Miguel e os pais dele, em São Paulo, no ano passado.

A fraude foi descoberta pela Polícia Civil paranaense na segunda-feira (26) e a polícia paulista, que investiga o crime, logo foi comunicada. De acordo com policiais do Paraná, Paulo teria apresentado outros documentos falsos a um funcionário público da Prefeitura de Jataizinho para conseguir a identidade fake.

O servidor que o atendeu foi ouvido pela polícia e afirmou que não lembrar de quando fez a carteira. Ele disse ainda que desconhecia o caso.

Irmã de Rafael Miguel desabafa: 'Não tinha mais esperança'

Ainda nesta quarta-feira (28), Camilla Miguel usou as redes sociais para se pronunciar sobre a suposta prisão de Paulo Cupertino, acusado de ter matado a tiros seu irmão, Rafael Miguel, e os pais, João Alcisio Miguel e Miriam Selma Miguel, em novembro de 2019.

"Eu não tinha mais esperança. Fui surpreendida pela notícia como vocês. Isso era um peso no meu ombro que eu evitava muito para não cair. Tinha medo, muito medo. Nada vai me curar ou tirar o fardo eterno, mas estou sentindo um fantasma gigante sair de mim no momento. Espero que o correto seja feito, apenas. Obrigada as mensagens, carinho, força. Já vínhamos seguindo nossas vidas com muita luz, agora podemos seguir com pouco mais de paz. Não tenho condições de falar no momento e nem o que acrescentar, peço desculpas aos jornalistas entrando em contato. Que a paz e o amor prevaleçam", escreveu a jovem.

Filha de Cupertino também se pronunciou e ficou indignada
 

Isabela Tibcherani, ex-namorada de Rafael Miguel, publicou um texto no Instagram nesta quarta-feira (28).

"Estou processando tudo. Por favor, me deem um pouco de tempo. A notícia veio de repente e eu não estava preparada. Logo entro em contato. Só posso dizer que o sentimento é indescritível, de alívio, espanto e paz", escreveu Isabela.

Mais tarde, Isabela ficou indignada ao saber que não era seu pai.

"Incompetência, falta de responsabilidade emocional. Eu espero que ninguém de reportagem alguma entre em contato comigo novamente. Vocês não fazem ideia do que causaram, do tanto que chorei. Monstros incompetentes. Pra mim chega", escreveu ela.

As imagens abaixo são da Polícia Civil.

Documento de Manoel Machado

Possíveis disfarces de Manoel Machado, assassino de Gabriel Miguel

Relembre o caso

Rafael Miguel, de 22 anos, era namorado de Isabela Tibcherani, filha de Paulo Cupertino. No dia 09 de junho do ano passado, o comerciante deu 13 tiros no ator. Ele era contra o relacionamento dos jovens. Paulo assassinou também os pais de Rafael, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50. Os três tinham ido à casa da família de Isabela, no bairro Pedreira, na Zona Sul de São Paulo. 

Câmeras de segurança registraram o crime brutal e a fuga do assassino. No mesmo mês, Paulo Cupertino se tornou réu. Ele é acusado de triplo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas. Dois amigos dele, que teriam facilitado sua fuga, respondem por favorecimento pessoal.

Seu nome e foto estão na lista de criminosos mais procurados do estado.

Simulações de possíveis disfarces dele foram divulgados pela Polícia Civil.

Ator em ascensão

Rafael Miguel ficou bastante conhecido ao interpretar o personagem Paçoca, em Chiquititas, no SBT.

Ele também atuou em novelas da Globo como Pé na Jaca, Cama de Gato e no especial de fim de ano O Natal do Menino Imperador.

Namorada de Rafael Miguel lamenta um ano do crime: 'Só queria chorar'
Caso Rafael Miguel: assassino pede ajuda a amigo em conversa

 


 





Notícias Relacionadas

28/10/2020 | 14h17m - Andreia Takano

PM do Paraná se confundiu e Cupertino segue solto

28/10/2020 | 12h11m - Andreia Takano

Assassino do ator Rafael Miguel é preso



Instagram

Instagram

OFuxico