Imprimir

Notícias

17/06/2020 | 10h49m - Publicado por: Giovanna Prisco | Foto: Reprodução/Instagram

Filho de Ronnie Wood abre o jogo sobre infância conturbada

Jamie Wood começou a usar drogas aos 14 anos

Filho de Ronnie Wood abre o jogo sobre infância conturbada - Reprodução/Instagram

Recentemente, Jamie Wood, de 45 anos, deu uma entrevista para o jornal Daily Mail e contou como foi ser criado por Ronnie Wood, guitarrista do Rolling Stones, e Jo Wood.

O empresário contou que na sua infância era normal conviver com drogas e festas.

"Minha mãe e meu pai costumavam festejar muito e você sempre podia sentir o cheiro de maconha em casa. As drogas eram normais na minha família e parte integrante da minha educação", disse ele.

Jamie ainda revelou que usou heroína e cocaína dos 14 aos 20 anos e que só abandonou a maconha e o cigarro quando sofreu um infarto quase fatal em 2017, aos 42 anos.

"Meus pais sabiam das drogas, mas sabiam que eu ia tomar minhas próprias decisões. Ele (Ronnie) disse: 'Faça o que você tem que fazer e divirta-se fazendo o que faz, mas não deixe que as drogas controlem sua vida. Você controla as drogas", relembrou.

Além de Jamie, Ronnie e Jo também são pais de Leah, de 41 anos, e Tyrone, de 36. O guitarrista também é pai de Jesse, de 43 anos, fruto do seu relacionamento com Krissy Findlay, e das gêmeas Alice e Gracie, de quatro anos, com Sally Humphreys.

Ronnie Wood relembra seu tratamento para câncer

Ronnie Wood está agradecido por não ter sofrido a dor da quimioterapia. O guitarrista dos Rolling Stones, de 72 anos, foi diagnosticado com câncer de pulmão em 2017 e se sente 'afortunado' pelo tratamento a laser que fez, não por apenas ter se livrado da doença, mas também curado o enfisema, o que significa que ele não precisou passar pelo tratamento medicamentoso para remover o tumor e todos os vestígios da doença em seu corpo.

Questionado pela revista MOJO se era verdade que ele recusou a quimioterapia porque estava preocupado com o efeito colateral da perda de cabelo, Wood confessou que teria feito, porém teve sorte com seu tratamento, porque já viu a dor que as pessoas sofrem com as quimioterapias.

"Tive sorte que o câncer não estava no resto do meu corpo - eles foram capazes de queimar. Como eu disse, alguém lá em cima gosta de mim ... e alguém lá embaixo deve gostar de mim também", justificou, assegurando que quando recebeu seu diagnóstico, nunca temeu pelo futuro.

"Sabia que estaria lá, porque fumei pela Inglaterra por 54 anos. Era: 'Deus, é claro que tenho câncer de pulmão. Mas não tenho em nenhum outro lugar. Eu sabia que era forte o suficiente para não deixar isso acontecer em nenhum outro lugar do meu corpo", explicou, revelando que não ficou surpreso quando o médico lhe revelou a doença.

O câncer de pulmão de Ronnie foi encontrado durante uma rotina médica com o médico da banda, Richard Dawood.

"Eu sabia que não tinha feito radiografia de tórax desde que entrei na Cottonwood [uma clínica de reabilitação em Tucson, Arizona] em 2002. Ele me perguntou o que eu queria fazer e eu disse: 'Apenas tire isso de mim'", relembrou.

Paul McCartney se apresenta com Ringo Starr e Ronnie Wood. Veja!
Guitarrista dos Rolling Stones, Ronnie Wood revela que teve câncer de pulmão





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico