Imprimir

Notícias

08/04/2020 | 23h00m - Publicado por: Raphael Araujo | Foto: Divulgação

Fundador do Twitter faz doação bilionária para combate da COVID-19

Jack Dorsey doou 28% de sua fortuna em um novo fundo chamado Smart Small

Fundador do Twitter faz doação bilionária para combate da COVID-19 - Divulgação

A pandemia do novo coronavírus está causando uma reforma e tomada de decisões bastante importantes na sociedade global, inclusive com muitos famosos realizando doações na luta contra a COVID-19.

Jack Dorsey, um dos fundadores do Twitter (uma das maiores redes sociais do mundo) e da Square, anunciou na última terça-feira (7) que está doando um bilhão de dólares (5,15 bilhões de reais) para ajudar na luta contra o coronavírus.

Carolina Dieckmann produz máscaras para se proteger da COVID-19

Por meio do próprio Twitter, Jack ainda informou que o valor corresponde a 28% da sua fortuna, e que as ações não irão parar por aí, afinal, um novo fundo, Start Small, será usado para fundar pesquisas sobre o coronavírus.

Junto com o anúncio, ele compartilhou um arquivo onde é possível acompanhar como o dinheiro está sendo usado e o quanto ainda está disponível.

Cantor de 73 anos morre vítima de complicações do coronavírus

Caso reste algum valor após o final da pandemia, Dorsey afirmou que irá redirecionar o dinheiro para a educação e saúde de jovens meninas ao redor do mundo.

Vale ressaltar que, de acordo com o site TMZ, a doação de Jack Dorsey foi a maior até agora em relação à luta contra o coronavírus.

Jornalista sugere campo de concentração para pacientes com covid-19

A situação do coronavírus no mundo

 

Coronavírus no Brasil

O coronavírus teve uma disseminação bastante rápida. No Brasil, muita gente já foi infectada e há muitos registros de mortes.

No país foi decretado estado de emergência e ocorreu a recomendação do fechamento de lojas, shoppings, clubes e academias, além da conscientização e proibição do uso de praias, parques, teatros, shows, etc.

Em São Paulo, o governo do Estado recomendou o cancelamento de eventos de lazer, culturais e esportivos, com mais de 500 participantes. Também determinou a suspensão imediata das aulas em universidades públicas e em escolas da rede pública e privada.

China e Coréia do Sul

A China afirmou ter uma queda na quantidade diária de casos novos de coronavírus. Em Pequim, capital do país, foram reforçadas as medidas para combater a quantidade de infectados vindos do exterior. A Comissão Nacional de Saúde informou que os casos da China envolveram viajantes vindos do exterior, muitos deles estudantes chineses que voltavam para casa.

A Coreia do Sul também teve uma queda em relação a novos casos, desde o pico, que aconteceu no dia 29 de fevereiro. Tal queda levou mais esperança de que, o maior surto asiático fora da China, esteja recuando. Por lá, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia (KCDC) seguem acompanhando todos os casos.

Leia mais sobre o coronavírus no mundo clicando aqui

Tudo sobre o coronavírus

 

O que é o Coronavírus

O Sars-Cov-2 é o mais novo integrante de uma família já conhecida. Ela é formada por vírus que tiveram origem em animais silvestres. Alguns deles infectaram humanos e já causaram outras epidemias. Coronavírus é o nome de uma família desses vírus. O nome vem por conta dos mesmos terem suas estruturas em formato de coroa. Eles costumam circular entre animais, como roedores e morcegos. Mas a doença começou a afetar humanos também. O vírus causador sofre mutações espontâneas e aleatórias, por isso ainda não há uma medicação certeira para combater a doença.

São eles os responsáveis por infecções respiratórias e já provocaram outras doenças.

Como o coronavírus começou a circular

O novo coronavírus começou a circular na China em 2019, ganhando um nome temporário de 2019 n-Cov. Depois, ocorreu o “batismo” oficial: SARS-CoV-2, sigla do nome completo em inglês: Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2 (em tradução livre: Síndrome Respiratória Aguda Grave Coronavírus).

De acordo com uma pesquisa, 80% dos infectados são leves e a taxa de mortalidade está entre pessoas idosas. Isso além de portadores de outras doenças, principalmente as cardiovasculares, que podem contrair a versão crítica da Covid-19.

Saiba mais sobre o coronavírus clicando aqui.

Woody Harrelson apaga post com fake news sobre coronavírus
Casamento de Jennifer Lopez é adiado por conta do coronavírus
Emilia Clarke é criticada ao pedir doações à sua fundação





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

  • Luana Piovani se emocionou com os últimos acontecimentos no país, nesta semana, envolvendo o menino Miguel e a declaração racista da influenciadora digital Luisa Nunes Brasil #OFuxico (Via Instagram @luapio)
  • #Sabrina Sato cortou o cabelo de Zoe e mostrou a nova franja da pequena, além de ter feito uma brincadeira de comparar o visual dela com o de @justinbieber (via stories @sabrinasato)
  • A ex-BBB Flayslane se pronunciou após internautas ficarem chocados com mudanças em seu rosto e afirmou que não foi somente a rinoplastia a responsável pela diferença atual #OFuxico
(Via Instagram @flay)
  • Aline Riscado cancela lives no Instagram como forma de protesto contra o racismo. #OFuxico (Via @alineriscado )
  • Bárbara Evans comenta sobre retirada de pintas e revela que não se preocupa com possíveis cicatrizes. #OFuxico (Via @barbaraevans22 )
  • Ex-BBB Gizelly Bicalho contou que está de cama por conta de uma infecção intestinal e uma inflamação de dentes do siso. (Via stories @gizellybicalho)
  • #blacktuesday  #blacklivesmatter

OFuxico