Imprimir

Notícias

08/06/2020 | 11h00m - Publicado por: Flávia Almeida | Foto: Reprodução/Instagram

Gabrielle Union presta queixa por discriminação racial à NBC

Atriz era jurada do reality America's Got Talent

Gabrielle Union presta queixa por discriminação racial à NBC - Reprodução/Instagram

A atriz Gabrielle Union entrou com uma queixa por discriminação racial no estado da Califórnia contra os produtores e a emissora responsável pelo reality show America's Got Talent, exibido no canal NBC.

De acordo com a revista Variety, Gabrielle afirma que o presidente do canal, Paul Telegdy, a ameaçou para que ela não denunciasse casos de racismo nas gravações. Os acusados na queixa feita ao Departamento estadual de Emprego Justo e Habitação são as produtoras Syco, de Simon Cowell, e FremantleMedia, assim como a NBCUniversal, dona da emissora NBC.

Gabrielle e Julianne Hough, outra jurada do programa, foram demitidas em 2019. Depois disso, foram divulgadas uma série de denúncias sobre o ambiente tóxico criado durante as gravações, além de casos de racismo envolvendo o convidado Jay Leno, apresentações com "blackface" aprovadas por produtores e reclamações sobre o cabelo da atriz.

Troca de acusações

Um porta-voz da NBCUniversal chamou de falsa a acusação de ameaça, e afirmou que as reclamações de Union foram levadas a sério. Segundo a empresa, um investigador externo observou "uma cultura abrangente de diversidade no programa".

Bryan Freedman, advogado de Union, afirmou que a emissora usa jogo de palavras para negar a acusação, e que a ameaça foi feita a um dos agentes da atriz.

"É francamente triste, mas não surpreendente, que, em vez de abordar sua própria discriminação racial, a NBC queira tentar evitar os problemas sistêmicos que permeiam sua empresa."

Apoio à filha

A atriz de 47 anos é casada com o ex-jogador de basquete da NBA, Dwyane Wade. Zaya, de 12 anos, filha do casal, se reconhece como uma menina trans.

Em entrevista a Ellen Degeneres, Dwyane Wade declarou total apoio à filha.

"Quando Zaya, aos 12 anos, chegou em casa - e não se se todos sabem, mas seu nome originalmente era Zion e ela nasceu como menino -, ela chegou em casa e disse: 'Ei, quero conversar com vocês. Acho que, de agora em diante, eu estou pronta para viver minha verdade e que quero ser referenciada como 'ela' e eu adoraria que vocês passassem a me chamar de Zaya'. Então, agora é nosso papel ir atrás de informação, falar com todos que conhecemos. Minha esposa conversou com o elenco inteiro de Pose (seriado de temática LGBTQ+). Estamos tentando absorver o máximo de informações que podemos para garantir que daremos à nossa filha a oportunidade de ser sua melhor versão. Eu e minha esposa somos pais orgulhosos de uma criança da comunidade LGBTQ+. Nos declaramos aliados da causa", disse Wade.

Em um documentário da ESPN, Dwyane falou sobre Zaya e citou, especificamente, a decisão em apoiá-la publicamente e lidar com os comentários sobre a sua idade e "maturidade" para lidar com o assunto. "Nós lutamos muito com nós mesmos pensando sobre o que diriam de uma menina de 12 anos tomando as decisões sobre a sua própria vida. Mas, ao mesmo tempo, nós a conhecemos o bastante para estarmos aqui para ela".

Gabrielle Union agradece por fotos de bumbum! Entenda!

Gabrielle Union revela ter enfrentado ‘oito ou nove’ abortos





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico