Imprimir

Notícias

20/01/2021 | 10h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Gal Gadot afirma que se sentiu 'como Deus' quando deu à luz

A atriz de Mulher Maravilha 1984 também revelou o significado do nome das filhas

Gal Gadot afirma que se sentiu 'como Deus' quando deu à luz - Reprodução/Instagram

Gal Gadot confessa que se sentiu 'como Deus' quando deu à luz suas filhas. Em conversa com a revista OK!, a atriz de 35 anos - mãe de Alma, de nove anos, e Maya, de três, com seu marido Yaron Varsano - admitiu que nunca se sentiu tão bem como quando trouxe suas filhas ao mundo. 

Quando perguntaram quando foi a última vez que ela se sentiu como a Mulher Maravilha, ela respondeu: 

 "Quando tive minhas duas filhas. Eu sei que soa brega, mas parece que somos Deus quando damos à luz. É tipo, 'Eu fiz isso!'. É o melhor sentimento do mundo esse de ser mãe, de gerar vida", explicou.

A estrela de Mulher Maravilha 1984 admitiu que ficou mais relaxada em sua segunda gravidez - enquanto filmava Liga da Justiça - porque já tinha passado por isso antes, e quando Maya nasceu, ela focou mais nas necessidades de Alma. 

Ela disse: "Eu fiquei muito mais nervosa na minha primeira gravidez, foi mais fácil com Maya. É diferente, porque você já tem uma experiência quando tem um segundo filho. Quando Maya nasceu, eu precisei focar em Alma, porque ela teria uma grande mudança em sua vida ao ter uma irmã mais nova. Maya precisava de afeto e calor. Alma precisava de atenção. Ela é uma irmã mais velha maravilhosa."

Gal também explicou a origem dos nomes de suas filhas: 

"Maya é por causa de Maya Angelou [ativista]. Em hebreu antigo, Alma significa universo, e em espanhol significa alma. Eu acho que são nomes adoráveis. Sou grata por ter duas filhas lindas e saudáveis", justificou. 

 Gal Gadot não teve personagens feministas para se espelhar

Cleópatra

 

Gal Gadot quer "celebrar o legado de Cleópatra" em seu próximo filme. A atriz de 35 anos se reunirá novamente com sua diretora de Mulher Maravilha, Patty Jenkins, para retratar a governante do antigo Egito em um novo filme. 

Porém, a escolha de Gadot como Cleópatra (69 a.C. - 30 a.C.) provocou uma reação, com pessoas argumentando que uma atriz árabe ou africana deveria ser escolhida para o papel icônico e não a atriz israelense. 

Gal Gadot respondeu às críticas e afirmou que Cleópatra - cuja raça tem sido objeto de debate entre os historiadores - era na verdade macedônica. 

Ela disse à BBC em árabe: “Em primeiro lugar, se você quer ser fiel aos fatos, então Cleópatra era da Macedônia. Estávamos procurando uma atriz da Macedônia que se encaixasse em Cleópatra. Ela não estava lá. E eu era muito apaixonada por Cleópatra. Tenho amigos de todo o mundo, sejam eles muçulmanos, cristãos, católicos, ateus, budistas ou judeus, é claro ... Pessoas são pessoas. E comigo, quero celebrar o legado de Cleópatra e homenagear este incrível ícone histórico que tanto admiro. ” 

Recentemente, Gal já compartilhou sua emoção em interpretar Cleópatra, escrevendo no Twitter: 

"Adoro embarcar em novas jornadas, adoro a emoção de novos projetos, a emoção de trazer novas histórias para a vida. Cleópatra é uma história que eu queria contar há muito tempo. Não posso ser mais grata por isso!!". 

O longa da Paramount Pictures é baseado em um roteiro escrito por Laeta Kalogridis e o estúdio conquistou o filme após uma guerra de lances com a Warner Bros., Apple e Netflix. 

Elizabeth Taylor estrelou, em 1963, Cleópatra, que ganhou quatro Oscars. 

O enorme orçamento do filme quase levou a 20th Century Fox à falência, na época. 

No entanto, tornou-se o filme de maior bilheteria daquele ano, arrecadando US$ 57,7 milhões de bilheteria apenas nos Estados Unidos e Canadá.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico