Imprimir

Notícias

04/03/2020 | 08h29m - Publicado por: Flávia Almeida | Foto: Reprodução/TV Globo

Galvão Bueno está fora da próxima Copa do Mundo. Entenda!

Narrador estará presente, mas mão deve narrar

Galvão Bueno está fora da próxima Copa do Mundo. Entenda! - Reprodução/TV Globo

Bem, amigos da Rede Globo! Na próxima Copa do Mundo, essa emblemática frase ficará de fora da transmissão esportiva da emissora.

Após 12 edições da Copa do Mundo, além de centenas de eventos esportivos ao longo de 39 anos na Globo, Galvão Bueno revelou, durante a gravação do programa Altas Horas, na terça-feira (3), que deve sair de cena e não pretende apresentar os jogos da Copa de 2022, no Qatar.

"Acho que narrar a de 22 não vai dar, não. O projeto é estar lá. São 12 Copas, e está bom ter narrado 12 Copas, mas eu vou estar lá", anunciou Galvão no papo com Serginho Groisman.

A surpresa foi geral. Tanto o apresentador quanto a plateia focaram boquiabertos. A participação de Galvão no Altas Horas vai ao ar no próximo sábado (7).

Após infarto, Galvão Bueno volta à ativa

Vídeo! Galvão Bueno tem alta: ‘Terça-feira estarei no Brasil’

Galvão Bueno passa mal e é submetido a um cateterismo

Galvão Bueno curte praia do Ceará ao lado da esposa

Galvão Bueno encanta internautas com fotos da neta

 

Infarto durante a Libertadores

 

Em 20 de novembro do ano passado, Galvão estava no Peru, prestes a narrar a final da Libertadores entre Flamengo e River Plate, quando passou mal depois do jantar. Ele teve um infarto e foi substituído na narração pelo colega Luís Roberto.

No dia seguinte, Galvão foi submetido a um cateterismo para desobstrução de uma artéria coronariana.

 

Volta à ativa

 

Em dezembro, o jornalista de 69 anos voltou ao trabalho em Doha, no Qatar, para narrar a partida entra Flamengo x Al-Hilal pelo Mundial de Clubes da Fifa. Rubro-Negro de alma e coração, Galvão definiu a competição como especial. Era também a volta à transmissão de um jogo do Flamengo no Mundial de Clubes 38 anos depois de ter narrado o único título da equipe, em 1981, contra o Liverpool. 

Ainda sem planos de se aposentar, o dono da principal voz esportiva no Brasil segue recomendações médicas para evitar novos problemas de saúde. 

"Eu me agito antes de uma transmissão, sei que subo a carga de adrenalina e me sinto muitíssimo bem. O momento que eu me sinto mais tranquilo na minha vida é quando e estou com os fones, com o microfone e a responsabilidade para estar falando para dezenas de milhões de pessoas. O médico não falou nada de adrenalina, ele falou de estresse", brincou, ao comentar seu retorno ao trabalho.

 

"Será que chegou a hora?"

 

Em entrevista a Tadeu Schmidt, no Fantástico, Galvão Bueno contou detalhes do infarto que sofreu no Peru. E disse que foi sua mulher, Desireé, quem o levou a força ao hospital, após ele ter passado mal, depois de jantar. 

"Comecei a sentir uma pressão no peito, uma dor no peito, e eu dizia 'não, gente, isso é o esforço que eu estou fazendo. Já, já eu deito, durmo. Amanhã eu descanso, vou trabalhar sexta e fazer o jogo sábado", conta Galvão.

Na madrugada seguinte, o narrador piorou.

"Começou a dor no braço e eu acordei a Desireé. Pensei: será que chegou a hora?"

Na entrevista, Galvão contou que o médico dele, em São Paulo, ficou conectado com a equipe do hospital em Lima.

"Imediatamente fizeram um eletrocardiograma, a Desireé fotografou o eletrocardiograma e mandou para ele. E segundos depois ele ligou e disse: tem que fazer um cateterismo já. Mostrava que eu tinha tido um infarto."

Edema nas cordas vocais e inflamação na laringe 

Antes de sofrer o infarto, Galvão já havia passado por um problema de saúde. Sua voz falhou durante uma transmissão ao vivo na partida entre Grêmio x Flamengo, no jogo de ida da semifinal da Libertadores. 

Na ocasião, o narrador se desculpou nas redes sociais e disse que se tratava de uma gripe. Ele ficou três semanas afastado cuidando do problema e deixou de narrar dois jogos da Seleção Brasileira, um Grande Prêmio de Fórmula 1 e ainda foi poupado de apresentar o Bem, Amigos, seu programa semanal no SporTV. 

Em seu retorno, no jogo de volta da Libertadores, Galvão gritou os gols sem problemas e comemorou ao vivo. Três dias depois, ele usou suas redes sociais para revelar que a falha na voz era por conta edema nas cordas vocais e de uma inflamação de laringe.





Notícias Relacionadas

22/01/2020 | 17h00m - Giovanna Prisco

Galvão Bueno se declara para a esposa no Instagram

17/12/2019 | 10h29m - Flávia Almeida

Após infarto, Galvão Bueno volta à ativa



Instagram

Instagram

OFuxico