Imprimir

Notícias

11/11/2020 | 08h10m - Publicado por: Michele Marreira | Foto: Reprodução/Instagram/Montagem

Geraldo Luís desabafa: ‘A calvície já estava me incomodando’

Apresentador da Record TV abriu o jogo sobre seu transplante capilar, com exclusividade para OFuxico

Geraldo Luís desabafa: ‘A calvície já estava me incomodando’ - Reprodução/Instagram/Montagem

Foi por meio de uma sincera e descontraída conversa ao telefone, com a nossa reportagem, que o apresentador Geraldo Luís demonstrou total alegria ao revelar detalhes de seu transplante capilar, realizado recentemente.

Um dos melhores contadores de histórias da TV brasileira, no auge de seus 49 anos, estava insatisfeito com a aparência das madeixas.

“Já estava me incomodando em vários aspectos, não somente pela questão da estética”, enfatizou ele para OFuxico.

Acostumado a trabalhar frente às câmeras desde que estreou como repórter policial, no início dos anos 2000, o jornalista frisou os truques que utilizava nos últimos tempos, referente ao cabelo.

“Para mantê-lo do jeito que vocês viam na TV, eu tinha que usar uma grande quantidade de produtos. Utilizava um pozinho, fazia escova... Ele era todo montado, só funcionava com esses truques.... Até parecia que eu tinha cabelo! Mas não, começou a cair muito nos últimos dois anos, principalmente na frente”, afirmou.

O apresentador da Record TV utilizava pequenos truques para disfarçar a calvície

Hora da mudança

Ao ser detectado com calvície, o jornalista não relutou ao recorrer a uma alternativa viável: o transplante capilar.

“Eu pensei: ‘O momento é agora!’, e fiz o transplante robótico capilar. Não doeu absolutamente N-A-D-A. E mesmo eu sendo diabético, que nos torna mais sensíveis, nem sangramento eu tive. Foram 12 horas de cirurgia, pegaram da área doadora e colocaram quase 5 mil pontos de cabelo”, ressaltou.  

O jornalista surgiu assim no pós-operatório

"Novo careca" do Instagram

Quando surgiu com o visual diferente, o contratado da Record TV impactou os seguidores de sua rede social.

“Quando a gente raspa o cabelo é um choque grande: ‘Como assim vou ficar careca?’. Mas na hora que o público falou que eu fiquei bem desse jeito, passei a acreditar (risos). Achei também que ficou legal, me senti bem, não tive apego. Pelo que os seguidores disseram, fiquei bonito (risos)”, destacou ele, com o bom humor e simpatia de sempre.  

O responsável pela metamorfose

O Dr. João Carlos Pereira foi o responsável pela transformação do visual de Geraldo Luís, elevando sua autoestima, após o procedimento estético. 

“A técnica que utilizamos foi a FUE Robótica, minimamente invasiva, que não deixa cicatrizes no couro cabeludo, com rápido retorno às atividades. Nós removemos os cabelos de forma unitária da área doadora – que são as laterais da cabeça, na parte posterior. E, por meio de um aparelho robotizado, nós fazemos essa extração. O robô utiliza câmeras ópticas com inteligência artificial, mapeando todos os cabelos que previamente foram raspados, removendo os melhores enxertos, para que possamos colher e transplantá-los na área calva. É uma cirurgia com muita precisão e eficiência”, explicou o médico, em entrevista para OFuxico.

Todo procedimento foi realizado na Clínica Derm, localizada em São José do Rio Preto, interior paulista. O profissional esclareceu ainda que o crescimento dos fios é um processo que demanda alguns meses, mas que o resultado final é muito satisfatório.

“Os cabelos transplantados começam a nascer com três meses, sendo 1cm mensalmente. E até nove meses há os cabelos retardatários nascendo. O resultado final da cirurgia aparece com dozes meses. A pessoa fica com o aspecto natural, imperceptível. Nós criamos um designer frontal bem adequado, ao perfil de face do paciente. Todo cabelo tomamos como referência de uma foto antiga, para que possamos usufruir dessa imagem e trazer uma naturalidade em termos de aspecto”, explicou.  

Geraldo Luís e o Dr. João Carlos Pereira

Careca! Geraldo Luís faz transplante capilar





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico