Imprimir

Notícias

17/01/2020 | 09h00m - Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram

Gillian Anderson não negocia suas necessidades em um relacionamento

A atriz disse que aprendeu a valorizar mais o que deseja

Gillian Anderson não negocia suas necessidades em um relacionamento - Reprodução/Instagram

As necessidades de Gillian Anderson em um relacionamento não são negociáveis. Atriz de 51 anos, que está em um relacionamento com o escritor Peter Morgan desde 2016, admite que começar um relacionamento depois dos 40 anos é muito diferente do que tentar encontrar o amor aos 20.

Ela compartilhou: "É muito diferente. Eu acho que a gente já está formado, principalmente se já passamos por outros relacionamentos", contou, segundo o jornal New York Post, afirmado que aprendeu a valorizar o que deseja quando está em uma relação.

"Logo após o término no meu último relacionamento e antes do meu atual, fui encorajada a escrever uma lista de necessidades e vontades em relação a um futuro companheiro. Necessidades não são negociáveis. Se você vai em um encontro com alguém que percebe, por exemplo que eles não tem três dessas necessidades, então essa não é a pessoa para você. O relacionamento pode até durar, mas isso não vai te fazer feliz. Vontades são fáceis, não necessariamente frívolas, mas mais fáceis de fazer. Fazer isso tornou claro para que eu entendesse o que é bom para mim em um relacionamento, e as coisas são mais criativas agora em relação a como deveria ser uma relação".

Gillian - que tem os filhos Piper, de 25 anos, Oscar, de 13, e Felix, de 11 - não mora com seu companheiro, e acha que isso é um benefício para o relacionamento.

Salva pela terapia

Gillian Anderson acredita que a terapia a manteve viva. A atriz confessou em uma entrevista recente que procurou ajuda de um terapeuta quando era adolescente e diz que suas experiências a mantiveram 'sã' e a ensinaram a importância de resolver seus problemas pessoais.

“A terapia me manteve sã e viva. Eu realmente precisava disso. Eu não vou entrar em detalhes, mas eu acho que é importante resolver seus problemas pessoais tanto quanto possível. Não fugir deles e tentar, dentro do possível, desenvolver reações mais saudáveis", disse ela à revista Red.

A ex-estrela de Arquivo X conta também que ficou arrasada quando seu irmão Aaron, que sofria de uma condição genética chamada Neurofibromatose, faleceu, e ela afirma que sua morte a levou a mudar suas prioridades.

"Sua morte teve um efeito profundo em todos nós. Ele era simplesmente extraordinário. Ele tornava tudo mais fácil. Fez com que eu mudasse minhas prioridades e percebesse que a vida é curta. E que é importante, eu acho, seguir seu coração e tentar aproveitar ao máximo o tempo que temos", contou.

Retrospectiva

Quem nasceu em 2019

Quem morreu em 2019

Quem casou em 2019

Quem separou em 2019

O Brasil se despede de Gugu Liberato





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico