Imprimir

Notícias

09/07/2006 | 11h40m - Publicado por: Carlos Ramos | Foto: Gabriela Andrade

Glória Pires assiste ao show do marido no Canecão

Glória Pires assiste ao show do marido no Canecão - Gabriela Andrade

Glória Pires, com as filhas Antonia e Ana, chegou cedo ao Canecão. As três foram direto para o camarim onde ficaram paparicando Orlando Morais até a hora de ele apresentar o show comemorativo de seus 15 anos de carreira. Quando o cantor e compositor começou a desfilar o repertório de seu atual CD Tempo Bom, Antônia se juntou à irmã Cléo, em uma mesa localizada na primeira fila.
 
Glorinha estava no final da platéia, junto à mesa de som, de onde assistiu e aplaudiu a performance de seu amado, com quem está casada há 18 anos, e tem ainda o filho Bento, único ausente ao show.

“Gosto sempre de assistir de um lugarzinho assim, discreto. Não sei se é superstição, mas não sou de ficar na primeira mesa nos shows do Orlando. Para mim foi totalmente novo, porque quando ele fez a turnê pelo Centro-Oeste e o Nordeste, eu estava gravando Belísisma e não pude assistir. Foi uma surpresa que me deixou muito feliz, pois contou com essa junção dele com a bateria da Mangueira, que deu ao show um final apoteótico”, conta Glória.

Cléo foi a última a se juntar à família. Entrou pela porta principal, mas ainda foi ao camarim antes de o espetáculo se iniciar.
 
“Estou com a minha avó Odicia (mãe do Orlando). Não vou dar uma canja na hora que ele cantar a música Cléo, feita em minha homenagem e que está no CD Tempo Bom. Também não tenho uma música predileta do repertório dele. O que meu pai faz é muito bem feito, por isso adoro tudo”, resume Cléo, que se esbaldou durante a apresentação de Orlando com a Mangueira e, com seu jeito moleque, substituiu os aplausos finais por assobios. Seu namorado, Túlio Dek fez questão de ficar longe dos flashes, durante a apresentação do show e também no camarim.

Orlando contou que vai fazer um projeto com a Estação Primeira de Mangueira e que a idéia de convidar a bateria para participar do show, aconteceu depois que ele conheceu a comunidade, através do também cantor e compositor Ivo Meireles.

“Acho que consegui fazer um espetáculo para as pessoas namorar, beijar na boca e dançar bastante. Foi um show para curtir e não para se levar muito a sério”, resume, após trocar a camiseta branca, que ficou toda suada durante a apresentação por uma azul e posar ao lado de toda a família, e de vários amigos, como Guilherme Fontes, Lúcia Veríssimo, Renata Arruda e Cláudia Jimenez, entre outros, que são declaradamente seus fãs.

Muito solicitada pelos fãs anônimos do marido, Glória ainda teve tempo de contar que o caçula Bento também curte o som que o pai faz. Mas como o show era tarde e ele ainda é muito pequeno (não completou 2 anos), eles optaram por não levá-lo ao Canecão.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico